EDUCAÇÃO

Volta às aulas em Mato tem plataforma de ensino online

Iníciou Hoje

Publicados

em

Seduc possibilita ambiente virtual para professores e estudantes; volta às aulas terá plataforma de ensino online

Salas virtuais obedecerão mesmo formato das salas físicas

Por Andréia Fontes

Com informações educ-MT

O GSuite oferece um conjunto de ferramentas (e-mail, drive, classroom, jamboard, meet, maps, tradutor entre outros) que darão suporte às atividades pedagógicas
Foto: Google For Education

As aulas na rede estadual de ensino em Mato Grosso foram retomadas nesta segunda-feira (08.01) na modalidade não presencial.

Uma nova plataforma será utilizada este ano, após parceria firmada pela Secretaria de Estado de Educação com o Google For Education. Os professores e estudantes já podem acessar o GSuite e confirmar o cadastro.

O GSuite oferece um conjunto de ferramentas (e-mail, drive, classroom, jamboard, meet, maps, tradutor entre outros) que darão suporte às atividades pedagógicas a serem realizadas nas escolas a partir deste ano.

Além da conta de e-mail dos profissionais da educação e estudantes, serão criadas salas de aulas virtuais por escolas e cada turma nelas existentes.

Leia Também:  MP requer aplicação de multa contra prefeito Emanuel Pinheiro por litigância de má-fé

As salas virtuais obedecerão ao mesmo formato das salas físicas. Por exemplo, a turma do 9° Ano A será uma única sala, física e virtual. Nela, professores e alunos compartilharão todos os conteúdos pedagógicos.

Como acessar

Para realizar o primeiro acesso, alunos e professores deverão visitar a página http://www3.seduc.mt.gov.br/voltaasaulas.

Ao acessar o link o usuário deverá, de acordo com seu perfil, clicar na opção correspondente ao primeiro acesso:

# Acesso professor

# Acesso aluno

O professor tem que digitar o CPF e data de nascimento e o sistema informará seu login e senha para acesso à plataforma Google.

O(a) estudante terá que digitar o seu código e data de nascimento, o sistema informará o e-mail e senha de acesso.

http://www3.seduc.mt.gov.br/voltaasaulas
Créditos: Reprodução
COMENTE ABAIXO:

EDUCAÇÃO

Seduc esclarece comunidade sobre mudanças em escolas do Grande Cristo Rei

Publicados

em

Por

Município assume anos iniciais do Ensino Fundamental e amplia a oferta de vagas na Educação Infantil; o Estado atende a demanda dos anos finais

Assessoria | Seduc-MT

Prédio da Escola Heroclito Leôncio Monteiro será cedido para o município, que fará atendimento dos anos iniciais do Ensino Fundamental e abrirá matrículas para Educação Infantil – Foto por: David Borges

 

JB NEWS

A secretaria de Estado de Educação esclarece que o redimensionamento da Educação Básica é uma ação de planejamento da rede pública estadual e municipal. É feito com base nas necessidades e particularidades de cada município.

Em Várzea Grande, a Seduc vai ceder o prédio da Escola Heroclito Leôncio Monteiro, no bairro Cristo Rei, para o município de Várzea Grande. O redimensionamento, neste caso, também envolve a Escola Estadual Dom Bosco, localizada na mesma região. Para tirar dúvidas da comunidade escolar e explicar como será essa etapa do redimensionamento, a Seduc realizou uma reunião na unidade nesta terça-feira (21.09).

Hoje, a Escola Heroclito Leôncio Monteiro possui 492 estudantes matriculados, sendo 241 nos anos iniciais do Ensino Fundamental e 251 nos anos finais do Ensino Fundamental.

Leia Também:  Risco de inflação alta não freia intenção de consumo dos cuiabanos, que registra mais um aumento em setembro

A Escola Dom Bosco atende 639 alunos, sendo 291 nos anos iniciais do Ensino Fundamental e 348 nos anos finais.

Planejamento para 2022

Recebendo o prédio da Escola Heroclito, a partir de 2022, o planejamento da secretaria municipal de Educação é atender estudantes do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e vai abrir matrículas para crianças de 4 e 5 anos.

Além dos 241 alunos dos anos iniciais que já estão na escola, vai receber os 291 da Escola Dom Bosco.

A Escola Dom Bosco continuará atendendo os 348 estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental e receberá os 251 dos anos finais da Heroclito.

Entenda o redimensionamento

O redimensionamento cumpre a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB – 9.394/96), que passou a ser estruturada por etapas e modalidades de ensino, englobando a Educação Infantil, o Ensino Fundamental obrigatório de nove anos e o Ensino Médio.

Trata-se da organização dos alunos que estão na mesma etapa/modalidade em uma única unidade escolar, otimizando, assim, o espaço existente, ampliando o número de vagas, buscando garantir o acesso à educação básica.

Leia Também:  Seduc esclarece comunidade sobre mudanças em escolas do Grande Cristo Rei

O reordenamento das estruturas físicas de educação inclui a cessão de uso de escolas aos municípios, transferência de alunos para outras unidades e entrega dos prédios alugados pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Nos casos da cessão aos municípios, o Governo dará todo suporte, inclusive financeiro, com as reformas necessárias.

Profissionais

O profissional pedagogo pode escolher se permanece na escola que for cedida ao município ou se quer ser atribuído para outra unidade da rede estadual. Vale destacar que o profissional que permanecer na unidade, o Estado fará um termo de cooperação com o município. Esse profissional não terá nenhum prejuízo em sua carreira, continua com o mesmo subsídio e pode participar dos processos seletivos da Seduc.

David Borges
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA