COVID-19

VG aplica mais de 70 mil vacinas e abre pré-cadastro para pessoas de 50 a 54 anos sem comorbidades

Publicados

em

Pessoas de 55 anos a 59 serão vacinadas nesta segunda, no corujão da vacinação e garis serão vacinados na terça-feira, (08) na edição do resgate Cidadão.

JB News

Após superar a marca de 70 mil doses aplicadas desde o início da vacinação, a Prefeitura de Várzea Grande através da Secretaria Municipal de Saúde, abre a partir desta segunda-feira, 07 de junho, a noite, no site www.varzeagrande.mt.gov.br, na aba Imunização Várzea Grande, o pré-cadastro para pessoas com faixa etária de 50 a 54 anos e começa a vacinar no Corujão da Vacinação das 16 às 22 horas na Clínica Médica do Centro Universitário Várzea Grande (UNIVAG), aquelas pessoas entre 55 a 59 anos, ambas as faixas etárias sem comorbidades.

Também começam a ser vacinados nesta terça-feira, 08 de junho, no Ginásio Fiotão, os profissionais da limpeza urbana e da coleta de lixo, mais conhecidos como garis.

“Tudo que estiver ao nosso alcance para atender a população será feito. Sempre vamos buscar o melhor para a cidade e sua gente e neste momento de pandemia a vacina demonstra ser o melhor para preservar a vida humana e voltarmos a viver dentro de uma normalidade”, disse o prefeito Kalil Baracat sinalizando que mantém entendimento direto com o Governo de Mato Grosso para também ser contemplado com mais vacinas.

A vacinação ocorre amanhã para pessoas com comorbidades agendadas, das 8 às 15 h, e haverá aplicação da segunda dose da Coronavac, para aquelas pessoas que aguardaram o período de 14 a 35 dias de uma dose para outra e da AstraZeneca, com intervalo de 90 dias. Para estes casos é só levar o cartão de vacinação.  Lembrando que esta ação da segunda dose está programada somente para o período da manhã. Já das 15h às 20h haverá mais uma edição do ‘Resgate Cidadão’, para idosos acima de 60 anos, que serão vacinados junto com os profissionais da limpeza urbana das 16 às 20 h.

Leia Também:  MT registra 43 mortes por Covid-19 e taxa de ocupação está em 91% para UTIs

“O Resgate Cidadão é justamente para vacinar os idosos acima de 60 anos que por algum motivo ainda não se vacinaram. Nesta terça-feira as equipes farão cadastro na hora, e a vacina será aplicada. É necessário levar um documento com foto, com CPF, e comprovante de residência e quem tiver o cartão SUS deve também levar”, explicou o secretário de Saúde, Gonçalo de Barros.

“Os passos são dados conforme as informações e planejamento da Secretaria de Saúde, tanto na disponibilização de vacinas, quanto sobre o contingente já vacinado e a ser vacinado. Vamos avançando nos grupos prioritários, e abrindo gradativamente em ordem decrescente para aquelas pessoas sem comorbidades. E nunca esquecendo dos idosos acima de 60 anos, onde a Saúde Pública, edita o Resgate Cidadão, que é justamente a busca ativa, desta faixa etária que têm seu direito garantido de se vacinar, e que por algum motivo o impede. Para esses casos, todas as terças-feiras, no período da tarde ocorre a vacinação, no Fiotão. Essa ação humanitária foi acatada pela sociedade várzea-grandense que nos ajudam a identificar e levar estas pessoas para se vacinarem”, explicou o prefeito Kalil Baracat.

Leia Também:  Codem aprova investimentos de R$ 387 milhões em linhas de crédito para produtores rurais e empresários de MT

Gonçalo de Barros afiançou que para vacinar os garis estabeleceu parceria com a Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, que junto às empresas prestadoras de serviços, controlam a lista de quem realmente vão vacinar, preenchendo os critérios e regras da Campanha de Vacinação, além dos efetivos da Secretaria.

Sobre a inclusão dos garis e demais profissionais da limpeza urbana e da coleta de lixo no rol de prioritários no plano de vacinação, o secretário afirma que esses profissionais executam suas atribuições mediante amplo contato com a população. “Fato esse que, além de expô-los demasiadamente ao contágio, os torna potenciais propagadores involuntários do vírus, e necessitam serem imunizados, principalmente pelas atribuições de suas funções, que são consideradas de utilidade pública”.

– Calendário de Vacinação:

Dia 07 de junho:

Corujão da Vacinação: No Centro Universitário – Univag – Clínicas Médicas, das 16 às 22h em sistema Drive Thru, inicia a vacinação em pessoas sem comorbidades, de 55 anos a 59, devidamente cadastradas e confirmadas.

Abertura do pré-cadastro para pessoas sem comorbidades de 50 a 54  anos

– Terça – Feira – 8 de junho:

Local: Ginásio Poliesportivo Fiotão

Horário: 8h às 16h: Pessoas com comorbidades

Corujinha da Vacinação: Resgate Cidadão

Horário: 16h às 20h: Profissionais da Limpeza Urbana (garis) e pessoas acima de 60 anos.

COMENTE ABAIXO:

COVID-19

Governo de MT aumenta em 47% os repasses para as escolas estaduais

Publicados

em

Por

Valor é definido de acordo com o número de estudantes das unidades

Por Andréia Fontes |

Da Seduc-MT

Recursos são utilizados para aquisição de materiais de escritório e limpeza, pagamento de tributos, tarifas, faturas, entre outros
Foto por: Michel Alvim/Secom-MT

Governo do Estado aumentou em 47% o repasse automático de recursos financeiros às unidades escolares da rede pública de ensino, destinados à execução do Projeto Político Pedagógico (PPP) e ao Programa de Desenvolvimento da Escola (PDE). Há mais de sete anos o valor não era atualizado.

O Decreto nº 972 foi publicado no Diário Oficial do Estado que circulou nesta quarta-feira (16.06).

Este é o segundo reajuste em repasses para as escolas estaduais em junho. No dia 9 deste mês, circulou o decreto que aumentou em mais de 100% o valor destinado à manutenção, reforma e ampliação das unidades, o chamado recurso descentralizado, que pode ser solicitado duas vezes ao ano e subiu de R$ 33 mil para R$ 100 mil. O valor estava congelado há quase 10 anos.

Além disso, foi instituído o valor de R$ 50 mil para manutenção dos mobiliários e equipamentos escolares.

Secretário de Estado de Educação, Alan Porto destaca que estas ações do governador Mauro Mendes confirmam a preocupação do Estado com a qualidade das escolas e do ensino em Mato Grosso.

Leia Também:  Governo de Mato Grosso trabalha para cumprir imposições da Anvisa

“O objetivo do governo é, além de garantir melhorias para manter o padrão e a infraestrutura da nossa rede, melhorar a qualidade de trabalho dos professores e a aprendizagem dos estudantes”, afirma Alan Porto.

Mudanças

Pelo novo decreto, os repasses para o PDE serão feitos pela secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) aos Conselhos Deliberativos da Comunidade Escolar (CDCL) em duas parcelas e não mais em quatro.

Estes recursos são utilizados pelas unidades escolares para aquisição de materiais de escritório e limpeza, para pagamento de diárias, pagamento de tributos, tarifas, faturas de telefone, água, entre outros.

As escolas vão receber de acordo com o número de matrículas inseridas no SigEduca. Por exemplo, escolas que atendem até 100 alunos e recebiam R$ 10.800,00 divididos em 4 parcelas, vão receber R$ 15.882,48 em duas parcelas.

Se a escola atende de 101 a 200 estudantes, os recursos passam de R$ 16.600,00 para R$ 24.411,96.

Para as escolas que possuem mais de 801 estudantes matriculados, os repasses, que eram de R$ 68 por aluno/ano, passam para R$ 100 por aluno/ano. (veja todos os valores na tabela abaixo).

Leia Também:  Juíza autoriza ‘arrombamento’ de imóvel para recuperação de 4,8 mil sacas de soja

Escolas que oferecem exclusivamente o Ensino de Educação Especial receberão R$ 450,00 por aluno/ano.

Já as Escolas de Ensino em Tempo Integral receberão em dobro os valores dos repasses, com base no número de alunos.

 

Confira o aumento dos valores por número de alunos

  • Até 100 alunos – de R$ 10.800,00 para R$ 15.882,48
  • De 101 a 200 alunos – de R$ R$ 16.600,00 para R$ 24.411,96
  • De 201 a 300 alunos – de R$ 30.400,00 para R$ 44.706,24
  • De 301 a 400 alunos – de R$ 35.200,00 a R$ 51.765,12
  • De 401 a 500 alunos – de R$ 40.000,00 para R$ 58.824,00
  • De 501 a 600 alunos – de R$ 44.800.00 para R$ 65.882,88
  • De 601 a 700 alunos – de R$ 49.600,00 para R$ 72.941,76
  • De 701 a 800 alunos – de R$ 54.400,00 para R$ 80.000,64
  • Acima de 801 alunos – de R$ 68,00 por aluno/ano para R$ 100,00 por aluno/ano.
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA