Saúde

UTI Pediátrica do Hospital de Câncer precisa de meio milhão para funcionar

Publicados

em

Alana Casanova

Hospital de Câncer: UTI Pediátrica precisa de meio milhão para funcionar

Distante dos holofotes da imprensa, das capas de jornal e do murmurinho político o Hospital de Câncer de Mato Grosso trava uma verdadeira batalha para colocar em funcionamento seus 10 leitos da UTI Pediátrica, construída com recursos provenientes do McDia Feliz, Instituto Ronald Mc Donalds, Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) e a Associação Mato-grossense de Produtores de Algodão (Ampa), Bom Futuro, AACC e emendas federais.

Parte do valor viabilizado foi para a construção da unidade, a outra parte para móveis e equipamentos. Agora, pronta para ser utilizada, a UTI precisa de meio milhão para entrar em funcionamento e receber os pacientes oncológicos.

“Não é má vontade, não é má gestão, simplesmente é um processo lento, moroso, difícil e que ninguém quer dividir com o Hospital a responsabilidade dessa despesa”, declarou Silvia Negri, administradora do HcanMT.

Documentos apresentados pela equipe gestora comprovam que para estar credenciada e habilitada junto ao Ministério da Saúde a UTI Pediátrica precisa estar em pleno funcionamento. “Ou seja, para que isso aconteça são necessários R$ 1,7 mil por dia, por leito…num total de R$ 510 mil por mês, vamos tirar esse valor de onde?”, expôs Negri, que trabalha há 17 anos no Hospital.

Leia Também:  Max Russi busca melhorias logísticas e estruturais para cidades do Araguaia

Após um ano do início do processo de habilitação e credenciamento, as portas seguem fechadas. A última grande ação do HcanMT para arrecadar recursos foi a realização do show beneficente com o cantor Daniel, no último dia 08, totalizando R$ 130 mil reais para a instituição. Outras campanhas estão sendo realizadas como: cofrinho solidário, bazar, Energisa, rifa do carro 0Km, MT Cap, calendário solidário, leilão pela vida.

PROCESSO HABILITAÇÃO

· Ofício 155/2018 – Solicita o credenciamento e habilitação dos 10 leitos

· Ofício 096/SMS/ 2019 – Vistoria técnica na unidade

· Ofício 134/2019 – Pedido de recursos (Estado)

· Ofício 140/2019 – Pedido de recursos (Município)

Alana Casanova
(65) 99520098

COMENTE ABAIXO:

Saúde

Cardiologistas de todo o Brasil se reúnem em XXI Congresso de Cardiologia em Cuiabá

Publicados

em

Por

Por Roberta Cassia

 

Entre os dias 21 e 23  de outubro, Cuiabá  será sede do XXI  Congresso de Cardiologia de Mato Grosso que vai reunir cardiologistas de todo o Brasil, estudantes e profissionais da saúde  para participarem de palestras, painéis e mesas redondas com temas variados e discussões atuais de métodos diagnósticos, medicamentos, novos equipamentos e tratamentos atuais na área de cardiologia e doenças associadas.

 

No dia 21 após a abertura, haverá a ‘Mesa Redonda:  Hipertensão Arterial’,  e  em seguida outra com o tema “Prevenção Primária de DAC”. Fechando a manhã haverá o “Simpósio Servier: Nova abordagem no controle da hipertensão”.

 

No período da tarde,   os  temas das mesas redondas serão ‘O estado da arte dos métodos complementares no diagnóstico da doença coronariana’ e ‘Técnicas intervencionistas na prevenção cardiovascular”. Haverá ainda o “Simpósio Abbot: As novas tecnologias em dispositivos implantaveis. Dos beneficios a redução de custos no ecossistema de saúde” e a “Assembleia Geral extraordinária da SBC-MT”.

 

No dia 22, haverá outras mesas redondas com os temas ‘Cardiologia da Mulher’ ,   ‘Dislipidemias’, ‘Insuficiência Cardíaca’ e ‘Arritmias Cardíacas, além dos simpósios “Novo Nordisk: Quais as evidências atuais para o uso dos AR GLP-1 na DCV?”, “AstraZeneca: Tratamento da ICFEr, o que há de novo?” e “Simpósio Lilly: Empaglifozina na Insuficiência Cardíaca”.

Leia Também:  Kalil e Jayme anunciam R$ 20 milhões em investimentos e esforço pela solução para a falta de água

 

No sábado, dia 23, o congresso traz a mesa redonda “Cardio Oncologia”  e  “Miscelânias”  além do “Simpósio Biotronik: Avanços tecnológicos e estimulação cardíaca fisiológica”.

 

“Teremos a participação de grandes nomes da cardiologia por teleconferência e presencialmente também. São temas atuais e ainda trazem discussões sobre as tecnologias recentes mais utilizadas nos tratamentos de doenças cardíacas nos grandes centros”, afirma o presidente do Congresso o cardiologista Marcos Tenuta.

 

O evento é uma realização da Sociedade Brasileira de Cardiologia de Mato Grosso (SBC-MT).

 

 

SERVÇO

 

O QUE? XXI Congresso de Cardiologia

 

QUANDO? Dias 21,22 e 23 de outubro a partir das 7h30

 

ONDE? Centro de Eventos Senai Cuiabá

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA