Policial

Policia civil prende traficante que vendia drogas pelo WhatsApp

Publicados

em

Polícia Civil prende traficantes que divulgavam venda de drogas pelo WhatsApp

09/01/2020 – 18:01

Com informações da  PJC-MT

Dois traficantes que divulgavam o comércio de drogas por meio do aplicativo WhatsApp foram presos em flagrante peça Polícia Judiciária Civil, nesta quinta-feira (09.01), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá). Os dois suspeitos foram flagradas com porções de entorpecentes e apetrechos relacionados ao comércio ilícito e foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

O ponto de venda de drogas, localizado no bairro Jardim São Bento, era monitorado há cerca de um mês pelos policiais da DERF Rondonópolis, desde o recebimento de diversas informações que os suspeitos comercializavam maconha e outras substâncias ilícitas no local.

Segundo o delegado Santiago Rozendo Sanches e Silva, responsável pelas investigações, a principal forma de divulgação e comércio do entorpecente seria por meio de grupos de WhatsApp e os traficantes utilizavam máquinas de cartão de crédito para realizar a venda da droga. Durante monitoramento da residência, os policiais constataram a grande movimentação de pessoas entrando e saindo rapidamente, caracterizando a venda de drogas no local.

Leia Também:  Lei Maria da Penha completa 14 anos nesta sexta-feria

Nesta quinta-feira (09), a equipe da DERF recebeu informações de que os suspeitos estariam com grande quantidade de entorpecentes já preparada para venda. Diante das informações, os policiais foram até a residência, onde realizaram a abordagem dos suspeitos.

Em buscas na casa, os policiais encontraram dentro do guarda-roupas a máquina de cartão de crédito utilizada no comércio ilícito. No quintal da residência, foi apreendido um pedaço grande de maconha, 64 porções menores já embaladas para venda, uma balança de precisão, uma embalagem com um comprimido de ecstasy, além de R$ 274 em dinheiro, tesoura e rolos de plástico filme.

Questionados, os suspeitos confessaram a atuação no comércio de entorpecentes e que repartem o lucro das vendas. Também foram apreendidos os celulares dos traficantes, em que foram identificadas evidências da divulgação da venda do entorpecente.

Diante das evidências, os suspeitos foram conduzidos a DERF onde após serem interrogados, foi lavrado o flagrante dos suspeitos por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Leia Também:  Cuiabá abre a competição da Série B 2020 na Arena Pantanal nesta sexta-feira
COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Rotam prende dois homens com drogas e réplica de fuzil no Parque do lago em Várzea Grande

Publicados

em

Da Redação

A equipe de rotam 12 estava em patrulhamento pela rua padronal do bairro parque do lago, quando avistou um elemento de posse de uma arma longa (fuzil) no portão de entrada de uma residência, que fica ao lado da creche.

O suspeito ao avistar a viatura correu para dentro de sua residência, e jogou a arma longa ao solo e tentou empreender fuga mais foi detido e identificado como Maylon Cardoso de sá, em entrevista ele relato que comercializa drogas e que usava a réplica de fuzil e pistola para a sua proteção; disse ainda que a réplica de pistola que usava estava na residência de sua mãe.

O suspeito disse que guardava drogas embaixo do tijolo, e que o fornecedor do entorpecente morava no bairro alameda, em uma kitinete.  A equipe deslocou até a kitinete, situada na rua João maia, do bairro alameda, onde foi localizado o suspeito Juarez, o qual foi detido e encontrado em sua residência, atrás da geladeira, duas bolsas contendo entorpecentes.

Leia Também:  Setor de turismo de negócios e eventos em MT discute plano de retomada

O suspeito Juarez disse que a droga encontrada em sua residência pertencia a um suspeito de nome Marcilio Severino de oliveira neto, que mora na kitinete ao lado, porém o mesmo não foi encontrado na kitinete.

Em seguida a equipe foi até a casa da mãe do suspeito Maylon, onde lá encontrou a senhora Adilma Cardoso de Sá, a qual autorizou a entrada, sendo localizado uma réplica de pistola.

Foi apreendido 12 Tabletes substância análoga a maconha,  02 Tabletes de substância análoga à pasta base de cocaína, 01 sacola contendo substância análoga à pasta base, 11 porções de substância análogas à maconha, 06 sacolas pequenas de ácido bórico, 02 sacolas grandes contendo ácido bórico, 01 Fuzil de airsoft, 01 Pistola de airsoft, 02 celulares, 02 Cadernos de anotações, 03 balanças de precisão, 02 máquinas de passar cartão e R$ 476,25 em espécie.

Diante dos fatos todos os suspeitos foram conduzidos a  delegacia central de flagrantes.

 

Veja video:

Tocador de vídeo

00:00
01:25

 

Leia Também:  Empresário preso com 500 mil em apartamento de luxo em Cuiabá tem contrato de mais de 26 milhões com Assembleia Legislativa de Mato Grosso

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA