COVID-19

Denúncia aponta que servidores da área administrativa estão furando a fila dos grupos prioritários de imunização em Cuiabá

Publicados

em

JB News

Da Redação

 

O Jornal A Gazeta de Cuiabá publicou na edição desta sexta feira 22, que existe uma grave denúncia de pessoas que estão furando a fila da vacinação contra a Covid-19 na capital.

Segundo O jornal, existe uma confusão generalizada cercada de dúvidas, de como a imunização está sendo feita, e como os registros estão sendo organizados.

Nesta terça-feira 19, foi vazado um link de agendamento da vacina para os profissionais de saúde. As informações são de que esse link gerou um pré-cadastro de mais de 300 pessoas em pouco tempo que ficou no ar.

Segundo informações obtidas vinda secretaria de Saúde municipal, que o sistema pode ter tido um ataque de hacker, e a divulgação do link saiu de controle.

No entanto a secretaria esclareceu que não divulgou link algum para que a população fizesse qualquer cadastro relacionado a vacina.

Segundo o Jornal, a servidora pública L.M.V de 29 anos que trabalha em uma unidade de saúde da capital (USB), disse que os profissionais da saúde estão com todas as duvidas quanto ao cadastro, de quem realmente é prioridades, e que existe muita falta de esclarecimento, e a comunidade tem cobrado mais organização e transparência sobre a campanha.

Leia Também:  Justiça pede bloqueio de R$ 29,8 milhões de Sergio Ricardo, Mauro Savi mais 4 por fraudes

Além de denunciar que funcionários e servidores da área administrativa estão furando a fila dos grupos prioritários de imunização.

 

A secretaria informou que foi solicitado a todos os hospitais que atendes pacientes acometidos pelo vírus que façam uma lista com nomes das pessoas que atuam diretamente no combate para um maior controle.

Determinou também uma auditoria na lista de todos os vacinados até o momento.

A denúncia também foi publicada pelo site O Atual que está no link https://oatual.com.br/inicio-de-vacinacao-contra-covid-19-em-cuiaba-tem-denuncias-de-fura-filas/

JornalAGazetaMT220121

 

 

 

COMENTE ABAIXO:

COVID-19

Varzea Grande informa ao MP que acatará notificação e editará decreto

Publicados

em

Por

JB News

Em resposta à notificação encaminhada pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, a Procuradoria-Geral do Município de Várzea Grande informou que realizará a edição do Decreto 22/2021, que trata das medidas restritivas para prevenção à Covid-19. A administração municipal decidiu pela uniformização das normas de restrição que estão estabelecidas no Decreto Estadual, conforme recomendado pelo MPMT.

Na notificação, o procurador-geral de Justiça José Antônio Borges Pereira recomendou que os dispositivos do Decreto Municipal 22/2021 que flexibilizam as medidas mais restritivas já definidas pelo Decreto Estadual 836/2021 fossem revogados. Além disso, orientou que prevalecesse a norma mais restritiva nos casos de conflito entre os decretos do Governo do Estado e da Prefeitura Municipal.

Na Cidade Industrial, o decreto permitia o funcionamento dos supermercados e mercados nos sábados até as 19 horas, e não como o Estado, que determinou o fechamento até ao meio-dia. Também permitiu que as igrejas e templos possam funcionar até as 20 horas, ou seja, uma hora antes de iniciar o Toque de Recolher, que vai das 21 horas até as 5 horas da manhã do dia subsequente.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Governo de MT lamenta a forma que o prefeito de Cuiabá politiza a situação do Covid-19
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA