POLITICA

Mauro Mendes reúne senadores, deputados federais, deputados estaduais e 9 prefeitos em viagem a Juara e Juína

Publicados

em

JB News

Da Redação

O governador Mauro Mendes tem demonstrado força política em todas as viagens pelo interior de Mato Grosso. Nesta segunda-feira (09), ele reúne nove prefeitos, dois senadores, três deputados federais e quatro deputados estaduais, em visitas aos municípios de Juara e Juína.

Acompanham Mauro Mendes nas viagens os senadores Jayme Campos e Wellington Fagundes, os deputados federais Carlos Bezerra, Valtenir Pereira e Neri Geller, os deputados estaduais Elizeu Nascimento, Dilmar Dal Bosco, Janaina Riva e Xuxu Dal Molin, além dos prefeitos de Juara, Carlos Sirena, de Novo Horizonte do Norte, Silvano Pereira Neves, de Juína, Paulo Veronese, de Campo Novo do Parecis, Rafael Machado, de Castanheira, Jakson de Oliveira, o Juninho, de Juruena, Manoel Garça, de Cotriguaçu, Olirio dos Santos, de Colniza, Miltinho, e de Porto dos Gaúchos, Vanderlei de Abreu.

Em Juína, o governador assinou a ordem de serviço e deu início às obras do Hospital Regional, com investimentos na ordem de R$ 106 milhões.

Além disso, nos dois municípios, ele vistoriou obras em andamento e autorizou o início de outras obras, fez o lançamento de licitações e assinou convênios com os prefeitos. Os investimentos firmados por meio de convênios nessa segunda-feira na região do Vale do Arinos somam mais de R$ 34 milhões. Outros R$ 48,3 milhões são investidos na restauração da MT-170, no trecho de 106 km, que liga Juína a Castanheira.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Câmara de Cuiabá reliza segunda audiência pública para debater LOA nesta sexta-feira

POLITICA

PTB deve lançar coronel ao governo

Publicados

em

Por

JB News

 

Com a pré-candidatura de Antonio Galvan ao Senado Federal consolidada, o PTB articula agora um nome para disputar o Governo de Mato Grosso. A chapa pura para majoritária ganha força e o nome da coronel Zózima Dias surge como alternativa para concorrer ao Palácio Paiaguás.

“Estamos com uma chapa competitiva para estadual, federal e uma pré-candidatura ao Senado forte e com reais chances de vitória. Para o governo, a coronel Zozima está animada com a disputa e tem total apoio do partido. Além de ser um nome da direita, Zózima é alinhada com as pautas defendidas pelo nosso presidente Bolsonaro”, afirma o presidente estadual do PTB, Victório Galli.

Com a definição do nome da coronel Zózima, o PTB espera apresentar uma alternativa ao governo com um nome que atende todos os requisitos do eleitorado conservador do estado, uma vez que a maioria do eleitorado bolsonarista não aceita apoiar à reeleição do governador Mauro Mendes (UB).

“Ele [Mauro Mendes] passou quase quatro anos sendo oposição ao presidente Jair Bolsonaro, mas agora quer o apoio de seus eleitores. Felizmente, isso não vai colar. A população está antenada e sabe identificar quem verdadeiramente está ao lado do atual presidente e das pautas que a direita defende”, comenta a coronel da Polícia Militar e pré-candidata a governadora. Zózima acrescenta ainda, que não tem receio de enfrentar a máquina pública comandada por Mauro. “Não será uma eleição fácil, mas a máquina e o poder financeiro do grupo político do atual governador não nos intimidam”.

Leia Também:  Maggi e primo Eraí passam por cima do TSE para Fávaro assumir

Para deputado federal, os petebistas têm uma chapa com vários nomes competitivos como o de Galli e do deputado estadual Ulysses Moraes. Já para estadual, a sigla projeta eleger de dois a três estaduais. Além da coronel, a direção do PTB cogitou lançar Galli ou Ulysses Moraes ao governo, mas ambos estão focados em concorrer a federal.

Histórico – Coronel Zózima é a idealizadora e ex-coordenadora do programa Rede Cidadã, que já atendeu milhares de crianças e adolescentes no estado. Em 2020, a coronel foi candidata a suplente de senadora na chapa encabeçada pelo deputado federal José Medeiros (PL). Antes de colocar seu nome ao governo, Zózima trabalha sua pré-candidatura a deputada federal.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA