Policial

Secretário Breno Gomes diz não ter envolvimento em esquema de fraudes em terrenos de VG

Publicados

em

JB News

Por  Alisson Gonçalves

O Secretario Municipal de Serviços Públicos de Mobilidade Urbana Breno Gomes, emitiu uma nota a imprensa para prestar esclarecimento sobre por caso onde ele foi indiciado pela Polícia Civil (PC), por estelionato, falsificação e peculato, em um suposto esquema de registro de terrenos não legalizados que eram vendidos em VG.

Em nota a defesa do secretario, disse que ele foi ouvido pela Polícia Civil, e que Breno não tem participação alguma nos crimes apresentados, e estaria aberto a prestar qualquer tipo de esclarecimento relativo a sua pasta que não lida com imóveis de terceiros ou mesmo público.

Como já informado anteriormente, o presidente da Câmara de VG Fábio Tardin, o vereador Pedro Paulo Tolares (UB).o seu filho Jefferson da Silva Tolares, conhecido em VG como “Gordinho”,o secretário municipal de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, Breno Gomes, o empresário Carlos Henrique Morgado Rodrigues, conhecido como “Carlinhos do Gela Guela”, o inspetor de tributos municipal Freide da Costa Figueiredo, e ainda um homem identificado como José Carlos Rodrigues, também foram indiciados.

Leia Também:  Gaeco prende em flagrante secretário Adjunto Sistêmico da Casa Civil de MT

Todos eles eram investigados por, venderem terrenos não legalizados em VG. O esquema funcionava assim, eles visitam o terreno que não estava legalizado,   e então passavam o terreno para seus nomes e nomes de terceiros em seguida era feito a vendas dos lotes.

Em 2021 a polícia recebeu uma denúncia de que funcionários da prefeitura de VG, estariam envolvidos no esquema de vendas de terreno, ainda na época Jeferson Tolares o “Gordinho “chegou a receber uma quantia no valor de R$ 50 mil do terreno vendido, essa quantia era dividido entre ele e coordenador do setor de IPTU da prefeitura identificado como Freire ele que mexia na documentação.

Entre os bairros que eram feitos às vendas dos terrenos está: Jardim Glória, no Residencial Jacarandá e próximo à ponte Mário Andreazza, entre outras regiões em Várzea Grande.

Veja a nota da defesa de Breno Gomes:👇

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A defesa de Breno Gomes vem a público externar que o mesmo foi ouvido no inquérito policial que investiga possível crime de estelionato, falsificação e peculato, perpetrado contra proprietários de terrenos e que contaria com a participação de autoridades e servidores municipais, como testemunha, em vista de um dos servidores públicos investigados se encontrar lotado na pasta de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, da qual ele é titular.
Reafirma ainda que não conhece, nem tem participação alguma e está como autoridade pública aberto a prestar esclarecimento de qualquer natureza, relativo a sua pasta, que não lida com imóveis de terceiros ou mesmo público.

COMENTE ABAIXO:

Policial

Seis membros de facção criminosa que chegaram invadindo bar e atirando são denunciados por tentativa de homicídio qualificado em sorriso

Publicados

em

Por

SORRISO

Seis integrantes de facção criminosa são denunciados por tentativa de homicídio qualificado

JB News 

Por Nayara Cristina 


O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da 2ª Promotoria de Justiça Criminal de Sorriso, ofereceu denúncia contra seis integrantes de facção criminosa. O grupo vai responder por organização criminosa e tentativa de homicídio qualificada. Foram denunciados: Alisson Monteiro da Silva, Douglas da Silva Costa, Daniel Toscano da Conceição, Jhonatan Toscano da Conceição, João Victor Ramos de Araújo e Tonny Richard da Silva Lima.

De acordo com o MPMT, por volta da meia-noite do dia 23 de maio deste ano, os denunciados invadiram um estabelecimento comercial e efetuaram diversos disparos de arma de fogo contra Rodrigo Carneiro Cruz. No momento do crime, outras duas pessoas também foram atingidas. Todas as vítimas receberam atendimento médico e sobreviveram.

Segundo o autor da denúncia, promotor de Justiça Luiz Fernando Rossi Pipino, um dos integrantes da organização também foi atingido no momento da ação e foi preso em flagrante. Do grupo, um encontra-se preso, outro ganhou a liberdade após revogação da prisão pelo Juízo local, três estão com mandado de prisão em aberto e o sexto foi vítima de homicídio em outra ocorrência, pouco tempo depois.

Leia Também:  Gaeco prende em flagrante secretário Adjunto Sistêmico da Casa Civil de MT

A disputa entre facções no município de Sorriso tem motivado a prática de diversos crimes. Em menos de 15 dias, 11 homicídios foram registrados no município.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA