Abastecimento

Ministro Onyx Lorenzoni destaca que produção de alimentos em MT é a mais ecológica do mundo

Publicados

em

Onyx Lorenzoni afirmou que Mato Grosso tem dado exemplo em produção sustentável

Lucas Rodrigues

Com informações Secom-MT

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni – Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmou que a produção de alimentos de Mato Grosso é muito mais ecológica e sustentável se comparada com a produção desenvolvida em outros países.

A afirmação foi dada na manhã desta segunda-feira (28.09), durante o evento que oficializou a adesão de Mato Grosso ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) do Governo Federal.

“Nosso país tem a maior cobertura vegetal do mundo. Nosso país tem a maior cobertura florestal do mundo. A produção de Mato Grosso é a produção que, comparada com os nossos competidores internacionais, usa o menor volume de substâncias químicas”, destacou Lorenzoni.

Mato Grosso é um dos principais produtores de alimentos do mundo e, apesar disso, mantém pelo menos 62% de seu território totalmente preservado. No Brasil, é o Estado com a maior produção de soja, milho, algodão e também de carne bovina, contando com o maior rebanho bovino do país.

Leia Também:  Em Mato Grosso, 11 municípios estão com risco moderado de contaminação pela Covid-19

O estado também despontou no ranking dos principais exportadores do país. Subiu da 6ª posição em 2019 para a 4ª em 2020 (janeiro a maio), com U$$ 7,7 bilhões exportados, atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. A exportação mato-grossense representa no momento 9,1% das exportações totais do Brasil.

“Nós temos o boi mais ‘verde’ do mundo. O boi criado em outras áreas do mundo compete com a alimentação humana. Aqui o boi se alimenta de pasto, ele é completamente ecológico”, ressaltou o ministro.

Lorenzoni ainda destacou que o Governo Federal tem auxiliado o Governo de Mato Grosso a combater os incêndios florestais no Pantanal. O fato foi reforçado pelo governador Mauro Mendes.

“Começamos as operações no Pantanal em julho. Desde o primeiro momento que entramos, a Marinha e o Exército sempre estiveram presentes ao nosso lado. Em março, quando lançamos o Plano de Ação Contra o Desmatamento Ilegal e Incêndios Florestais, as forças armadas estiveram juntas na Operação Verde Brasil 2”, disse o governador, pontuando que a união de esforços ajudou o Governo do Estado a manter 80% do pantanal preservado.

Leia Também:  Programa vai investir R$ 265 milhões na regularização e permanência do agricultor no campo
COMENTE ABAIXO:

Abastecimento

Seciteci abre 270 vagas para o curso gratuito de Técnico em Agropecuária

Publicados

em

Por

Promovido em parceria com o Governo Federal, por meio do programa Novos Caminhos, o curso será na modalidade Mediotec

Camila Paulino | Seciteci

– Foto por: Seduc MT

A partir desta quinta-feira (20.05), a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) abre as inscrições para o curso gratuito de Técnico em Agropecuária, promovido em parceria com o Governo Federal, por meio do programa Novos Caminhos. Ao todo, serão ofertadas 270 vagas. As inscrições seguem até o dia 03 de junho e podem ser feitas AQUI.

Segundo o secretário da Seciteci, Nilton Borgato, a ideia é capacitar o maior número de profissionais para o mercado de trabalho, diminuindo as desigualdades sociais e ampliando a geração de emprego e renda no Estado. Este curso, será ofertado na modalidade Mediotec, para alunos de pelo menos 15 anos que cursam o Ensino Médio.

“O Mediotec é um programa que oportuniza aos alunos da rede pública cursar ao mesmo tempo, um curso técnico. Esta ação é focada em oportunizar a estes jovens o ingresso ao mercado, logo após a conclusão dos estudos”, informou o gestor.

Leia Também:  Ministro da Infraestrutura e diretor-geral do DNIT fazem visita técnica as obras do Contorno Rodoviário de Barra do Garças

As turmas serão coordenadas por cinco Escolas Técnicas do Estado (ETE’s): Barra do Garças, Sinop, Alta Floresta, Lucas do Rio Verde e Tangará da Serra.

A coordenadora de Educação Profissional e tecnológica da Seciteci, Ana Flavia Derze Soares, explica que as aulas serão presenciais, com previsão de início do segundo semestre deste ano.

“As nossas unidades estão se preparando para dar início ao ensino presencial principalmente em cursos que não tem condições de colocar na modalidade de ensino a distância (EAD), e precisa de aulas em campo, atividades laboratoriais, etc. Para isso, adotaremos todos os devidos cuidados, para evitar possíveis contaminações em sala”, disse ela.

A Seciteci realizará o processo seletivo, conforme critérios definidos em edital e divulgará a lista com as matrículas deferidas no dia 17 de junho. A previsão para o início das aulas é dia 05 de julho. Os alunos receberão certificados após a conclusão do curso. O edital pode ser acessado AQUI.

 

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA