Entretenimento

Sorriso recebe exposição “Trajetória”, de Adriano Ferreira

Publicados

em

 

De 21 a 25 de julho, moradores dos municípios do norte de Mato Grosso poderão conhecer as obras do artista plástico

Todos os elementos da natureza, em traços marcantes que dão característica ao trabalho do artista plástico mato-grossense Adriano Ferreira estarão presentes na exposição de arte “Trajetória”, que acontece esta semana, de 21 a 25 de julho, das 15h às 20h, no Condomínio Arboreto Eco Ville, em Sorriso (398 km de Cuiabá), e é aberta ao público.

A mostra contará tanto com obras inéditas, que estão sendo produzidas especialmente para o evento, quanto com as telas expostas nos Estados Unidos e Portugal e têm como perspectiva a beleza e a riqueza do cerrado mato-grossense, sua diversidade, sua gente, sua vegetação e toda a aleatoriedade em relação às outras regiões do Brasil.

“Vamos apresentar uma linha do tempo de toda a minha trajetória, com pinturas em técnica com tintas acrílica e óleo, nos moldes que dão característica aos nossos trabalhos ricos em elementos da natureza, com traços marcantes, que contornam os ícones da cultura local e destacam a religião e o calor do nosso estado”, ressalta Ferreira.

Leia Também:  Dia 1º de agosto, os eleitores de Acorizal, Matupá e Torixoréu irão às urnas novamente para eleger um novo prefeito e seu vice

Segundo a diretora do Condomínio Arboreto Eco Ville, Luciane Francio, a admiração pelas obras emblemáticas do artista, que representam a fortuna cultural que circunda o Estado e sua dimensão social e simbólica, foi o fator determinante para receber a exposição. “Acreditamos na importância da arte como ponto que aguça nossos sentidos. Por isso, escolhemos o Adriano como referência para as obras feitas especialmente para o condomínio”, destaca.

*Sobre Adriano Ferreira*
Adriano Figueiredo Ferreira nasceu em Cuiabá e tem as curvas como fundamento de sua arte. Ele se utiliza de movimentos sinuosos para contar histórias. Com exposições importantes na Capital, ganhou notoriedade ao extrapolar os limites de seu estado expondo em Portugal, participando de duas coletivas em Miami, na Art Lab Galery, em São Paulo. Pelo Sesc expôs em Cuiabá e Rondonópolis. Artista selecionado no Salão Jovem arte Mato-grossense e para o Amazônia das Artes 2020, onde sua exposição “Convertendo em Curvas” vai circular por três estados brasileiros.

COMENTE ABAIXO:

CULTURA

Live Dança Brasil será apresentada neste domingo

Publicados

em

Por

JB News 

Por Malu de Souza

As manifestações folclóricas de cinco regiões brasileiras serão apresentadas através de Live neste domingo, 01 de agosto, ás 8h, 10h, 17h e 20h, com uma hora de duração cada, pelo dançarino Michel Brito, e transmitida por meio das redes sociais, Instagram e YouTube do dançarino.

O evento que marca a abertura do mês do folclore, será realizado através do projeto da Lei Aldir Blanc, aprovada pelo Congresso, que foi instituída no ano passado pela Secretaria Especial de Cultura e Ministério do Turismo. Michel Brito foi selecionado por meio do projeto cultural da Prefeitura de Cuiabá.

Durante a Live serão abordados vários pontos com explicações teóricas da cultura popular das regiões brasileiras. Será transmitido o conhecimento sobre as danças populares tradicionais, como principais experiências, o desenvolvimento de ações de manutenção e divulgação da cultura popular brasileira.

Michel ressalta que estes saberes e vivências culturais se dão com a participação efetiva nas atividades realizadas desde o ano de 2010, através da Associação Cultural Flor Ribeirinha e no ponto de cultura Quintal da Domingas, localizados na comunidade de São Gonçalo Beira Rio em Cuiabá.

Leia Também:  Live Dança Brasil será apresentada neste domingo

Através dessas experiências, ele mergulhou em ensino aprendizagem do conhecimento popular estimulado através da dança que tem como influência a ancestralidade indígena, africana e europeia expressa no Siriri, Cururu, Rasqueado e outras formas de manifestações da cultura popular.

O dançarino que integra o grupo de dança Flor Ribeirinha, já participou de intercâmbio cultural em vários festivais nacionais e internacionais de danças populares.

Junto com o grupo, o dançarino participou do Festival Internacional de Dança de Joinville em 2013, do Festival Internacional de Folclore do Ceará em 2015, no evento das Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016, no Festival Terranostra na Itália em 2015, no Festival Internacional de Dança da Coréia do Sul em 2016, no Festival Internacional de Dança da Turquia em 2017, onde o grupo Flor Ribeirinha conquistou o prêmio mundial. Em 2018, participou de apresentação na Rússia e França. Posteriormente integrou a turnê nos Festivais na Bélgica, Holanda, França e Alemanha em 2019. Este ano, participou de forma remota do Festival Internacional de Danças Folclóricas da Polônia.

Leia Também:  Mato Grosso nos trilhos do progresso

Além das apresentações nos festivais da cultura no território nacional e internacional, Michel Brito, também integra os projetos de formação de novos dançarinos do grupo Flor Ribeirinha. ‘trocando experiências e saberes, contribui para a formação de jovens e adultos na aprendizagem e desenvolvimento motor, cognitivo e afetivo’, destaca o dançarino, oportunizado pela tradição e processos de criação de espetáculos artísticos.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA