Municípios Aplicam

“O Estado envia as vacinas que chegam em MT em até 48h para todas as regiões”, afirma governador

Publicados

em

Mauro Mendes explicou que cabe ao Estado fazer a logística e que tem cobrado mais celeridade das prefeituras

Lucas Rodrigues | Secom-MT

O governador Mauro Mendes – Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT

O governador Mauro Mendes esclareceu que o Governo de Mato Grosso tem enviado para todas as regiões do estado, em no máximo 48 horas, as doses das vacinas contra a covid-19.

Até o momento, Mato Grosso recebeu 618.760 doses de imunizantes do Ministério da Saúde. As vacinas são entregues aos 14 escritórios regionais de Saúde do estado, que ficam disponíveis para retirada pelos 141 municípios.

“É preciso deixar claro: quem aplica as vacinas são as prefeituras. O Governo do Estado não aplica vacina. Quem aplica são as secretarias municipais de Saúde. Em Cuiabá, quem aplica é Cuiabá, em Várzea Grande, quem aplica é Várzea Grande, assim como em qualquer um dos 141 municípios”, explicou, em entrevista à rádio Jovem Pan, na manhã desta sexta-feira (16.04).

Mauro Mendes registrou que tem cobrado das prefeituras e colocado a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) à disposição dos municípios que estejam enfrentando alguma dificuldade na aplicação das doses.

Leia Também:  Mauro Mendes destaca investimento em infraestrutura e as perspectivas do estado para os próximos anos e afirmou que Governo de Mato Grosso tem alavancado o setor econômico e social

“Estamos divulgando toda semana a lista com o ranking de quais prefeituras estão bem e quais estão mal. É preciso que a imprensa e os cidadãos também nos ajudem a cobrar, porque alguns municípios ficam com 1 mil, 2 mil, 10 mil vacinas estocadas por três, quatro, cinco dias. Aí chega outro lote e ainda não acabou de aplicar o lote anterior”, relatou.

De acordo com o governador, é importante que além de aplicar, os municípios também informem a vacinação no sistema do Ministério da Saúde.

“Muitas prefeituras aplicam, mas não alimentam o sistema. E o dado oficial vem do sistema do Ministério da Saúde, que é o mesmo para o Brasil inteiro. Tem prefeitura que está com 100%, 90%, 80% de aplicação, enquanto há prefeituras que estão com 50%, 40%, 30%. Eu já pedi aos prefeitos para reforçarmos isso e já nos colocamos à disposição para ajudar”, afirmou.

O chefe do Executivo Estadual ainda pontuou que o Ministério da Saúde distribui as vacinas aos estados de acordo com a faixa etária, e não pela quantidade da população.

Leia Também:  Gilberto Figueiredo diz que estudos estão sendo feito para saber detalhes da Variante Ômicron e reforça isolamento para conter propagação

“Estados com a população mais jovem, no caso de Mato Grosso, estão recebendo menos vacina do que estados que tem uma população mais idosa. Se todo mundo aplicar 100% das vacinas na primeira fase, o Rio Grande do Sul terá vacinado 50% a mais que Mato Grosso, porque lá tem 50% a mais de idosos. Estados com população mais velha ficam naturalmente na frente do que aqueles que tem população com idade menor”, ressaltou, ao lembrar que o Governo do Estado já comprou 1,2 milhão de doses da vacina Sputnik V e tem cobrado celeridade para a aprovação do imunizante pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

COMENTE ABAIXO:

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA