Esportes

Várzea-grandense Alexander Ortiz, disputa título no Campeonato Brasileiro de Jiu-jitsu Esportivo 2021

Publicados

em

Subcomandante da GM, Alexander Ortiz, disputa título no Campeonato Brasileiro de Jiu-jitsu Esportivo 2021

Alexander já conquistou os títulos de bicampeão mundial e campeão brasileiro da sua categoria

Várzea Grande tem representação garantida no Campeonato Brasileiro de Jiu-jitsu Esportivo 2021, realizado de 16 a 18 de julho, em São Paulo. O funcionário público municipal, Alexander Gouveia Ortiz, que é subcomandante da Guarda Municipal, competirá na categoria peso meio pesado.

Alexander pratica jiu-jitsu há 05 anos e já conquistou os títulos de bicampeão mundial e campeão brasileiro da sua categoria, onde é faixa roxa. O atleta, apaixonado por artes marciais, também é faixa marrom em Aikidô, ambas técnicas japonesas.

“Em primeiro lugar, eu busco saúde. O jiu-jitsu, por exemplo, desenvolve a força, a resistência, a flexibilidade e ajuda a ter uma ótima condição física. Em segundo, a prática esportiva ensina também técnicas de defesa pessoal, o que é muito eficiente na minha profissão, pois pode evitar o uso de armas letais em diversas situações”, explica o guarda municipal de classe especial.

Leia Também:  Cuiabá desencanta e vence o Chapecoense por 3 x 2

Alexander Gouveia destaca que a prática de artes marciais e esportes, em geral, é importante para desenvolver as potencialidades que cada pessoa tem. “Também vejo o esporte como instrumento para servir à sociedade. Quando eu era criança, tinha o sonho de competir, vencer, ganhar medalhas e hoje, no meu trabalho, busco passar valores positivos, principalmente para o público infantil”, afirma.

De acordo com o prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, toda a gestão municipal, assim como a cidade, deve se orgulhar de Alexander, que já é um campeão e exemplo, lembrando que os servidores públicos são a mão do Poder Executivo na oferta de serviços públicos de qualidade à população como segurança, saúde, educação, social, obras entre outros.

“A dedicação dos nossos servidores é admirável. A Guarda Municipal tem história, tem tradição e, acima de tudo, prima pelo bem-estar social da população, pelo cuidado e pelo amor à cidade. Queremos que o subcomandante Alexander volte vitorioso novamente e traga um novo título para a nossa cidade. De qualquer forma, ele já é motivo de orgulho para a gestão municipal, para a cidade, além de ser exemplo para a sociedade”, disse o prefeito.

Leia Também:  Várzea Grande Sedia Taça Mato Grosso de Boliche

Guarda Municipal – Foi a primeira instituição municipal do nível criada entre os 141 municípios de Mato Grosso.  Alexander Gouveia Ortiz possui formação superior em engenharia florestal e mestre em ciências Ambientais e Florestais pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Atualmente é subcomandante da Guarda Municipal de Várzea Grande, onde possui 22 anos de carreira. Ingressou na instituição no primeiro concurso realizado, quando ela foi criada no ano 2000.

COMENTE ABAIXO:

Esportes

Conheça os vencedores da primeira etapa do 3º Circuito de Xadrez On-Line

Publicados

em

Por

Conheça os vencedores da primeira etapa do 3º Circuito de Xadrez On-Line OAB-CAASP

 

Aconteceu no último dia 25 de julho a primeira etapa do 3º Circuito de Xadrez On-Line OAB-CAASP. A terceira incursão virtual no jogo de intelecto confirma o acerto do Departamento de Esportes e Lazer da Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo, área de responsabilidade do diretor Roberto Araújo, em realizar os torneios por meio virtual durante a pandemia. Enquanto muitos esportes foram prejudicados pela chegada do coronavírus, o xadrez on-line emergiu como uma das mais novas obsessões esportivas, inclusive entre a advocacia. Participaram dessa etapa 73 advogados e advogadas enxadristas de diferentes cidades do Estado de São Paulo.

Campeão dos torneios de xadrez da advocacia nada menos que 14 vezes, Marcos Guilherme Monteiro Jorge, que é mestre pela Confederação Brasileira de Xadrez, comentou a respeito do crescimento da modalidade no último ano, quando sites comoLichess e Chess registraram recordes de acesso.”Primeiro apareceu no cenário uma série muito interessante na Netflix, chamada o ‘O Gambito da Rainha’, que despertou o interesse das pessoas, e, em segundo lugar, essas mesmas pessoas estavam em casa e procuraram jogos para se divertir. Como o xadrez é um jogo sedutor, essa combinação ajudou a fomentar o esporte no último ano”, disse o campeão. Especificamente sobre sua mais recente vitória, Monteiro Jorge, dedicou a conquista à mãe, Rosa Maria.

Leia Também:  Cuiabá desencanta e vence o Chapecoense por 3 x 2

O vice-campeão desta primeira etapa foi Danilo Epitácio Neves Rosa. Já o terceiro lugar ficou com André Albuquerque Cavalcanti de Magalhães. Participante assíduo dos torneios e praticante da modalidade desde os seis anos, Magalhães aplaudiu: “Acho excelente a CAASP manter os campeonatos vivos, mesmo em época de pandemia. A organização tem sido excelente, paciente, educada e prestativa”.

Os três primeiros colocados receberão troféus em suas casas. Já os competidores que ficaram no quarto ao décimo lugares receberão medalha. São eles: Horácio Prol Medeiros, Flávio Marques Prol, João Pedro Laurenti Silveira Ramos, Orlando Silva Douza, Milton Massato Okamoto, Felipe Ribas de Morais e Yuri de Paula Marques. Todos já asseguraram vaga para a grande final da temporada do 3º Circuito de Xadrez On-line da Advocacia, que acontece em 5 de dezembro de 2021.

Como de costume, esta primeira etapa do 3º Circuito de Xadrez da advocacia também agraciará com uma taça a primeira colocada entre as mulheres e o melhor competidor “master”. A advogada estreante em competições da CAASP Luciana Maria dos Santos foi a melhor entre elas. “Fiquei muito feliz em descobrir essa iniciativa da CAASP. Não esperava vencer esse título logo de cara, queria participar por participar, até porque sou uma iniciante no esporte, mas estou muito feliz com essa conquista”, disse ela. À reportagem Santos contou um pouco de sua história com o xadrez, que a resgatou de um quadro de depressão: “Conheci o xadrez quando participava do programa Escola da Família, que custeou meus estudos em Direito. Depois, em 2019, já formada, entrei em depressão. Lembrei do xadrez e decidi que passaria a jogar para manter a cabeça ocupada. Desde então não parei mais”.

Leia Também:  Cuiabá empata com Bragantino na estreia de Jorginho

Na categoria Master, o vencedor foi Chead Abdalla Júnior. “Gostaria de agradecer aos organizadores do campeonato pela competência ímpar e também aos colegas participantes por nos proporcionarem manhãs muito agradáveis”, disse o campeão master. E acrescentou: “Creio que a modalidade on-line veio para ficar, e espero que mesmo após a pandemia passar seja mantida em paralelo com o presencial”.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA