EDUCAÇÃO

Vamos investir R$ 550 milhões em 2021 exclusivamente para a Educação”, afirma governador

Publicados

em

Mauro Mendes ressaltou que o Estado já está investindo R$ 150 milhões para reformar, ampliar, construir e modernizar escolas em todas as regiões de Mato Grosso

Por Lucas Rodrigues

Com informações Secom-MT

Governo de Mato Grosso Mauro Mendes inaugura nova sede da Seduc. Marioneide kliemaschewsk, Mauro Carvalho, Coronel Alessandro, Wilson Santos, Alberto Machado, Paulo Traven – Foto por: Michel Alvim – SECOM/MT

O governador Mauro Mendes afirmou que, em 2021, o Governo de Mato Grosso terá o maior investimento na Educação Pública já feito no Estado. Além de recursos próprios da arrecadação, será feito um financiamento de R$ 550 milhões para melhorar toda a estrutura escolar em todas as regiões de Mato Grosso.

O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira (30.09), durante o evento de inauguração da nova sede da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

A nova sede da Seduc funciona no antigo prédio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), no Centro Político Administrativo. Além de adequações e manutenção, o espaço recebeu também móveis e equipamentos novos.

Leia Também:  Prefeito Kalil Baracat acompanha instalação de novas bombas de captação de água e da nova adutora que abastecerá a ETA Grande Cristo Rei

“Teremos no ano que vem o maior investimento da Educação Pública que Mato Grosso já fez, previsto no nosso planejamento interno, pela LOA (Lei Orçamentária Anual). E mais do que o dinheiro que vamos investir da arrecadação própria do Estado, pela primeira vez na história de Mato Grosso e do Brasil, iremos pegar um financiamento de US$ 100 milhões, que equivale a R$ 550 milhões, para investir exclusivamente na Educação de Mato Grosso”, declarou.

Para o governador, investir na estrutura da Educação é fundamental para que haja melhoria do ensino e também do rendimento de alunos, professores e servidores.

“Esse investimento encurta o caminho para o futuro e antecipa o resultado, principalmente, se esse recurso é corretamente aplicado. O ambiente adequado inspira, motiva e conspira para que qualquer profissional trabalhe até 30% melhor. Esse volume de investimento é para alcançar o nosso objetivo final, que é melhorar o ensino na ponta”, ressaltou.

Mendes lembrou que, somente neste ano, o Governo de Mato Grosso está investindo R$ 150 milhões na Educação, com obras de reformas, construções, ampliações, construções de quadras poliesportivas e manutenções preventivas e corretivas em 161 escolas.

Leia Também:  Governador Mauro Mendes assina nesta segunda, 20, contrato para construção da 1ª Ferrovia Estadual de MT

Essas obras estão distribuídas em todas as regiões de Mato Grosso, sendo que boa parte estava parada e foi retomada pela atual gestão.

“Temos dezenas de obras sendo feitas. Em Canarana, havia a Escola 31 de março, que estava demolida há um ano e meio. Fui no local durante a campanha e os alunos estavam estudando em conteineres. Passei lá agora e a escola está praticamente pronta, com a comunidade feliz e os professores muito contentes. Um professor que está perto de aposentar até me disse que nunca imaginou que iria dar aula em uma escola tão bonita. O mesmo está acontecendo em Rondonópolis, Cuiabá, Lucas do Rio Verde e em tantos outros lugares”, relatou.

COMENTE ABAIXO:

EDUCAÇÃO

Justiça determina retorno às aulas em Cuiabá para o próximo dia 27 de setembro

Publicados

em

Por

JB News

Da Redação

 

A decisão liminar de retorno às aulas para o Município de Cuiabá da 1ª Vara da Infância e Juventude da Capital, da juíza Gleide Bispo dos Santos, foi mantida.

A única alteração será na data de retorno das aulas, que passa a ser o dia 27 de setembro, proposta da própria magistrada efetuada durante a tarde desta segunda-feira (13/9).
Nesta data 100% das unidades escolares da Rede Pública Municipal de Cuiabá (164 escolas), retornam de forma hibrida, com 50% dos alunos em forma presencial e os outros 50% de maneira on line.

A ação não será extinta. Ao longo do período o Ministério Público fiscalizará as unidades.

O valor da multa que incide diretamente sobre o cpf do prefeito, permanecerá em caso de descumprimento da liminar.

No início da sessão de conciliação o promotor Wagner Cezar Fachone fez uma proposta à Prefeitura de retorno às aulas no dia 20 de Setembro e a juíza Gleide Bispo dos Santos indicou o dia 27 de Setembro.

Leia Também:  Em meio às incertezas e ao risco do aumento no desemprego, Governo de Mato Grosso sinaliza positivamente ao setor produtivo

A Prefeitura solicitou a suspensão da audiência por 40 minutos para analisar e concordou com a última data proposta.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA