Saúde

No Brasil um morre de câncer de pele a cada 3 horas alerta especialista

Publicados

em

 

 

RAFAEL SODRÉ ARAGÃO*

 

Entramos no mês do Dezembro Laranja e nele se inicia o período de conscientização para o câncer de pele.

Segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), o câncer de pele representa 30% de todos os tumores incidentes no país. Para o biênio 2018-2019 eram esperados em torno de 170 mil novos casos e quase 4 mil mortes por esta doença.

O aumento crescente, ano após ano, de casos novos chama atenção para mais investimentos em prevenção e terapêutica.

Trata-se de uma doença prevenível e com altas taxas de cura, com diagnóstico precoce.

Podemos resumir em dois tipos de câncer de pele mais comuns. Os tumores não-melanomas e o melanoma.

Os não-melanomas são mais comuns em pessoas com mais de 40 anos, indivíduos com pele clara e com história pessoal ou familiar para câncer de pele.

Eles podem ser escamosos que têm origem na camada mais externa da epiderme, ocorrem mais frequentemente em extremidades ou áreas de cicatrizes ou queimaduras, são responsáveis por 20% dos tumores de pele. Podem se disseminar para camadas mais profundas.

Carcinomas Basocelulares, que são originários das células basais da epiderme, são responsáveis por 75% dos tumores cutâneos, têm sua evolução mais lenta, porém podem levar a danos severos e devem ser tratados de forma adequada.

Leia Também:  Idosos elogiam novo polo de vacinação que já atendeu mais de 1,2 mil pessoas no local

O risco aumentado se dá em pessoas que se expuseram ao sol na infância e adolescência, que tiveram contato com radiações externas e baixa imunidade. Estima-se que 1,9 mil casos de óbitos causados por esse tipo de câncer aconteçam anualmente no país.

O melanoma tem origem nas células chamadas de melanócitos, responsáveis pela cor da pele. Pode aparecer em qualquer parte do corpo além da pele, como mucosas e olho.

Sua principal causa é a exposição solar, bem como câmaras de bronzeamento artificial, além de fatores genéticos. Ele causa mais de 1,7 mil óbitos anualmente no Brasil.

Existem outros tipos de tumores menos comuns, como os linfomas cutâneos de células T e os tumores de células de merkel, que merecem uma atenção especial por parte dos médicos devido ao tratamento multidisciplinar.

Todavia, para se prevenir, é necessária proteção solar com filtros, óculos escuros, camisas, chapéus e protetor labial, principalmente nas crianças e nos adolescentes.

Os sintomas mais comuns para não-melanomas são feridas que descamam, coçam, ardem e sangram. Além de lesões que não cicatrizam em até quatros semanas.

Leia Também:  Festa do cinema brasileiro e mato-grossense: Cinemato começa nesta segunda-feira

Para o Melanoma, os sintomas são lesões escurecidas novas ou que mudam de aspecto com o tempo apresentando bordas irregulares, aumento do tamanho e cor, e podem coçar e sangrar.

O tratamento na maioria dos casos é curativo com a cirurgia. Retirar a lesão na forma oncológica correta leva à cura na maioria dos casos. Em situações mais graves, além da cirurgia, pode-se usar quimioterapias, imunoterapias, terapias alvo ou radioterapia.

Fique atento a qualquer mudança em sua pele. Procure um profissional habilitado na área e lembre-se de que o tratamento correto inicial leva a um melhor prognóstico.

A campanha Dezembro Laranja de 2019, idealizada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, alerta para os sinais do câncer de pele para que a população esteja atenta aos possíveis sintomas e procure, o quanto antes, um profissional médico em busca do diagnóstico.

A ação já acontece desde 2014 no país e espera arrebanhar o máximo de adeptos, entre profissionais da área de saúde, órgãos públicos e a população em geral para divulgar as estratégias de identificação de sintomas e a procurar por ajuda médica.

 

* Rafael Sodré Aragãoé cirurgião oncológico, mestre em Oncologia e atende na Clínica Oncolog

COMENTE ABAIXO:

Cidades

Vacinação da Gripe Influenza H1N1 terá início amanhã nas UBSs de Vera

Publicados

em

Por

 

O público alvo são os idosos acima de 60 anos, as puérperas, as gestantes, os trabalhadores de saúde e as crianças de 06 meses a menores de 06 anos

A Prefeitura Municipal de Vera através da Secretaria de Saúde e Saneamento estará iniciando a vacinação contra a gripe Influenza H1N1 nesta terça-feira (11) nas duas Unidades Básicas de Saúde Sol Nascente e Vida Nova. Os horários de vacinação serão das 07h30 às 11h e das 13h às 16h30. Neste momento os públicos alvos são: idosos de 60 anos acima, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, trabalhadores da área de saúde, gestantes e puérperas que são aquelas mães que estão com 45 dias após o parto.

É muito importante que os pais e responsáveis levem as crianças para serem imunizadas, e que todo o restante do público alvo também procure as Unidades e tomem a vacina. Vale lembrar que para tomar a vacina é importante que as pessoas façam o uso das máscaras de proteção facial e estejam munidas de documentos pessoais, do Cartão do SUS e de vacinas. Se chegarem à UBS e tiver uma fila grande, volte para casa e retorne a unidade em outro dia, para evitar as filas e o tumulto.

Leia Também:  Reflexões pandêmicas e fluxos criativos dão vida à mostra assinada por jovens artistas de Mato Grosso

Em 2020, devido à pandemia do coronavírus, não foi realizado um dia D, no entanto, este ano a Secretaria de Saúde irá realizar em Vera um dia D de Multivacinação, ou seja, no dia D, serão priorizadas as vacinas da gripe Influenza H1N1, e também do Covid-19, o dia escolhido para realizar a multivacinação foi o sábado 22 de maio. Neste dia especial para vacinação os públicos alvo serão para a influenza H1N1 idosos de 60 anos acima, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, trabalhadores da área de saúde, gestantes e puérperas que são aquelas mães que estão com 45 dias após o parto.

E para a vacinação contra o Covid-19, o público alvo são idosos acima de 60 anos.  A expectativa Nacional é imunizar 80 milhões de brasileiros de diferentes grupos prioritários gratuitamente, via o SUS até o dia 09 de junho de 2021.

_____________________________________________________________________________________________________

Primeira parcela do IPTU 2021 de Vera vence hoje

A cada parcela paga em dia o contribuinte concorre ao prêmio de R$ 2 mil reais

A Prefeitura Municipal de Vera através da Secretaria de Administração e Finanças, por meio do Setor de Tributação, já vem ha alguns anos valorizando o contribuinte verense com a campanha do IPTU premiado. Este ano não foi diferente a Administração Municipal aumentou o prêmio, ao todo a campanha irá pagar o valor de R$ 16 mil reais. E o diferencial será o sorteio de R$ 1 mil reais para aqueles que imprimirem a guia de pagamento através da internet direto do site da Prefeitura de Vera.

Leia Também:  Textos e documentos de gêneros variados do poeta Silva Freire passam por processo de catalogação

Os contribuintes que pagaram o IPTU a vista em cota única até o dia de hoje, vão concorrer ao prêmio de R$ 5 mil reais. Já os que optaram por pagar a parcelado irão concorrer a cada parcela paga em dia o valor de R$ 2 mil reais. Hoje dia 10 de Maio vence a primeira parcela, e vale lembrar, aos contribuintes que optaram por pagar o imposto parcelado que é importante que o mesmo seja pago hoje para ele possa concorrer ao prêmio de R$ 2 mil reais. O sorteio do IPTU será realizado no dia 30 de maio, e o nome dos ganhadores serão divulgados.

Para você que ainda não imprimiu sua guia para pagar o imposto clique aqui: http://agiliblue.agilicloud.com.br/portal/vera/#/guiasIptu.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA