EDUCAÇÃO

Várzea Grande lança Resgate Cidadão e quer concluir vacinação de 7,8 mil profissionais da Rede pública e privada da Educação até quinta-feira

Publicados

em

 

Após vacinar 2.000 Professores

JB NEWS

 

Após vacinar mais de 2 mil profissionais da Educação no último sábado, a Prefeitura de Várzea Grande começa a executar nesta terça-feira, 1, dentro do Corujinha da COVID 19, das 15 às 20 horas no Ginásio Poliesportivo Júlio Domingos de Campos (Fiotão) o “Resgate Cidadão”, uma nova modalidade de abordagem que funcionará até o completo controle da pandemia em busca daquelas pessoas que já deveriam estar vacinadas com pelo menos uma dose ou imunizadas com as duas doses e que por qualquer motivo deixaram de receber a mesma.


Hoje  desde 16 horas até as 22 horas acontece o Corujão da Vacinação no drive thru do Centro Universitário de Várzea Grande (UNIVAG), para profissionais da Educação da instituição de ensino e para as pessoas com comorbidades entre 18 a 59 anos que se pré-cadastraram, confirmaram seu cadastro com o CPF, três dias úteis após a inscrição e escolheram serem vacinados na UNIVAG em drive thru.


“Nós enquanto Prefeitura de Várzea Grande estamos indo atrás das pessoas para vacinar, porque entendemos ser a única opção neste momento de pandemia e para evitar novas ondas, novas cepas, e demonstrar que a vacina é o meio mais eficiente de se vencer a COVID 19 mesmo nós já termos atingindo mais de 94% de recuperados da doença, com o esforço e dedicação de cada médico, enfermeiro, auxiliar, técnico, enfim de todos da área de saúde que nos ajudam neste esforço para vencer a doença”, disse o prefeito Kalil Baracat.

Leia Também:  Codem aprova investimentos de R$ 387 milhões em linhas de crédito para produtores rurais e empresários de MT


Segundo o planejamento da Secretaria Municipal de Saúde, idosos de 60 anos acima serão os primeiros a serem atendidos pelo “Resgate Cidadão”, que visa resguardar o direito de todos a vacina como forma de prevenir a doença que tem um impacto menor em quem está imunizado.
“Neste Corujinha da COVID 19 nós iremos fazer o atendimento completo, ou seja, receberemos os idosos com 60 anos ou mais, abriremos o sistema com o cadastro de inscritos e independente dele estar ou não no mesmo, iremos corrigir a situação e atender a todos, desde que seus documentos pessoais com foto, comprovante de endereço e cartão do SUS cumpram as exigências do Plano Nacional de Imunização – PNI do Ministério da Saúde”, disse o secretário de Saúde, Gonçalo Barros.

Ele lembrou que amanhã das 8 até às 15 horas, o atendimento será normal no Ginásio Fiotão para pessoas com comorbidades de 18 a 59 anos.
“Com o atendimento pelo Ministério da Saúde do nosso pleito para que seja liberada a faixa de vacinação para pessoas sem comorbidades, acreditamos que na próxima semana já estaremos, na medida que as vacinas cheguem vacinando também aquelas pessoas sem comorbidades, mas dando prioridade para os que tem comorbidades, ou seja, queremos e vamos vacinar a todos, só necessitamos de vacinas que ainda são o grande gargalo desta crise que pelo visto terá novas ondas, novas cepas e mais problemas pela frente, por isso, o cuidado é imprescindível, distanciamento social, uso de máscaras e outros meios de higienização como álcool em gel e muita água e sabão”, frisou Gonçalo Barros.

COMENTE ABAIXO:

COVID-19

Governo de MT aumenta em 47% os repasses para as escolas estaduais

Publicados

em

Por

Valor é definido de acordo com o número de estudantes das unidades

Por Andréia Fontes |

Da Seduc-MT

Recursos são utilizados para aquisição de materiais de escritório e limpeza, pagamento de tributos, tarifas, faturas, entre outros
Foto por: Michel Alvim/Secom-MT

Governo do Estado aumentou em 47% o repasse automático de recursos financeiros às unidades escolares da rede pública de ensino, destinados à execução do Projeto Político Pedagógico (PPP) e ao Programa de Desenvolvimento da Escola (PDE). Há mais de sete anos o valor não era atualizado.

O Decreto nº 972 foi publicado no Diário Oficial do Estado que circulou nesta quarta-feira (16.06).

Este é o segundo reajuste em repasses para as escolas estaduais em junho. No dia 9 deste mês, circulou o decreto que aumentou em mais de 100% o valor destinado à manutenção, reforma e ampliação das unidades, o chamado recurso descentralizado, que pode ser solicitado duas vezes ao ano e subiu de R$ 33 mil para R$ 100 mil. O valor estava congelado há quase 10 anos.

Além disso, foi instituído o valor de R$ 50 mil para manutenção dos mobiliários e equipamentos escolares.

Secretário de Estado de Educação, Alan Porto destaca que estas ações do governador Mauro Mendes confirmam a preocupação do Estado com a qualidade das escolas e do ensino em Mato Grosso.

Leia Também:  Juíza autoriza ‘arrombamento’ de imóvel para recuperação de 4,8 mil sacas de soja

“O objetivo do governo é, além de garantir melhorias para manter o padrão e a infraestrutura da nossa rede, melhorar a qualidade de trabalho dos professores e a aprendizagem dos estudantes”, afirma Alan Porto.

Mudanças

Pelo novo decreto, os repasses para o PDE serão feitos pela secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) aos Conselhos Deliberativos da Comunidade Escolar (CDCL) em duas parcelas e não mais em quatro.

Estes recursos são utilizados pelas unidades escolares para aquisição de materiais de escritório e limpeza, para pagamento de diárias, pagamento de tributos, tarifas, faturas de telefone, água, entre outros.

As escolas vão receber de acordo com o número de matrículas inseridas no SigEduca. Por exemplo, escolas que atendem até 100 alunos e recebiam R$ 10.800,00 divididos em 4 parcelas, vão receber R$ 15.882,48 em duas parcelas.

Se a escola atende de 101 a 200 estudantes, os recursos passam de R$ 16.600,00 para R$ 24.411,96.

Para as escolas que possuem mais de 801 estudantes matriculados, os repasses, que eram de R$ 68 por aluno/ano, passam para R$ 100 por aluno/ano. (veja todos os valores na tabela abaixo).

Leia Também:  Mato Grosso registra 40 mortes por Covid-19 e taxa de ocupação está em 83% para UTIs

Escolas que oferecem exclusivamente o Ensino de Educação Especial receberão R$ 450,00 por aluno/ano.

Já as Escolas de Ensino em Tempo Integral receberão em dobro os valores dos repasses, com base no número de alunos.

 

Confira o aumento dos valores por número de alunos

  • Até 100 alunos – de R$ 10.800,00 para R$ 15.882,48
  • De 101 a 200 alunos – de R$ R$ 16.600,00 para R$ 24.411,96
  • De 201 a 300 alunos – de R$ 30.400,00 para R$ 44.706,24
  • De 301 a 400 alunos – de R$ 35.200,00 a R$ 51.765,12
  • De 401 a 500 alunos – de R$ 40.000,00 para R$ 58.824,00
  • De 501 a 600 alunos – de R$ 44.800.00 para R$ 65.882,88
  • De 601 a 700 alunos – de R$ 49.600,00 para R$ 72.941,76
  • De 701 a 800 alunos – de R$ 54.400,00 para R$ 80.000,64
  • Acima de 801 alunos – de R$ 68,00 por aluno/ano para R$ 100,00 por aluno/ano.
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA