Destaque

Oitiva de Silval, Riva e Sérgio Ricardo acontece neste dia 30

Publicados

em

Oitiva de Silval e Riva e Sérgio Ricardo acontece nesta segunda-feira  30

JB News

Por Jota de Sá

 

Está marcada para este próximo dia (30.08), as oitivas do suposto esquema de compra de vaga de conselheiro do Tribunal de Contas de Estado de MT (TCE), que tem como base apurar a denúncia feita na delação premiada do réu Junior Mendonça, onde acusa o Ex-governador Silval Barbosa, e o ex-deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa José Geraldo Riva de ter comprado a cadeira de conselheiro para o também ex-deputado Sérgio Ricardo. Pelas denúncias tudo  com aval do ex-governador Blairo Maggi.

Pelo que se conta na delação, Sérgio Ricardo teria pago 4 milhões de reais pela cadeira do ex- conselheiro Alencar Soares, que foi recebido pelas próprias mãos do empresário Junior Mendonça através de uma transação realizada pela sua factoring. Tudo sendo intermediado pelo ex-secretario Eder Moraes.

As oitivas foram marcadas pelo Juiz Bruno de Oliveira da Vara Especializada em Ação Civil Pública.

Leia Também:  Juiz concede liberdade provisória para empresária que comunicou falso sequestro em Várzea Grande

Em 2014 o Ministro Dias Toffoli do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou busca e apreensão de documentos de todos os envolvidos no suposto esquema. A denúncia de Mendonça desencadeou outras investigações onde forma identificados também que existiria enriquecimento ilícitos de agentes públicos, além de financiamentos irregulares de campanhas eleitorais e lavagem de dinheiro.

Na época o procurador geral da republica Rodrigo Janot, fez um pedido ao então ministro do STF pelo arquivamento das investigações, o que foi feito, o Tribunal Regional Federal (TRF1), através de uma liminar também trancou as investigações na esfera federal do caso, até aparecer a delação do ex- governador Silval Barbosa que além de contar novas provas, continham indícios fortíssimos do esquema. Além de silval Barbosa, Sergio Ricardo também será inquirido por Bruno nesta próxima segunda-feira.

COMENTE ABAIXO:

Destaque

Exame toxicológico para motoristas começa a ser cobrado a partir de 1º de Janeiro de 2022

Publicados

em

Por

JB News

AS Informações são da Rota-Oeste

Foto: POçosnt

A  Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias – ABCR anunciou nesta sexta-feira  que a partir de 1º de janeiro de 2022, todos os condutores que possuem carteira nacional de habilitação (CNH) nas categorias C, D ou E passam a ser fiscalizados quanto à realização do exame toxicológico, independentemente da data de vencimento do documento.

A ausência do exame atualizado, de acordo com a data de vencimento da CNH (conferir tabela no link abaixo), pode resultar em multa e suspensão do direito de dirigir por até três meses. Por isso, é tão importante ficar atento aos prazos e regularizar a situação.

Com a alteração do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), por meio da Lei 14.071, de 2020, desde abril de 2021, os exames toxicológicos precisam ser apresentados para a emissão da primeira CNH ou renovação da CNH nas categorias C, D ou E. É necessário ainda realizar um exame a cada dois anos e meio.

O descumprimento das regras pode resultar em multas aplicadas pelas autoridades de trânsito, caso o motorista seja flagrado trafegando sem o documento. Além disso, há ainda a chamada multa de balcão, que é aplicada no momento da renovação da CNH aos motoristas que exercem atividade remunerada ao veículo (EAR) e têm a carteira de habilitação com vencimento a partir de 12 de outubro de 2023.

Leia Também:  Pinheiro diz que as contratações de profissionais temporários e "Premio Saúde" são de responsabilidade do ex- Secretário Huark Douglas preso na Operação Sangria

Os condutores das categorias C, D e E que não exercem a atividade remunerada não serão penalizados com a multa de balcão. O exame toxicológico periódico, porém, continua sendo obrigatório.

O condutor flagrado dirigindo veículos dessas categorias com exame toxicológico periódico vencido estará cometendo uma infração gravíssima. A multa é de R$ 1.467,35.

Fique atento aos prazos e evite transtornos.

https://www.portaldotransito.com.br/wp-content/uploads/2021/04/Tabela_exame_maior.jpg

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA