OPINIÃO

Procedimento estético deve realçar sua beleza não transformá-la em outra pessoa

Publicados

em

Todos os dias aparecem novos procedimentos aliados a novas técnicas que prometem o visual dos sonhos. Como aumentar mandíbula, afinar nariz, aumentar os lábios, aumentar as bochechas, paralisar aquela rugas, preencher as olheiras, diminuir as pálpebras, a papada, etc e tal. Porém vale a pergunta? Será que preciso de tudo isso? Ou será que me deixei levar por modismos?

Nós cirurgiões plásticos temos como prática ouvir as queixas da paciente o que ela quer o que a incomoda para depois fazer uma análise do que realmente é apenas seguir o modismo ou se é necessidade da paciente e ainda o que realmente deixe seu rosto em harmonia.

Nossa função é realçar o que a pessoa já tem de bonito e muitas vezes precisa de um simples retoque para que a beleza existente fique visível aos olhos da própria paciente.

É importante que sempre que você receba um ‘diagnóstico’ de vários procedimentos que faça uma segunda avaliação. Não se deixe levar e nem faça um procedimento que você tem pouca informação e ainda com profissionais que não sejam habilitados só porque ‘sua amiga’ fez não quer dizer que seja também a sua necessidade.

Leia Também:  Maurício Munhoz e o livro O Avanço do Agronegócio em Mato Grosso

É comum na mídia ver casos de pacientes que ficaram com o rosto deformado ou por ter injetado produtos de mais, ou por contaminação, reação alérgica ou ainda inabilidade do profissional que está aplicando.

Por isso é importante pesquisar o procedimento a que tem interesse em se submeter, consultar profissionais habilitados para tirar todas as dúvidas, e se ainda assim não tiver certeza, pegue uma segunda opinião. Não faça nada em local que não seja um local apropriado como um consultório.

E lembre-se, um procedimento estético tem como função realçar o que você já tem de bonito, não torna-lo outra pessoa.

Benedito Figueiredo Junior é cirurgião plástico na Angiodermoplastic. CRM 4385 e RQE 1266. Email: drbeneplastica@gmail.com

COMENTE ABAIXO:

OPINIÃO

Sobre ser mãe em meio a uma pandemia

Por Max Russi

Publicados

em

Por

Ninguém imaginou o impacto profundo que a pandemia traria nas relações pessoais e familiares no mundo todo. O próprio termo pandemia demorou até ser oficialmente aceito, junto com a necessidade global de tomar precauções e medidas para barrar o contágio. E cá estamos nós, dois anos de luta contra um inimigo que não tem rosto, só existe pelo rastro de destruição deixado. O conhecido comportamento de mãe deu espaço ao cuidado em fazer aquilo que nenhum filho espera ou quer, manter distância. Muito mais que momentos perdidos, pois esses podem ser substituídos, perdemos mais de 400 mil filhos, filhas, mães, avós e uma infinidade de famílias que poderiam estar comemorando mais um dia das mães amanhã.


Embora a data de amanhã seja festiva e especial para muitas pessoas, não seria justo esquecermos de todos que não terão o que comemorar, seja pela perda de um ente querido ou até mesmo pela situação crítica financeira que enfrenta por conta da falta de emprego. Nesse ponto surge uma oportunidade de fazer a diferença pra valer, com políticas públicas que ajudarão mais de 100 mil famílias de Mato Grosso. Estou falando do Ser Família Emergencial, um programa que fará distribuição de recursos para famílias que estão abaixo da linha de pobreza, serão 75 milhões de reais até o fim do programa, sendo que destes, 10 milhões serão empenhados utilizando as economias realizadas pela ALMT em 2021, atendendo todos os municípios do estado.

Leia Também:  Reflexões pandêmicas e fluxos criativos dão vida à mostra assinada por jovens artistas de Mato Grosso


Um dos pontos de prioridade do programa é ser feito o pagamento preferencialmente à mulheres. Isso se dá por um motivo simples, mulheres são mães, mães priorizam seus filhos e comprovadamente empregam os recursos visando os que dependem delas, seja na alimentação, vestuário ou brinquedos. Veja, estamos falando de uma característica distintiva inerente a maternidade, mais um motivo para rendermos todas as nossas homenagens aquelas que fazem a diferença por onde passam, que possibilitam o crescimento e ensinam o que é o amor desinteressado que sobrepõe qualquer barreira.
Um feliz Dia das Mães a todos que ainda tem a oportunidade de comemorar esse momento especial.

Max Russi – Presidente da ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA