Economia

Sonegação Fiscal dos combustíveis em MT passa de 600 milhões por ano, é o terceiro pior em qualidade

Publicados

em

Sonegação Fiscal dos combustíveis em MT passa de 600 milhões por ano é o terceiro  o pior em qualidade

JB News

Da Redação

 

O deputado estadual e relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de Sonegação e Combate e Renúncia  Fiscal na Assembleia Legislativa de  MT, Carlos Avalone (PSDB), disse em entrevista nesta terça-feira 11, no Programa Tema Livre que vai ao ar todas as terças-feiras  ao vivo no canal de 16.1 da TVG, que as investigações sobre a sonegação fiscal do combustível em MT  detectou que mais  de 600 milhões  de reais por ano são sonegados no Estado pelos empresários do setor de combustível.

Segundo o deputado, o próprio sindicato (SINDIPETRÓLEO) vem denunciando a sonegação no Estado muito tempo, em Mato Grosso existem cerca de 30 distribuidores de combustíveis que geram dúvidas quanto as sua atuação, disse também que além da sonegação fiscal, das evasões existem também as adulterações nos produtos comercializados na praça.

Veja aqui a entrevista Completa:

TEMA LIVRE

Hoje no programa TEMA LIVRE, os entrevistados são, deputado Carlos Avalone e o professor de direito Thiago Coelho.Na bancada de entrevistadores o Empresário Adauton Tuim e o Jornalista, Jota de Sá (JB News).Na sua participação via WhatsApp, (65) 9.9944-9988 ela Neide Santus (Rádio EstaçãoVG)DIA 11 DE FEVEREIRO DE 2020

Posted by TVG – A Tv Várzea Grande on Tuesday, February 11, 2020

“Se conseguíssemos diminuir essa sonegação, podemos reduzir drasticamente a alíquota do Imposto Sobre Circulação de Serviços e Mercadorias (ICMS) que incide sobre os combustíveis no Estado”, disse.

Leia Também:  Pesquisa mostra terceira queda na intenção de consumo das famílias em Cuiabá

Avalone informou que na CPI foram feitas às investigações como também realizou um estudo dos impactos gerados que vai acompanhado de várias propostas para fechar os caminhos da sonegação, propostas tanto para o governo do estado, quanto para o Ministério Público (MP), para Assembleia Legislativa através de lei e para a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) relacionado à aferição da qualidade dos combustíveis.

Informou também sobre a criação de uma comissão que irá acompanhar durante seis meses a atuação e execução dessas ações em conjunto.

Quanto à qualidade dos combustíveis o deputado informou que foi detectado que Mato Grosso tem o terceiro pior combustível, só perdendo para Amapá, motivo pelo qual a UFMT que tinha como responsabilidade fazer o controle do produto, perdeu a certidão que a liberava o convênio para função, existem somente três Estados brasileiros que não tem laboratórios habilitados pela ANP para fazer este tipo de avaliação “e o nosso Estado estava entre eles, e agora como medida será reenquadrar a UFMT para realizar este tipo de serviço”, destacou.

Leia Também:  Fórum Agro pede a AL novo estudo do Zoneamento Socioeconômico e Ecológico

Mato Grosso tem o imposto mais caro da região Centro Oeste, cerca de 17% são taxados em cima do ICMS do diesel, enquanto Goiás taxa em 14% e Mato Grosso do Sul em 12%, pela opinião do deputado o custo MT é superior aos dos vizinhos e isso atrapalha ainda mais o desenvolvimento na produção em MT. Na gasolina é cobrado cerca de 25% e do álcool em torno de 12,5% no consumo no mercado interno, e para o mercado externo é taxado em 7%.

O relatório da CPI da sonegação fiscal dos combustíveis em MT foi entregue nas mãos do governador Mauro Mendes nesta segunda-feira 10, com diversas propostas e apontamentos relacionados a investigação , o relatório ainda não foi divulgado.

 

 

 

 

 

COMENTE ABAIXO:

Economia

200 vagas de emprego em Cuiabá e Várzea Grande estão abertas para seleção

Publicados

em

Por

Fort Atacadista abre mais de 200 vagas em Cuiabá e Várzea Grande; seleção começa nesta terça (11)

Rede vai selecionar profissionais para a nova loja na saída para Chapada

Em ritmo de expansão em Mato Grosso, a rede Fort Atacadista, bandeira de atacarejo do Grupo Pereira, está recrutando profissionais para a nova unidade de Cuiabá que será inaugurada nos próximos meses. Ao todo, são mais de 200 vagas disponíveis para diferentes cargos. A quarta loja da rede no Estado está em fase de obras e fica na saída para Chapada dos Guimarães.

As seletivas acontecem em Cuiabá, das 8h às 12h e das 13h30 às 18h, com entrega de senhas, nos seguintes dias:
– 11, 12 e 13 de maio: Paróquia Divino Espírito Santo (Rua Jornalista Amaro de Figueiredo Falcão, 622, bairro CPA I);

– 19 e 20 de maio: Creche Rosa Mutran Maluf (Rua 22 de Novembro, bairro Jardim União) para abranger as comunidades em torno da obra.
Serão atendidas 150 pessoas por período.

Todas as vagas têm como requisito obrigatório o Ensino Médio completo com comprovação. Os interessados devem comparecer presencialmente com currículo impresso, documento com foto e utilizando máscara facial de proteção. As oportunidades se estendem para Pessoas com Deficiência (PCD).

Leia Também:  Sobre ser mãe em meio a uma pandemia

Vagas disponíveis:
– Conferente;
– Técnico de carnes;
– Repositor;
– Cartazista;
– Cozinheira;
– Auxiliar de cozinha;
– Auxiliar de perecíveis (açougue, congelados e hortifruti);
– Auxiliar de manutenção;
– Auxiliar de estacionamento;
– Auxiliar de prevenção;
– Operador de caixa;
– Operador de empilhadeira.

OUTRAS VAGAS

O Fort Atacadista também está com vagas de emprego abertas para cargos nas lojas já existentes em Cuiabá e Várzea Grande. As oportunidades são para as funções de operador de caixa, repositor de loja, repositor noturno, auxiliar de prevenção, promotor de cartão Vuon Card, técnico em manutenção e operador de empilhadeira noturno. As lojas também oferecem vagas para pessoas com deficiência (PCD).

Os requisitos exigidos são possuir RG/CPF, Carteira de Trabalho Digital e Ensino Médio Completo. Para a função de operador de empilhadeira noturno é preciso possuir CNH, curso de operador de empilhadeira, Trabalho em Altura (NR-35), experiência na área e disponibilidade para trabalhar no período noturno.

Pretendentes ao cargo de promotor de cartões, além do Ensino Médio completo, precisam ter disponibilidade de horário e conhecimento básico em informática. Experiência em vendas para essa função conta como diferencial.

Leia Também:  Kalil entrega 15 milhões em obras e anuncia construção de novo pronto socorro para Várzea Grande

O processo seletivo aos interessados ocorrem todas as segundas-feiras, às 14h, nas lojas do Fort Atacadista em Cuiabá, nas Avenidas Miguel Sutil e Fernando Corrêa da Costa e, em Várzea Grande, na avenida da FEB. O candidato pode procurar a unidade mais próxima da sua residência.

Interessados nas vagas de operador de empilhadeira noturno e repositor noturno devem comparecer na loja Fort Atacadista da Miguel Sutil. Já os concorrentes à vaga de promotor de cartões devem comparecer ao Comper da Prainha, ao lado do Ginásio São Gonçalo.

O Grupo Pereira atua no varejo e atacado com as bandeiras Comper, Fort Atacadista e Bate Forte. São mais de 15 mil funcionários nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, São Paulo e no Distrito Federal.

Luciane Mildenberger
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA