Fiscalização

MPE e TCE poderão acompanhar sistema de controle de vacinados em Cuiabá

Publicados

em

Por JAD LARANJEIRA E CELLY ALVES

Fotos Gustavo Duarte

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), já disponibilizou ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) e já assegurou ao Ministério Público Estadual (MPE), o acesso ao link de acesso ao sistema de controle com os dados das pessoas que foram imunizadas até o momento na campanha contra a Covid-19, na Capital.

De acordo com a secretaria da Pasta, Ozenira Félix, houve uma reunião com os conselheiros Moisés Maciel e Guilherme Maluf nesta semana, onde a gestora se dispôs ainda a realizar uma capacitação para os técnicos manusearem o sistema, sem tem qualquer interferência ou dificuldade. O mesmo ocorreu em reunião com o promotor Alexandre Guedes, no MPE, nesta quinta-feira (11).

“Estamos indo a todos os lugares que nos convidam, para que possamos esclarecer e principalmente pedir a população que colabore conosco. Precisamos da colaboração tanto da população, quanto dos órgãos de controle, como sociedade civil organizada nesse combate a pandemia. Não temos o que esconder, tanto que nós demos um link do nosso sistema de controle para o TCE, os técnicos já vão ser capacitados. Nós, ontem, também conversamos com o doutor Alexandre Guedes e vamos disponibilizar para a equipe deles o link do acesso e também uma capacitação. Será feito tudo da melhor forma e com responsabilidade, iremos fazer termos de sigilos e de compromisso para isso também”, afirmou Ozenira.

Leia Também:  Seduc esclarece comunidade sobre mudanças em escolas do Grande Cristo Rei

Além dos dois órgãos de controle, a secretaria se reuniu na manhã desta sexta (12) com o presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, Jucá do Guaraná e o vice Renivaldo Nascimento, para esclarecer dúvidas e também disponibilizar o acesso ao sistema da SMS, bem como ofertar a capacitação a equipe técnica do órgão.

Além disso, a secretaria também ressalta que todas as denúncias de supostas pessoas que estariam “furando filas” estão sendo investigadas e caso comprovada, será aberto um Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD).

“Todas as denúncias que são feitas, onde é aberto um procedimento, que encaminho para nossa equipe, e essa equipe faz a avaliação e damos continuidade. Sendo servidor publico é aberto um PAD, não sendo, vamos estar encaminhando ao Ministério Público. Mas tudo tem que ter uma apuração, há casos que a gente investigou e não procede e casos indícios que vamos estar tomando as providências”, informou.

COMENTE ABAIXO:

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA