Entretenimento

Mostra Internacional de Teatro Infantil está de volta em outubro

Publicados

em

 

A programação é gratuita e as informações podem ser conferidas no site do evento

Direcionada ao público infantil e infantojuvenil, a 8ª Mostra Internacional de Teatro Para a Infância e Juventude (MITI), está de volta em um reencontro com o público, depois de ter ficado pausada em decorrência da pandemia. De 18 a 24 de outubro, a população terá a oportunidade de assistir o que há de melhor produzido em Mato Grosso, Brasília e São Paulo, incluindo um espetáculo internacional argentino. Na capital, as apresentações serão realizadas no Cine Teatro Cuiabá e Parque das Águas, gratuitamente. Também será realizada na capital uma oficina para educadores no Museu de Arte Sacra.

Além de Cuiabá, os municípios de Nobres, Lucas do Rio Verde e Sorriso também serão contemplados com a Mostra, que tem como objetivo atrair a participação de toda a coletividade, abrangendo novas temáticas e abordagens, tudo pautado na linguagem para infância e juventude, com obras que provocam um olhar mais atento para as questões da diversidade, respeito ao próximo, combate ao bullying e aos preconceitos na infância.

De acordo com o organizador do evento, Eduardo Espíndola, o alicerce da MITI se dá através do Agendamento Escolar, que garante a participação dos estudantes de escolas públicas e privadas no convívio com a arte. Pois essa relação na infância pode ter um significado ainda mais marcante para a vida. “Nesta edição, queremos capacitar os professores para atividades do Livre Brincar aplicadas nas escolas, bem como adaptar espaços que proporcionem vivências ricas ao ambiente escolar com construção de brinquedos e emprego de jogos e brincadeiras”, destaca ele.

Leia Também:  Documentário sobre vida e obra de Regina Pena será lançado nesta sexta

Como em todas as edições, a programação foi definida por meio de edital de inscrição público e análise da curadoria. Entre os 10 grupos e companhias selecionadas estão: Cia Vostraz, Painé Santamaria, Teatro Faces, Pequena Companhia da Cidade, Cia Lumiato Formas Animadas, Ilson de Oliveira, Cia Colhendo Contos e Diáspora Negra, Grupo Tibanaré, Mamulengos sem Fronteiras e Cia Aqueles Dois.

Ainda conforme Eduardo, a expectativa de encontro com o público tinha sido adiada desde fevereiro deste ano. “Esse hiato nos fez refletir muito, por isso a prorrogação da Lei Aldir Blanc pela Secretaria Estadual de Cultura Esporte e Lazer (Secel-MT) veio no momento certo. Agora é hora de brincar, afinal, todo dia é Dia das Crianças e Dia das Crianças é todo dia”, declama o organizador.

Além dos aspectos culturais, a MITI também tem preocupação social, e para suprir algumas demandas nesse aspecto, são realizadas duas ações. A primeira é o agendamento escolar, que por meio de convite, dá a oportunidade dos alunos de escolas periféricas irem ao teatro, com data e horário marcados, e a segunda é a campanha de doação de um brinquedo em bom estado como forma de entrada no espetáculo, que posteriormente são doados para instituições de assistência à criança.

Leia Também:  Almerinda e Duda Mezavila lançam bingo gratuito com prêmios em dinheiro neste domingo

“É importante destacar que a MITI também gera impactos econômicos, estimulando a produção artística como alternativa de geração de emprego e renda e o aquecimento do comércio, por meio do consumo de bens e serviços necessários para a realização do projeto”, finaliza Espíndola.

Mais Informações sobre locais, datas e horários das apresentações podem ser conferidas no site da MITI, por meio do link:

https://www.mostrainfantil.com.br

Serviço:

O que: 8ª Mostra Internacional de Teatro Para a Infância e Juventude (MITI)

Quando: De 18 a 24 de outubro de 2021

Onde: Cine Teatro Cuiabá, Parque das Águas, Museu de Arte Sacra e nos municípios de Nobres, Lucas do Rio Verde e Sorriso

COMENTE ABAIXO:

Entretenimento

Exposição Vale dos Dinossauros é aberta no Parque Berneck em Várzea Grande 

Publicados

em

Por

 

No coração do Centro Ecológico de Recreação e Lazer Parque Bernardo Berneck de Várzea Grande foi aberta a exposição “Vale dos Dinossauros”, onde foram instaladas 11 réplicas das mais importantes espécies de dinossauros encontradas pela arqueologia mundial. Entre elas estão o dinossauro Chapadense (Pycnonemassaurus nevese) encontrado na região de Chapada dos Guimarães e o Uberabatitan Ribeiror, o maior dinossauro do Brasil descoberto em Minas Gerais.
A exposição que comemora o Dia das Crianças e da Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, acontece justamente na semana que no Maranhão foi descoberto um fóssil de dinossauro. A descoberta está sendo apontada como uma das mais importantes da ciência.
A abertura da exposição ocorreu com a presença do prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, da primeira-dama e promotora de Justiça, Kika Dorilêo Baracat, vereadores, secretários municipais, visitantes e alunos da Rede Municipal de Educação e está aberta a população até o final do mês de outubro e marcam não apenas as festividades das crianças como desperta a atenção delas para a questão ambiental, já que o Parque Berneck é uma das maiores áreas de preservação ambiental urbana do Brasil.


O Vale dos Dinossauros foi montado com intuito de oferecer lazer a população do município e de conhecimento educacional. O projeto foi viabilizado pelas secretarias municipais de Educação, Cultura, Esportes e Lazer – SMECEL e Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável – SMADRS e conta com a Parceria do Governo do Estado de Mato Grosso, da Assembleia Legislativa de Mato Grosso e pelo Instituto Mato-Grossense de Desenvolvimento Humano – IMTDH.


A criação e execução é do Instituto Mato-grossense de Desenvolvimento Humano. Até o dia 28 de outubro, todas as escolas municipais estarão visitando a exposição guiada por professores das áreas de Ciências, Geografia e Meio Ambiente.
O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat agradeceu a parceria com o Governo de Mato Grosso e a Assembleia Legislativa e do Instituto Mato-grossense de Desenvolvimento Humano. “Estamos no mês das crianças e a exposição é muito focada no público infantil e no lazer de toda a família. O parque é um lugar aconchegante e a exposição é mais uma alternativa de lazer e de oportunidade para que as crianças conheçam um pouco da história dos animais pré-históricos”, concluiu.
Ele lembrou que no momento de pandemia que assola o Planeta, desenvolver relações sociais mais próximas onde todos se respeitam é a demonstração mais clara de que a vida segue e vai se constituir com um novo normal, respeitando normas, mais reafirmando o conceito brasileiro de viver em comunidade, frisando ainda a importância do Parque Berneck que em parceria com a Assembleia Legislativa se tornou um dos polos de vacinação contra a COVID 19 mais eficientes e de resultados positivos.
O vice-prefeito, José Hazama lembrou como fundamental a integração da Administração Municipal com a população frisando que eventos como estes despertam o conhecimento das pessoas, reforçam as políticas públicas e assinalam pela boa relação.
“Uma gestão não é feita apenas de grande e importantes obras, mas de ações sociais, educacionais e que despertam valores nas pessoas”, disse José Hazama sinalizando que Várzea Grande sempre foi conhecida pelos eventos realizados e principalmente pela forma de atender as pessoas apesar dos problemas que existem e que estão sendo resolvidos com trabalho e determinação.
A história dos dinossauros tem sido contada e comprovada pela Arqueologia em todo o mundo através dos vestígios materiais como fonte documental. “No meio escolar, possibilita o desenvolvimento de atividades voltadas para a sensibilização de alunos e professores sobre a importância do conhecimento do mundo material e do mundo das imagens como parte fundamental do processo educativo”, comentou o secretário de Educação, Cultura, Esportes e Lazer de Várzea Grande, Sílvio Fidelis.
Em cada uma das 11 réplicas instaladas na exposição é mencionado o nome da espécie, data em que foram encontrados os vestígios e a era em que existiram na Terra. Os dinossauros são animais que viveram em nosso planeta há milhões de anos. Entre os organismos que existiram no passado e que temos registro de sua ocorrência, com certeza, os dinossauros são aqueles que mais impressionam crianças, jovens e adultos”, explicou a pedagoga de educação infantil do programa Escola em Tempo Ampliado, Taiane Barros Ferreira Leite. Parte desse interesse é devido ao tamanho de algumas espécies desses animais, assim como a ferocidade de alguns deles.
A professora comentou ainda que o estudo dos objetos como um vetor para a compreensão das transformações da vida do homem ao longo do tempo propicia a vivência de processos investigativos e contribui para a manutenção da curiosidade infantil inata como elemento motivador da aprendizagem.
Durante a abertura da exposição Vale dos Dinossauros as crianças observavam atentas a réplica do dinossauro chapadense (Pycnonemassaurus nevese) que viveu há 70 milhões de anos, durante a era Mesozóica, no período Cretáceo, na região onde hoje está localizada Jangada Roncador, no município de Chapada dos Guimarães. O animal tinha 15 metros de comprimento, cerca de 4 a 6 metros de altura e tinha um peso estimado entre 15 a 18 toneladas. Conhecido também como dinossauro de mata fechada, tinha dentes muito afiados.

Leia Também:  Fusão do jazz com rasqueado dá o tom a novo disco da Tocandira


O secretário de Meio Ambiente de Várzea Grande, Celio dos Santos, responsável pelo funcionamento do Parque Municipal Bernardo Berneck enfatizou que a unidade de conservação é a maior do município (28 hectares de mata nativa do cerrado) e possui atividades de lazer para toda a população. “É um espaço para toda a família”, anunciou.
A exposição Vale dos Dinossauros estará aberta ao público todos os dias, das 17h30 às 19h00 e no sábado, domingo e feriados das 07h30 às 19h00. A entrada é gratuita.
Serviço
– Exposição Vale dos Dinossauros
– Local: Parque Bernardo Berneck – Avenida Governador Júlio Campos, S/N entre bairros – Jardim Paula I, Várzea Grande – MT
– Horário de funcionamento: Todos os dias das 17h30 às 19h00 e no sábado, domingo e feriados das 07h30 às 19h00.
A entrada é gratuita.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA