Estadual

Tecpar firma contrato para prestar serviços de P&D em energia

Publicados

em

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) vai desenvolver sistemas inteligentes e inovadores para a Energética Suape II, empresa que comercializa energia elétrica gerada por usina termelétrica. O contrato foi assinado em solenidade com o governador Carlos Massa Ratinho Junior, nesta segunda-feira (4), no Palácio Iguaçu, em Curitiba.

O governador destacou que o foco do Tecpar está no desenvolvimento de projetos inovadores junto ao mercado. “A ideia é que o Tecpar desenvolva junto a seus parceiros soluções para levar inovação para todo o Brasil. O instituto tem quase 80 anos e, com uma equipe técnica capacitada, é um centro tecnológico que atende o país inteiro”, afirmou Ratinho Junior.

Um dos projetos trará melhoria na geração de energia. Para gerar energia, a usina termelétrica utiliza o briquete, que é um bloco de serragem compactado, feito com resíduos florestais. Porém, nem todo o resíduo de madeira pode ser utilizado. Hoje, o resíduo é levado até a usina, para que lá o material mais adequado seja selecionado para gerar o briquete.

O Tecpar foi contratado para desenvolver um sistema inteligente para a seleção das madeiras que serão utilizadas para produzir o briquete. A ideia é que um caminhão com esse sistema inteligente fique no local onde estão os resíduos florestais e selecione automaticamente aqueles que são mais adequados.

Leia Também:  Câmara Setorial da Mulher apresenta relatório e pede apoio de Botelho para estrutura permanente

Esse sistema inovador, ao selecionar o material, o compactaria e o deixaria pronto para ser levado para a usina. Com isso, o caminhão transportará apenas o que será consumido, dando mais eficiência ao processo.

TRANSFORMADORES – Após a energia ser gerada, ela tem que ser adequada até poder ser consumida. Um dos equipamentos que faz essa adequação é o transformador de potência. O processo de transformação de energia hoje é monitorado e gera dados sobre o procedimento.

Nesse projeto, a inovação desenvolvida pelo Tecpar será um sistema inteligente de monitoramento, para que os dados gerados no processo de transformação de energia possam ser utilizados para prever problemas no equipamento, com a finalidade de evitar paradas para manutenção. Além disso, diagnosticando com antecedência, é possível realizar reparos e com isso ampliar a vida útil do transformador.

COMPETÊNCIA – Para o diretor-presidente do Tecpar, Jorge Callado, ao participar de projetos de Pesquisa e Desenvolvimento o instituto reforça sua vocação como centro de tecnologia e inovação. “O Tecpar tem competência para atender a indústria brasileira com soluções inovadoras, a serem desenvolvidas em parceria e, ao mesmo tempo, proporcionar a formação de pesquisadores para geração de empregos de alto impacto e novos negócios”, disse Callado.

Leia Também:  Faissal visita escola de Santo Antônio de Leverger que recebeu 88 mil em emendas para reforma predial

José Faustino, diretor de Operações da Energética Suape II, acredita que o desenvolvimento do projeto em conjunto com o Tecpar levará inovações a todo o setor elétrico. “O Tecpar é um instituto de renome no mercado e queremos, no desenvolvimento dos projetos de P&D, gerar inovações que possam ser utilizadas por toda a cadeia de energia”, salientou. O projeto contará com o apoio do Parque Tecnológico de Itaipu e do Instituto Gnarus.

ENERGÉTICA SUAPE II – A Energética Suape II tem como objetivo a geração, o suprimento e a comercialização de energia elétrica através da UTE Suape II, usina termelétrica a óleo combustível com capacidade instalada de 381,2 MW – o que lhe confere à usina o título de maior termelétrica a óleo do Brasil, com operação desde 2013. São clientes da Energética Suape II 35 distribuidoras, que levam a energia elétrica gerada à população de diversas regiões do país.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:

Estadual

Deputado Claudinei visita Associação dos Pacientes Oncológicos de Rondonópolis

Publicados

em

Por

 

Foto: SAMANTHA DOS ANJOS FARIAS

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) esteve na sede da Associação dos Pacientes Oncológicos de Rondonópolis (APOR), nesta sexta-feira (7), para conhecer os trabalhos e projetos desenvolvidos pela instituição que atende a população das regiões sul e sudeste de Mato Grosso. O vice-presidente Adevaldo Narciso da Costa e a gestora Silvana Faustino Santana da entidade receberam e deram as informações necessárias ao parlamentar.

“Conhecemos os trabalhos preventivos que são feitos, exames como o ultrassom para prevenção ao câncer de mama, sendo que todos os encaminhamentos vão para a Santa Casa de Rondonópolis. Conhecemos toda a estrutura física, como a Casa de Apoio que tem poucos lugares para receber pacientes e familiares e os Centros de Imagens e Prevenção que garantem um atendimento humanizado ao público”, detalha Claudinei.

Casa de Apoio

De acordo com Adevaldo, a entidade é sem fins lucrativos, de caráter beneficente e assistencial, que depende do apoio voluntário e de parcerias para conseguir obter recursos para a manutenção do atendimento ao público. “Hoje, precisamos de uma Casa de Apoio com 60 lugares para abrigar os pacientes e familiares e contamos com o apoio do deputado Claudinei”, comenta o vice-presidente.

A atual Casa de Apoio da instituição existe desde 2010, com capacidade para abrigar 23 pessoas. Segundo Silvana, a APOR tem um projeto que foi orçado em R$ 1,6 milhões para a construção de um novo espaço, em terreno de cerca de 1 mil m², para ampliar a quantidade de lugares aos pacientes e familiares que não residem em Rondonópolis. “O espaço atual está sendo revitalizado e reformado com o apoio da Lions Clube de Rondonópolis. Só que o espaço é muito pequeno. Terminamos de pintar e colocamos móveis”, explica.

Leia Também:  Faissal visita escola de Santo Antônio de Leverger que recebeu 88 mil em emendas para reforma predial

“Vou continuar na luta para ter um espaço para atender este público que não mora em Rondonópolis e precisa ter assistência necessário para o tratamento oncológico. Com o Centro de Radioterapia da Santa Casa, o propósito é atender os municípios das regiões sul e sudeste, como, também, do Vale do Araguaia, que resultará em 25 cidades. Vamos buscar os recursos necessários, seja por meio da Assembleia Legislativa, emendas parlamentares e pelo Consórcio Regional de Saúde Sul de Mato Grosso (Coress)”, diz o parlamentar.

Estrutura

Silvana também apresentou o Centro de Imagens que é um espaço para a realização de mamografias, em que os pacientes recebem almoço e café da manhã, fazem consultas, biopsias e, conforme aqueles que realizam quimioterapia, a Associação providencia os cateteres.

Ela explica que, no ano de 2012, foi firmada a parceria com a Santa Casa de Rondonópolis, onde foi construído no segundo andar da unidade hospitalar 18 apartamentos, centros cirúrgicos, instalação de 42 leitos, aquisição de móveis e equipamentos que foram investidos pela Associação. “Agora, este andar atende casos de pacientes com Covid-19 e tudo foi restruturado para o terceiro andar. A parceria continua. O Centro de Prevenção, com fisioterapia, nutricionistas e psicólogo, agora é na APOR por causa da Covid-19. Antes era na Santa Casa”, esclarece a gestora.

Leia Também:  MPMT debate combate ao abuso sexual e rede de proteção em live     

Entidade – A APOR foi fundada em 2009 e é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). Outros projetos que visam o acolhimento e atendimento humanizado pela instituição envolvem os trabalhos de voluntários como o projeto “Doutores da Alegria”, distribuição de cestas básicas, doação de cabelos para a produção perucas, prótese de silicone que são inseridos em sutiãs, lenços para a cabeça, entre outras iniciativas que visam contribuir com a auto-estima das mulheres. Neste ano, a unidade teve 20 novos casos de pacientes com câncer e 29 estão sendo acompanhados e foram diagnosticados no ano passado.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA