Pandemia

Mato Grosso registra 35 mortes e taxa de ocupação de UTIs está em 85%

Publicados

em

JB News

Por Denise

 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, nesta quinta-feira (17.06), 436.453 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 11.584 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. Em Mato Grosso morreram de complicações do Covid-19 nas últimas 24 horas, 35 pacientes.
Foram notificadas 2.437 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 436.453 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 13.292 estão em isolamento domiciliar e 409.853 estão recuperados.
Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 478 internações em UTIs públicas e 353 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 85,82% para UTIs adulto e em 39% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (90.721), Rondonópolis (31.652), Várzea Grande (29.540), Sinop (21.200), Sorriso (15.151), Tangará da Serra (14.968), Lucas do Rio Verde (13.375), Primavera do Leste (11.119), Cáceres (9.458) e Alta Floresta (8.324).
A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link: http://www.saude.mt.gov.br/painelcovidmt2/
O documento ainda aponta que um total de 350.769 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 682 amostras em análise laboratorial.

Leia Também:  Várzea Grande abre pré-cadastro para vacinar pessoas de 35 a 39 anos

Cenário nacional

Nessa quarta-feira (16.06), o Governo Federal confirmou o total de 17.628.588  casos da Covid-19 no Brasil e 493.693 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 17.533.221 casos da Covid-19 no Brasil e  490.696 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.
O Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta quinta-feira (17.06).
Recomendações
Existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.
Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.
O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:
– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

COMENTE ABAIXO:

Pandemia

Vacinação para jovens de 25 a 29 anos inicia em Várzea Grande

Publicados

em

Por

 

A campanha de vacinação contra a Covid-19 chega para os jovens de 25 a 29 anos, em Várzea Grande.

Neste último sábado (31.07), o público desta faixa etária foi vacinado no Parque Berneck, em sistema drive-thru, e no ponto fixo do Univag, onde também será realizada a imunização das pessoas além da faixa etária de 30 anos acima, conforme agendamento.

Já no ponto do Ginásio Poliesportivo Fiotão, forão vacinadas as pessoas da faixa etária de 30 anos acima, idosos, e grupos prioritários.

O horário será o mesmo para os três pontos, iniciou  às 8h e término previsto para às 16h.

Como explica o secretário de Saúde, Gonçalo de Barros, cada ponto possui sua especificidade, ou seja, o fluxo depende da escolha da pessoa na hora do cadastramento.

“O ponto do Fiotão é o mais procurado, pela preferência das pessoas na hora do cadastro, por isso ainda estamos vacinando as pessoas de 30 anos acima, que escolheram este ponto. Os idosos e as pessoas com comorbidades também têm a preferência pelo ponto do Fiotão, talvez pela sua localização e facilidade por estar localizado ao lado do Terminal de ônibus André Maggi. Concluindo a imunização destes públicos, já vamos chamar os jovens de 25 a 29 anos que escolheram o Fiotão.

Leia Também:  General Carneiro é a primeira cidade de MT a vacinar faixa etária de 18 e 19 anos sem comorbidades

O Parque Berneck, por exemplo, é o ponto mais escolhido pelos jovens, por isso o fluxo do ponto é mais rápido, o que possibilitará às equipes imunizar um grande número de jovens neste local neste sábado. Alertando que os idosos podem espontaneamente comparecerem a qualquer destes pontos para a sua imunização, é só levar documento com foto”, explicou Gonçalo de Barros.

Segundo o secretário, a cada dois ou três dias, Várzea Grande vai fazer alterações em seu planejamento de vacinação, desde o calendário, passando pelas faixas etárias e insistindo no Resgate Cidadão para vacinar aqueles que por qualquer motivo perderam a primeira ou a segunda dose da vacina de 60 anos acima. “Esta nova estratégia é necessária, porque só avançamos na campanha, conforme a disponibilização de imunizantes, que chegam de forma fracionada”.

O alerta dado pela Secretária de Saúde de Várzea Grande é o de que só serão vacinados aqueles que fizeram seu agendamento, portanto é importante acessar o site oficial da Prefeitura de Várzea Grande pelo endereço www.varzeagrande.mt.gov.br, na aba IMUNIZAÇÃO VÁRZEA GRANDE e realizar o  pré-cadastro ou confirmar a validação do mesmo pela Saúde, que informa a data de vacinação, horário e local. Exceto os idosos acima de 60 anos, que será feito o cadastro nos pontos de vacinação, na garantia da imunização. Os jovens precisam apresentar no ato da vacinação, somente um documento original com foto, o mesmo os idosos, os demais com comorbidades devem respeitar as regras e documentos exigidos.

Leia Também:  Várzea Grande abre pré-cadastro para vacinar pessoas de 35 a 39 anos
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA