VÁRZEA GRANDE

Prefeito Kalil Baracat pede estudos preliminares para realizar concurso público na Guarda Municipal

Publicados

em

JB News

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, autorizou a Secretaria Municipal de Administração, a realizar estudos preliminares para a execução de concurso público para preenchimento de vagas na Guarda Municipal, a primeira instituição deste modelo implantado em uma cidade do Estado de Mato Grosso no ano de 2000, pelo então prefeito, hoje senador da República, Jayme Verissimo de Campos.
O anunciou foi feito durante a entrega de 136 kits de uniformes para o efetivo operacional da Guarda Municipal e Colete a prova de balas e placa balística. Na cerimônia de entrega, na sede da corporação na Avenida da FEB, o prefeito reforçou compromissos de campanha junto a população e aos agentes da segurança municipal e assegurou que os investimentos serão constantes e crescentes e confirmou estudos para abertura de concurso público, mesmo em um cenário financeiro de incertezas provocado pela pandemia.
O conjunto é renovado anualmente e composto por calça, gandola militar (parte superior da farda), duas camisetas, coturno e gorro, adquiridos com recursos próprios do Município e os coletes a prova de balas e placa balística. No próximo mês, serão entregues os uniformes de passeio.


A Guarda Municipal, criada em 2000, é pioneira na segurança pública em Mato Grosso e segue sendo única do Estado habilitada para atuações armada.
Reconhecida pelos resultados oferecidos à cidade, a corporação se tornou um espelho da Administração Pública, reforçando ações junto à população e atuação em conjunto com as demais outras forças policiais como a Militar, Civil, Federal, Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros entre outros no combate a criminalidade. “É uma das mais importantes instituições de Várzea Grande”, defendeu o prefeito. Ainda segundo ele, a GM, “mais que repreender ações ilícitas, se consagra junto á opinião pública pelo serviço social que presta”.
Kalil lembrou que a estruturação da Guarda Municipal está entre seus compromissos de campanha. “Temos entraves legais nesse momento de pandemia que cerceiam alguns investimentos e iniciativas do Poder Público, no entanto, tenho ciência da necessidade de ampliação de efetivo para aumentar a capilaridade da instituição que tem capacidade de contribuir com mais ações sociais e de prevenção junto à população. Mais que compromisso com a Guarda, estruturar a GM, é aumentar a segurança em Várzea Grande”. Como antecipou o Chefe do Executivo Municipal, o concurso público está sendo formatado para oferecer entre 150 a 200 vagas.
“Em 2021, sem colocar em risco a saúde financeira de Várzea Grande, estaremos investimento R$ 200 milhões em obras e serviços que vão impactar em várias frentes de atendimento às demandas da população. Obras grandes, como uma nova UPA na região do Jardim Glória, obras de saneamento básico na ordem de R$ 100 milhões e 100 quilômetros de asfalto novo. Essas são uma das ações já desencadeadas. Temos a missão de resolver todos os problemas da cidade, valorizar os serviços e manter a estruturação da GM. Talvez resolver todos os problemas não seja possível, mas podem ter a certeza que essa gestão trabalha e se dedica arduamente para tudo dar certo, porque além de ter um várzea-grandense como prefeito, existe apoio dos 21 vereadores, da Assembleia Legislativa através dos seus deputados, do governo do Estado na pessoa do governador Mauro Mendes e seus secretários e da Bancada Federal através dos senadores Jayme Campos, Wellington Fagundes e Carlos Fávaro e dos oito deputados federais que tem contribuído com a cidade e com Mato Grosso”.

Leia Também:  Kalil entrega 5,5 km de asfalto e reforça compromisso de solucionar a falta de água em Várzea Grande 


Kalil Baracat, lembrou que abriu um caminho de interlocução com o presidente da República, Jair Bolsonaro, graças ao senador Jayme Campos e que isto resultou nas visitas oficiais dos ministros, da Saúde, Marcelo Queiroga e de Infraestrutura, Tarcísio Freitas, que resultarão em avanços significativos para nossa cidade e nossa população.
RECONHECIMENTO – O secretário de Defesa Social, Alessandro Ferreira da Silva – Pasta a qual à Guarda Municipal pertence –, que é Coronel Reformado da Polícia Militar de Mato Grosso, destaca que o evento de entrega de uniformes é algo bastante simples, mas que tem um impacto positivo na rotina dos agentes. “Resgata a dignidade humana dos Guardas Municipais e é um grande indicador externo de que a prefeitura está investindo na corporação.

A Guarda Municipal ao longo de sua existência conquistou por meio de muito trabalho e resultados o reconhecimento público e político como integrante do Sistema Único de Segurança Pública. Várzea Grande já entendia isso há mais de 21 anos, quando criou a Guarda, uma virada de página no conceito de segurança pública no estado de Mato Grosso”.
O comandante da Guarda Municipal, o GM Alisson Baracat, frisa que a corporação é um espelho da gestão municipal e um dos entes públicos que mais se aproxima da população, em função de sua atuação ‘diuturna’ nos bairros. “O reconhecimento da atuação da GM confirma que nosso trabalho está alinhado com esta gestão. Todos estamos focados em trabalhar muito pela população várzea-grandense”.
O subcomandante, GM Alexander Ortiz, reforça que a GM é atuante junto à sociedade, seja no patrulhamento, como no suporte à mobilidade urbana, pelas operações nos bairros ou ações sociais. “Todos nossos indicadores são positivos. A Guarda é hoje destaque diário na mídia pelo trabalho que realiza”.
A secretária adjunta de Comunicação Social, Ana Cristina Vieira, apontou o trabalho ímpar, idôneo e humanizado prestado pela Guarda Municipal e ressalta a atuação do efetivo feminino da Guarda. “Esse olhar feminino é essencial e se torna um diferencial na atuação diária da corporação, especialmente pelo trabalho junto à Patrulha Maria da Penha e no amparo às crianças e idosos. Meu avô, por exemplo, morador do Centro da cidade, foi um grande entusiasta da GM, desde sua criação”.
O vereador Pablo Pereira, filho do coronel Walter de Fátima Pereira, idealizador e fundador da Guarda Municipal na gestão do então prefeito Jayme Campos, lembra que instituição nasceu de iniciativa visionária dos gestores daquela época – ano 2000 – e que hoje é uma instituição valorizada, reconhecida e que leva o nome de Várzea Grande pelo Estado e pelo País. “Tem estrutura e pessoal capacitado”.
MEDALHISTA – O prefeito parabenizou pessoalmente o atleta e Guarda Municipal de Várzea Grande, Alexander Ortiz, que conquistou a quarta colocação no Campeonato Brasileiro de Jiu-jitsu, realizado em São Paulo, no início deste mês. O GM é também o atual subcomandante da corporação.
Ortiz mostrou com muito orgulho a medalha conquistada no campeonato ao prefeito. “É gratificante ter um atleta que representa nossa Várzea Grande e nosso Estado e mais ainda a nossa Guarda Municipal”. A subida ao pódio garantiu a Ortiz vaga para o mundial deste ano.
Na conversa com o subcomandante, o prefeito destacou o papel social da Guarda. “Nosso subcomandante é um atleta de artes marciais e agora um medalhista. Acredito que teremos mais conquistas aqui na corporação, já que ofertamos judô para crianças e adolescentes da cidade”.
Há dois anos, a Guarda Municipal criou em parceria com Associação Várzea-grandense de Judô o ‘Judô da Guarda’, uma ação social focada em crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade. “Ofertamos uma atividade complementar à escola, aliada à inserção social e ao acompanhamento da evolução motora desses jovens”, explica Ortiz.
As aulas são realizadas na sede da corporação gratuitamente.

Leia Também:  Corujões e sextou vacina VG fará quatro estações de vacinação para todos os públicos inclusive jovens


“Assim como o Teatro de Fantoche, que atua nas unidades da Rede Municipal de Ensino, que de forma lúdica, através de peças que tratam valores, ética e cidadania, também possui o projeto Pedal da Guarda, que tem atraído centenas de pessoas, num convívio de interação e familiar para a prática saudável e esportiva. O Judô da Guarda é uma extensão da atuação pelo social que a Administração pública realiza por meio da Guarda Municipal. São ações que, somadas, tiram as crianças de áreas de perigo e ofertam aprendizado”, ressaltou o secretário.

COMENTE ABAIXO:

COVID-19

Corujões e sextou vacina VG fará quatro estações de vacinação para todos os públicos inclusive jovens

Publicados

em

Por

JB NEWS

Quatro grandes ações de vacinação contra a COVID 19, três Corujões da Vacinação e o ‘Sextou Vacina VG’, serão desencadeadas desta quarta-feira dia 22 até segunda-feira dia 27 de setembro em Várzea Grande. O objetivo é acessar ao máximo de pessoas e oportunizar à população horários e locais diferentes facilitando o acesso à imunização, reforçando ainda a vacinação de jovens de 12 a 17 anos com comborbidades e de 15 a 17 anos sem comorbidades e que estavam pré-agendados e já confirmados, antes da decisão do Ministério da Saúde de suspender a vacinação para jovens.

“Serão quatro dias distintos com pontos fixos e de drive-thru com horários flexíveis e estendidos com o objetivo de facilitar ao máximo a vida das pessoas”, salienta o secretário municipal de Saúde, Gonçalo de Barros, assinalando que a ordem do prefeito Kalil Baracat é dar continuidade, volume e vacinar o máximo de pessoas.

Nesta quarta-feira, dia 22, a vacinação será no ponto fixo do Miniestádio no bairro Jardim dos Estados, no Corujão da Vacinação das 16h às 22h, podendo se vacinar primeira e segunda dose agendadas, a dose de reforço ou terceira dose, para idosos e os adolescentes com comorbidades de 12 a 17 anos e sem comorbidades de 15 a 17 anos.

Dia 23, quinta-feira será a vez da vacinação no drive-thru do Parque Berneck, das 16h às 22h, podem se vacinar aqueles agendados para primeira e segunda dose, a dose de reforço para idosos e também os adolescentes com comorbidades de 12 a 17 anos e sem comorbidade de 15 a 17 anos

Leia Também:  Várzea Grande sediou a abertura do Programa Federal Rios + Limpos

Dia 24, é dia do “Sextou Vacina VG”, ponto fixo no ginásio de esportes “Fiotão”. Serão 16 horas direto, das 8h à meia-noite, vacinando todos os públicos previstos no Plano Nacional de Imunização – PNI do Ministério da Saúde e contemplando os diversos programas implementados em Várzea Grande como o Resgate Cidadão; Plantão da 2ª Dose, Corujão, Corujinha entre outros.

“O ‘Sextou Vacina VG’ é o nosso destaque. Estamos na terceira edição dentro da campanha de vacinação contra a COVID 19, uma nova forma de oportunizar e abrir espaço para que durante o dia inteiro e até à meia noite, as pessoas possam ir vacinar e garantir a imunização que comprovadamente é eficaz. Os públicos contemplados pelos programas municipais de vacinação como o Plantão da 2ª dose; o Resgate Cidadão; Corujão, Corujinha, entre outros em que não há necessidade nem de ter cadastro, basta comprovar ter 18 anos e residir na cidade através do Cartão do SUS, além de ser uma oportunidade para os faltosos contemplam a todos os públicos. Estamos aqui de plantão recebendo de braços abertos a todos. Ainda iniciamos a vacina da população adolescente de 12 a 17 anos com comorbidades e a terceira dose dos idosos e a vacinação de jovens de 15 a 17 anos sem comorbidades”, pontua Gonçalo de Barros.

Leia Também:  Ferrovia faz com que Mato Grosso passe do campo das intenções para a ação, destaca Fávaro

Já na segunda-feira, dia 27, a vacinação será em sistema de drive-thru e fixo na Clínica do UNIVAG, das 16h às 22h. Também vacinando primeira e segunda dose agendadas, a dose de reforço para idosos e os adolescentes com comorbidades de 12 a 17 anos e sem comorbidades de 15 a 17 anos.

“No ‘Sextou Vacina VG’ pessoas acima de 18 anos que não conseguiram fazer o cadastro no site, nós fazemos os cadastros, atualizamos o cartão do SUS e vacinamos. Para isso é necessário trazer documentos pessoais com foto, cartão do SUS e um comprovante de endereço”, lembrou o secretário, frisando que a decisão de manter a vacinação para jovens de 15 a 17 anos sem comorbidades é uma decisão de respeito para com aqueles que se cadastraram e desejam vacinas. “Aguardamos a manifestação oficial do Ministério da Saúde para retomarmos a vacinação dos jovens de 12 a 14 anos, que é uma decisão sensata, ainda mais quando a maioria dos países já analisam vacinar crianças de 5 anos acima”, disse Gonçalo Barros.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA