POLITICA

Podemos destitui presidência por  tentativa de “negociar” partido as escondidas

Publicados

em

 

JB News

A executiva Estadual do Partido Podemos,  liderado pelo deputado federal José Medeiros, destituiu o presidente da executiva municipal de Várzea Grande nesta quinta-feira (17.09), após um grupo de vereadores do partido ficarem revoltados com o presidente Clean Miranda, junto de Bino do Galpão, tentar fazer articulações as “escondidas” nos bastidores, sem a anuência do grupo.

Segundo informações, o agora ex-presidente Clean Miranda junto do grupo aprovaram assinaram na convenção municipal, uma ata, ao qual davam todo o apoio do partido e dos pré- candidatos a vereadores ao empresário Flávio da Frical (PSB), após a desistência do Bino do Galpão de ser o candidato a prefeito por Várzea Grande, nestas eleições municipais, e dias depois, o presidente sumiu do grupo, e foi visto negociando o partido com o pré-candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB).

Diante do fato, em caráter de urgência, o grupo reuniu com a executiva Estadual, e destituiu o presidente Clean Miranda, nomeando a professora Wilcimara Carnelós presidente da executiva municipal, que já responde pelo grupo.

Para alguns componentes da executiva estadual e municipal, é inadmissível esse tipo de comportamento nos dias atuais, onde se fala de construção de uma nova política, um líder de grupo tentar desqualificar um trabalho, e manchar a imagem de um grupo com negociação as escondidas.
O ex-presidente Clean Miranda é acusado pelo grupo de criar uma nova ata, sem reunir a executiva, em apoio a candidatura do Emedebista em Várzea Grande, o que não foi bem visto pelo grupo de candidatos a vereadores que não defendem o pré-candidato por acreditarem na sua proposta.

Leia Também:  Juiz concede liberdade provisória para empresária que comunicou falso sequestro em Várzea Grande

Segundo um líder do grupo, a população está cansada de ser enganada, e criar uma candidatura “fake news” para um município já calejado por desmandos e jogado as traças, não é o que os filiados do partido Podemos, defende.

Para os revoltados , o partido é um dos protagonistas da eleição do presidente Bolsonaro, que defende a ruptura da corrupção na esfera pública, e não comungam diante da falta  grave de postura dos seus líderes que não condizem  com o debate do Partido.
Para a maioria dos filiados, esta  punição serve para todos aqueles que tentarem de uma forma espúria, desqualificar esse debate.
Disse também que a palavra dada ao pré candidato Flavio da Frical será mantido.

Até o fechamento desta nota pública a redação não conseguiu falar com o ex-presidente.

Veja a ata da destituição:

 

 

COMENTE ABAIXO:

CUIABÁ

Reunião da CPI dos Medicamentos que estava prevista para acontecer nesta sexta-feira foi adiada

Publicados

em

Por

JB NEWS

Por Alisson Gonçalves

FOTO : bdnOTICIA

A apresentação do relatório vai acontecer na próxima segunda-feira (06), às 14h.

Na apresentação, o grupo irá relatar as causas encontradas para o montante de medicamentos vencidos encontrados no CDMIC.

No âmbito das investigações foram ouvidas oito pessoas, consideradas peças-chaves no processo: a ex-secretária de Saúde Elizeth Lúcia de Araújo, o servidor público Renault Tedesco de Carvalho, o representante legal da Norge Pharma Patric Pablo Lelis Silva, o ex-coordenador de Licitações da Secretaria de Saúde Valdir Pereira Silva, o ex-diretor financeiro da Secretaria de Saúde Oseas Machado, o gerente de contratos de aditivos da Secretaria de Saúde Taise Moreira de Almeida, o gerente de operações da Norge Pharma Gustavo Henrique Matos, e o coordenador do Centro de Distribuição de Medicamentos e Insumos de Cuiabá (CDMIC)

Ainda de acordo com as informações,o Prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro que foi afastado do cargo,por improbidade administrativa, contratações ilegais na Secretaria Municipal de Saúde e pagamento de valores vedados, a título de prêmio saúde.Também seria ouvido nesta CPI.

Leia Também:  Mauro Mendes diz que ainda vai convesar com Pivetta para continuar na vida pública

A CPI dos Medicamentos foi instaurada em 10 de maio deste ano a fim de apurar a questão referente aos remédios vencidos encontrados estocados no Centro de Distribuição de Insumos e Medicamentos (CDMIC) da capital.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA