POLITICA

Mobilização de estudantes reúne grandes líderes brasileiros em evento online para inspirar a nova geração

Publicados

em

Especial para o JB News
Por Jonathas Ruiz

O movimento Inspire Up – criado por estudantes do Ensino Médio – mobiliza grandes líderes brasileiros em conversa sobre inspiração, propósito e transformação social para as novas gerações

São Paulo, 11 de junho de 2021 – Pessoas inspiram pessoas. Foi com esse propósito que Fernando Melzer, 16 anos, reuniu colegas e estudantes de escolas do Ensino Médio em São Paulo para iniciar o movimento Inspire Up com objetivo de inspirar jovens que estão dando início em suas carreiras, promovendo conversas que farão a diferença na formação de opinião dessa nova geração.

Para Fernando Melzer, idealizador do Inspire Up, o momento é de combater a desesperança e fazer um chamado a outros jovens como ele. “Hoje em dia é muito fácil olhar para os lados e sentir que nada pode ser feito, que não há espaço para transformar e fazer as coisas de um jeito diferente. Nós criamos o Inspire Up para lembrar que, sim, há muitas iniciativas incríveis e poderosas em andamento. E queremos que cada uma delas inspire e incentive essa nova geração a repercutir, desdobrar e criar novos caminhos”, completa o estudante.

Leia Também:  CPI da Renúncia marca oitiva com presidente da Aprosoja para o próximo dia 27

Evento online e gratuito reúne grandes líderes brasileiros

Os debates e provocações do Inspire Up chamaram a atenção de grandes líderes brasileiros, e o movimento fará seu primeiro evento público online, totalmente gratuito e com uma programação inédita nos dias 16 e 21 de junho. Na lista de presença, muitos nomes de peso: Luiza Trajano, Nizan Guanaes e Edu Lyra conversam com os estudantes sobre transformação social no Brasil. Luciano Huck e Guilherme Benchimol debatem empreendedorismo e inovação ao lado dos jovens do movimento.

“A trajetória de cada líder que se propôs a participar do Inspire Up é única e transformadora, mas para além das histórias de impacto que eles têm a contar, estamos interessados em conhecer as pessoas por trás da figura pública e sobretudo o que os move, incentiva e, claro, inspira. Porque, afinal, todos eles foram estudantes um dia e também precisaram tomar decisões importantes aos dezesseis e dezessete anos”, afirma o idealizador do projeto.

As inscrições estão abertas e seguem até o dia 16 para o primeiro dia e até o dia 21 para o segundo dia de evento. A transmissão será feita no canal Inspire Up , pelo Youtube e contará com uma programação protagonizada pelos principais líderes do Brasil. Além disso, toda programação contará com recursos de tradução em Libras (língua brasileira de sinais).

Leia Também:  Neri Geller emplaca emenda que aumenta participação das cooperativas no FCO e FNO

A agenda também conta com Rogério Gonçalves, mais conhecido como o Menino da Lâmpada, garoto de 15 anos que já transformou a vida de muitas famílias com suas ideias e invenções. De família humilde, o jovem criou alternativas sustentáveis para iluminar seu bairro utilizando objetos encontrados em ferros-velhos e lixões no centro de Sidrolândia, Mato Grosso do Sul.

Complementando a programação, o jovem inspirador Abel Fernando Barros Rodrigues, ativista antirracista e socioambiental vai compartilhar como pretende mudar o mundo através da tecnologia. Ele é co-fundador do Fridays for Future Amazônia, do Fundo sos amazônia.fund, ativista da Greve Climática Estudantil Portugal e estudante de Computação em Lisboa.

Líderes visionários, inquietos e cheios de histórias já confirmaram presença e vão compartilhar uma dose de inspiração que pode ajudar a transformar o mundo.

Serviço

InspireUp

Dias 16 e 21 de junho

Tranmissão pelo Youtube

COMENTE ABAIXO:

POLITICA

CPI da Renúncia marca oitiva com presidente da Aprosoja para o próximo dia 27

Publicados

em

Por

 

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Renúncia e Sonegação Fiscal aprovou, nesta segunda-feira (20), a convocação do presidente da Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja/Brasil) e ex-presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Antônio Galvan.

A oitiva será no dia 27, às 14h.

Segundo o presidente da CPI, deputado Wilson Santos (PSDB), o objetivo é investigar denúncias de desvio de recursos provenientes do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab), no período em que Antônio Galvan foi presidente da Aprosoja Mato Grosso entre 2018-2020.

O parlamentar é o autor do requerimento e destaca a importância do depoimento para os trabalhos para a relatoria de Agronegócio. “A comissão pretende apurar se houve malversação das quantias repassadas anualmente para a associação, e daremos a oportunidade a ele de dar suas explicações e contribuir com sugestões para a melhoria da arrecadação de nosso Estado”, defendeu.

O deputado Carlos Avalone (PSDB) também defendeu a convocação e reforçou a importância do depoimento para os trabalhos da comissão. “Nas últimas três semanas surgiram sérias denúncias quanto ao uso de dinheiro público destinado ao fomento do agronegócio e a sociedade ficou com dúvidas que precisam ser esclarecidas. Na ocasião o senhor Galvan terá a oportunidade de se explicar”, defendeu.

Leia Também:  Medeiros destaca atuação de ministra na defesa da criança e do adolescente

Os deputados Valmir Moretto (Republicanos) e Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD), acompanharam a decisão e destacaram importância da oitiva para ouvir as considerações de Galvan sobre as denúncias. “Aqui ele terá a oportunidade de se posicionar, trazer documentos e fazer as argumentações em sua defesa e da Aprosoja, sobre as denúncias levantadas pela imprensa”, afirmou Moretto. “Vamos analisar com cautela as informações, porque uma denúncia dessa muitas vezes compromete a imagem das pessoas, gera prejuízos e precisamos ter cuidado e entender melhor essa situação, antes de julgarmos”, complementou Nininho.

Outros requerimentos

Além da convocação de Galvan, a comissão também aprovou uma oitiva com Adão Joasir Fontoura, para o mesmo dia. Ele é apontado nas investigações como autor do homicídio que vitimou o empresário Wagner Florêncio Pimentel, no dia 09 de fevereiro de 2019.

O empresário era apontado pelo Ministério Público do Estado como líder de uma organização criminosa de sonegação de ICMS no Estado, investigada pela Operação Crédito Podre, conduzida pela Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz).

Leia Também:  Max Russi e governador Mauro Mendes prestigiam aniversário de Jangada, reafirmam comprometimento e entregam benefícios

“Wagner era laranja de um grupo de sonegadores de impostos de MT e havia feito uma delação antes de ser assassinado. Nós queremos saber do assassino quais foram as razões e quem foi o mandante desse crime. Quem sabe assim a CPI possa avançar nas investigações sobre grupos econômicos que são contumazes na tarefa de sonegar impostos no estado de Mato Grosso”, justificou Wilson Santos.

A comissão aprovou ainda a dilação de prazo para entrega dos relatórios finais das subcomissões e o pedido de prorrogação dos trabalhos da CPI por mais seis meses.

Fonte: ALMT
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA