Policial

“Princesinha macabra” e seus comparsas estão envolvidos em outros assassinatos diz comandante

Publicados

em

JB News

Da Redação

O Comandante da Polícia Militar do município do Lucas do Rio Verde,Tenente-coronel Fernando Carneiro de Souza falou sobre a prisão da jovem conhecida como “princesinha macabra”na tarde ddesta última quarta-feira 02.02.

O comandante destacou  o trabalho para encontrar Emanuely Souza, apos vários dias de investigação,e envolveu a participação de um grande  número de efetivo de  polícias, como Cavalaria,polícia civil,polícia militar, força tática e Ciopaer, para cumpri o mandato de prisão em desfavor da Jovem.

Além da morte do jovem Gediano Silva de 19 anos, que te sua cabeça decepada, e jogada próximo a um container de lixo,  o comandante disse que Emanuely e outros dois suspeitos estão envolvidos também em outros homicídios, o trabalho da polícia não vai parar enquanto não prender todos os criminosos envolvidos no crime.

A policia já identificou os comparsas que estao foragidos.

Vale lembrar que além de responder por homicídio a “Princesinha Macabra”também vai responder por tráfico de drogas. As investigações seguem pela Polícia Civil.

Leia Também:  Mulher de 29 anos é encontrada morta com perfurações de faca no corpo e parte queimada dentro de carro

Ouça a entrevista :👇

 

 

COMENTE ABAIXO:

Policial

Jovem que matou e arrancou o coração da tia é absolvido pela justiça

Publicados

em

Por

JB News 

Por Nayara Cristina 

O juiz Anderson Candiotto de Sorriso-MT, decidiu nesta sexta-feira (24.06),  liberar Lumar Costa da Silva,  o jovem matou friamente sua tia, Maria Zélia da Silva Cosmos, e em seguida arrancou o coração,  vítima.

O caso ganhou  grande repercussão na midia. E nesta sexta-feira Lumar  foi absolvido sumariamente pela Justiça.

As informações são de que o  rapaz é portador de transtorno bipolar, por isso foi considerado inimputável, ou seja, incapaz de compreender que o ato cometido é um crime.

 No texto da decisão, o magistrado pontua que a defesa do rapaz pediu a sua absolvição com base em sua condição de inimputabilidade, a qual foi, inclusive, atestada no exame de insanidade mental.

Candioto reforcou que já havia pontuado em dezembro de 2021, a insanidade mental do rapaz.

“Nesse contexto, reconhecida a existência de conduta típica e ilícita, porém ausente a capacidade de culpabilidade, e desde que a inimputabilidade seja sua única tese defensiva, é possível a absolvição sumária do agente”, destacou  o juiz.

Na decisao o juiz determinou que o jovem fosse encaminhado para um hospital de custódia para um tratamento psiquiátrico, por prazo indeterminado.

Leia Também:  Padrasto é preso acusado de estuprar sua própria enteada de 4 anos

Lumar ficará Internado no  Hospital de tratamento Psiquiátrico  Franco da Rocha, no interior paulista.

O crime aconteceu em 2019, segundo Lumar,  ele usou um cigarro de maconha, e tomou alguns LSD, em seguida foi até a casa da sua tia, roubou cerca de R$ 800,00, na saída começou a ouvir vozes ordenando a cometer o assassinato da tia.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA