Policial

Sesp-MT lança E-denúncias e permite comunicação de crimes pela internet

Publicados

em

Diferencial da ferramenta E-denúncias é a possibilidade de anexar fotos, vídeos e áudios e acompanhar o andamento da denúncia

Nara Assis | Sesp-MT

E-denúncias – Foto por: Assessoria / Sesp-MT

E-denúncias

A | A

A partir de agora, qualquer denúncia de crime em Mato Grosso pode ser feita pela internet, além dos Disques 197 e 181. O serviço é disponibilizado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), pelo site https://portal2.sesp.mt.gov.br/e-denuncias, e integra o programa Mais MT, do Governo do Estado, dentro do Eixo Tolerância Zero. O anonimato do denunciante é totalmente garantido.

O projeto foi desenvolvido pela Superintendência de Tecnologia da Informação (STI) da Sesp-MT, em parceria com o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), pensando no uso de dispositivos móveis (celular, tablets, etc.). Dessa forma, ele é responsivo, ou seja, adequa-se às diversas resoluções de telas, alcançando assim maior participação dos cidadãos.

O interessado pode acessar direto, digitando o endereço no navegador de internet, ou clicando no link E-denúncias, localizado no canto superior direito do site da Sesp-MT. A ferramenta também é disponibilizada no ícone Cidadão, na barra de Serviços do site da Secretaria.

O diferencial da ferramenta é a possibilidade de anexar fotos, vídeos e áudios (limitados ao tamanho máximo de 2MB) que complementem o relato sobre o crime denunciado. Além disso, será gerado um número de protocolo para a pessoa acompanhar o andamento da denúncia. Os status podem ser: pendente (quando ainda será encaminhada); procedente (quando foi iniciada investigação) ou improcedente (quando não há elementos suficientes para investigar).

Leia Também:  PL obriga prefeitura a divulgar andamento de obras públicas

Após o recebimento das informações, o Ciosp fará o encaminhamento às unidades da Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), conforme a natureza criminal. “É importante ressaltar que o site é voltado para denúncias, da mesma forma como são feitas pelos Disques 197 e 181, pois em casos de emergência o 190 deve ser acionado”, explica a gerente de Denúncias Anônimas do Ciosp, Daise Beckmann Luck.

Ela ressalta ainda que o site é mais uma opção que visa aumentar a participação da população na identificação e resolução de crimes no estado. “É muito importante contar com o apoio dos cidadãos, e o E-denúncias colabora com a ampliação do acesso e da transparência”.

Entre os crimes possíveis de fazer a denúncia online, estão: tráfico de drogas; crimes ambientais; homicídio; localização de pessoa desaparecida; violência contra a mulher, criança e idoso; estelionato, entre outros. Este campo não foi limitado no preenchimento, porque muitas vezes a natureza criminal é desconhecida pelo denunciante.

O único campo obrigatório no preenchimento de dados da pessoa que faz a denúncia é o município. No entanto, para ter melhor efetividade, o Ciosp orienta que a pessoa saiba: relatar o crime; onde ocorre(u) ou ocorrerá o crime; quando ocorre(u) ou ocorrerá o crime; quem são os envolvidos (Suspeito/Autor – Vítima) no crime; onde podem ser localizados os envolvidos.

Leia Também:  Seis criminosos são indiciados por extorsão mediante sequestro e morte de aposentado em Cuiabá

No canto direito superior do site, a Sesp-MT disponibiliza opções de acessibilidade, incluindo um link para acesso a uma ferramenta de tradução automática de páginas da internet para linguagem de libras.

Este é o primeiro projeto que possui a arquitetura inteira direcionada a exposição de serviços, facilitando integrações com novos produtos do Estado. Inclusive, consta como próxima atividade do roadmap (mapa de organização das metas de desenvolvimento de software) a disponibilização destes serviços no MTCidadão.

Trote é crime

O Ciosp recebeu, só no primeiro semestre de 2021, pelos Disques 197 e 181, 3.673 denúncias anônimas. A expectativa é que o número aumente nos próximos meses, com a implantação do E-denúncias. É importante lembrar que trote é crime previsto em lei. Qualquer tipo de falsa comunicação de crime ou de contravenção se enquadra no artigo nº 340 do Código Penal, cuja pena é detenção de um a seis meses ou multa.

Os trotes não só prejudicam o trabalho das forças de segurança, como também geram prejuízo ao Estado, principalmente quando há o deslocamento de viaturas e de servidores das forças de segurança.

COMENTE ABAIXO:

Policial

Aeronave é apreendida com quase 300 kg de cocaína durante operação em Poconé

Publicados

em

Por

Prejuízo total ao crime foi estimado em R$ 7 milhões, sendo a maior parte referente ao entorpecente

Nara Assis | Sesp-MT

Cocaína apreendida em aeronave, em Poconé – Foto por: Ciopaer

Uma aeronave foi apreendida com 278,51 kg de cloridrato de cocaína, na zona rural de Poconé (100 km ao Centro-Sul de Cuiabá), neste domingo (1º/08). A ação contou com a participação da Polícia Federal, Grupo Estadual de Segurança na Fronteira (Gefron), Polícia Militar (PM-MT) e Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

A aeronave de asa rotativa modelo Robson R44 foi encontrada durante uma operação deflagrada com o objetivo de combater organização criminosa envolvida com tráfico internacional de drogas realizado por via aérea. O esforço conjunto visa à repressão a voos ilícitos de pequenas aeronaves carregadas com drogas oriundas dos países produtores vizinhos.

Ao aproximar das coordenadas, a equipe do Ciopaer visualizou a aeronave R44 de matrícula PT-RMM, parcialmente destruída. Buscas nas proximidades foram feitas, em um raio de 10km, sem êxito na localização de suspeitos. Após pouso eventual e constatação de não haver vítima a bordo nem indícios de pessoas feridas, foi realizada apreensão de toda a substância.

Leia Também:  Gaeco denuncia 18 pessoas em Cuiabá por esquema de falsificação e venda de diplomas

A ação contou ainda com apoio de policiais dos estados de Mato Grosso e Paraná. Diligências continuam para desarticulação de toda a organização criminosa. Os materiais foram encaminhados para a Polícia Federal de Cuiabá, para providências cabíveis.

O prejuízo total ao crime foi estimado em pouco mais de R$ 7 milhões (R$ 7.375.000,00), sendo R$ 6.950.000,00 referentes ao entorpecente e R$ 425 mil relacionado à aeronave.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA