Economia

Projeto de viveiros contribuirá para reestruturação de áreas degradadas no Pantanal de MT e geração de renda para comunidades 

Publicados

em

 

Iniciativa do Sesc Pantanal e Wetlands International será desenvolvida em Poconé e Barão de Melgaço 

Com a produção de sementes nativas do Pantanal, o projeto “Rede de mudas e sementes pantaneiras” irá contribuir com a regeneração das matas ciliares e a reestruturação de áreas e ecossistemas degradados na porção norte do bioma. A inciativa do Polo Socioambiental Sesc Pantanal e da Wetlands Internacional conta com sete parceiros para o desenvolvimento dos viveiros comunitários em Poconé e Barão de Melgaço, em Mato Grosso, que terá início ainda este ano.

A implantação de dois viveiros permanentes permitirá produzir mudas de alta qualidade e sistema de manejo para coleta de sementes de espécies vegetais nativas. A primeira etapa do projeto, com duração de 10 meses, prevê a produção de 40 mil mudas por viveiro, em uma área de meio hectare, empregando mão-de-obra de famílias em cada comunidade, com dedicação de meio período por dia, todos os dias na semana.

De acordo com a superintendente do Sesc Pantanal, Christiane Caetano, a instituição consumirá cerca de 20 mil mudas por comunidade na primeira produção. “O restante será comercializado para fazendas, parques e outras áreas privadas e públicas”,

Leia Também:  TCE-MT e Fiemt apontam para desenvolvimento econômico e social como resultado de Auditoria sobre Receitas

explica.

A produção de mudas em viveiros será complementada com a criação da rede de sementes, que permitirá a inclusão de mais famílias no sistema de manejo para coleta de sementes. O ciclo de obtenção das sementes é menor, cerca de quatro meses, e permitirá geração de renda entre os ciclos de produção das mudas. A produção pretendida de sementes é de 2 toneladas ao ano. Para a coleta, serão cadastradas, além das unidades do Polo socioambiental Sesc Pantanal, áreas privadas do entorno dos viveiros e públicas de Poconé e Barão de Melgaço.

Em reunião realizada nesta quarta-feira (7 de abril), a superintendente do Sesc Pantanal apresentou o projeto ao prefeito de Poconé, Tatá Amaral, para o planejamento das atividades. “Ficamos satisfeitos por sermos lembrados pelo Sesc para mais uma parceria, que vai atender a Comunidade Capão do Angico, onde já tem um trabalho firmado com a cerâmica. Ou seja, só vai fortalecer a renda das famílias. Agradecemos pela parceria e desejamos que venham outras mais, para atendermos as demandas do município”, avalia o prefeito.

Leia Também:  Almerinda e Duda Mezavila lançam brincadeira com 40 prêmios no dia das mães

Projeto desenvolvido pelas comunidades 

Os dois viveiros serão construídos por meio de parcerias, em áreas públicas cedidas pelas prefeituras na Comunidade Capão do Angico (Poconé) e em São Pedro de Joselândia (Barão de Melgaço), para uso comunitário das famílias participantes do projeto. Além dos viveiros, serão construídos poços para irrigação e depósito para armazenamento e beneficiamento das sementes.

“O projeto oportunizará às famílias das duas comunidades fonte de renda à curto prazo para prover seus meios de vida, por meio da comercialização da produção estimada. A médio e longo prazo, o projeto da rede de mudas e sementes pantaneiras poderá ser uma alternativa para a manutenção e sustentabilidade das pessoas que vivem nessas comunidades, evitando o êxodo para áreas urbanas”, ressalta a superintendente do Sesc Pantanal.

COMENTE ABAIXO:

Economia

200 vagas de emprego em Cuiabá e Várzea Grande estão abertas para seleção

Publicados

em

Por

Fort Atacadista abre mais de 200 vagas em Cuiabá e Várzea Grande; seleção começa nesta terça (11)

Rede vai selecionar profissionais para a nova loja na saída para Chapada

Em ritmo de expansão em Mato Grosso, a rede Fort Atacadista, bandeira de atacarejo do Grupo Pereira, está recrutando profissionais para a nova unidade de Cuiabá que será inaugurada nos próximos meses. Ao todo, são mais de 200 vagas disponíveis para diferentes cargos. A quarta loja da rede no Estado está em fase de obras e fica na saída para Chapada dos Guimarães.

As seletivas acontecem em Cuiabá, das 8h às 12h e das 13h30 às 18h, com entrega de senhas, nos seguintes dias:
– 11, 12 e 13 de maio: Paróquia Divino Espírito Santo (Rua Jornalista Amaro de Figueiredo Falcão, 622, bairro CPA I);

– 19 e 20 de maio: Creche Rosa Mutran Maluf (Rua 22 de Novembro, bairro Jardim União) para abranger as comunidades em torno da obra.
Serão atendidas 150 pessoas por período.

Todas as vagas têm como requisito obrigatório o Ensino Médio completo com comprovação. Os interessados devem comparecer presencialmente com currículo impresso, documento com foto e utilizando máscara facial de proteção. As oportunidades se estendem para Pessoas com Deficiência (PCD).

Leia Também:  Cuiabá passa a ser referência em Salão Boutique

Vagas disponíveis:
– Conferente;
– Técnico de carnes;
– Repositor;
– Cartazista;
– Cozinheira;
– Auxiliar de cozinha;
– Auxiliar de perecíveis (açougue, congelados e hortifruti);
– Auxiliar de manutenção;
– Auxiliar de estacionamento;
– Auxiliar de prevenção;
– Operador de caixa;
– Operador de empilhadeira.

OUTRAS VAGAS

O Fort Atacadista também está com vagas de emprego abertas para cargos nas lojas já existentes em Cuiabá e Várzea Grande. As oportunidades são para as funções de operador de caixa, repositor de loja, repositor noturno, auxiliar de prevenção, promotor de cartão Vuon Card, técnico em manutenção e operador de empilhadeira noturno. As lojas também oferecem vagas para pessoas com deficiência (PCD).

Os requisitos exigidos são possuir RG/CPF, Carteira de Trabalho Digital e Ensino Médio Completo. Para a função de operador de empilhadeira noturno é preciso possuir CNH, curso de operador de empilhadeira, Trabalho em Altura (NR-35), experiência na área e disponibilidade para trabalhar no período noturno.

Pretendentes ao cargo de promotor de cartões, além do Ensino Médio completo, precisam ter disponibilidade de horário e conhecimento básico em informática. Experiência em vendas para essa função conta como diferencial.

Leia Também:  Pesquisa mostra terceira queda na intenção de consumo das famílias em Cuiabá

O processo seletivo aos interessados ocorrem todas as segundas-feiras, às 14h, nas lojas do Fort Atacadista em Cuiabá, nas Avenidas Miguel Sutil e Fernando Corrêa da Costa e, em Várzea Grande, na avenida da FEB. O candidato pode procurar a unidade mais próxima da sua residência.

Interessados nas vagas de operador de empilhadeira noturno e repositor noturno devem comparecer na loja Fort Atacadista da Miguel Sutil. Já os concorrentes à vaga de promotor de cartões devem comparecer ao Comper da Prainha, ao lado do Ginásio São Gonçalo.

O Grupo Pereira atua no varejo e atacado com as bandeiras Comper, Fort Atacadista e Bate Forte. São mais de 15 mil funcionários nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, São Paulo e no Distrito Federal.

Luciane Mildenberger
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA