AGRONEGÓCIOS

Perspectivas econômicas do Agronegócio brasileiro para a safra 21/22 serão apresentadas em evento 100% digital e gratuito

Publicados

em

 

Master Meeting Soja 2021 começa nesta semana apresentando resultados e projeções de safra

A programação segue até junho e conta com 7 encontros gratuitos e totalmente digitais

 

Em mais um ano desafiador, que ainda enfrenta o contexto da pandemia do coronavírus, a Proteplan, empresa de pesquisa mato-grossense, realiza o “Master Meeting Soja 2021” novamente em plataforma 100% digital e gratuita. A programação é voltada para produtores rurais, consultores e técnicos da cadeia produtiva da soja.

Serão 7 encontros semanais e virtuais, apresentando os resultados de pesquisa da safra 2020/21. O primeiro encontro acontece nesta quinta-feira (13), às 18h, horário de Brasília, no canal da Proteplan no Youtube, e vai tratar sobre Mercado e Macroeconomia. O convidado do painel de abertura do Master Meeting Soja 2021 é o engenheiro agrônomo e professor da Universidade de São Paulo (USP) e da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Marcos Fava Neves, que vai abordar as “Perspectivas econômicas do Agronegócio brasileiro para a safra 21/22”.

A mediação deste painel será feita por Kellen Severo, jornalista especializada em economia e agronegócio com anos de experiência nos principais veículos do segmento no país, além de colecionar prêmios pelo trabalho que desenvolve como jornalista do setor Agro.

Leia Também:  Programa AgriSciences da UFMT e Senar-MT renovam parceria para mais um ano

Na palestra de abertura do Circuito da Proteplan 2021, Marcos Fava abordará sobre as oportunidades do mercado, qual o futuro do agronegócio brasileiro e como o setor deve se posicionar para aproveitar as possibilidades e as demandas internas e externas.

O pesquisador recomenda muita cautela no momento do investimento, pois além da soja ter sido prejudicada em alguns lugares devido ao clima, é também um período de ampla mudança das variáveis. Porém, considera que os bons resultados da safra, aliados a uma gestão eficiente por parte do produtor, pode trazer benefícios.

“A safra foi maravilhosa, foi colhida e, felizmente, não sofre o mesmo problema que o milho vem sofrendo. A questão principal é o jogo da eficiência, do controle total dos custos de produção e do cuidado com o caixa. É preciso também se atentar à técnica na lavoura, para gerir não mais por hectare, mas por metro quadrado, usando toda tecnologia que está disponível”, recomenda Marcos Fava.

Sobre o cenário econômico futuro, Fava projeta uma década bastante promissora para o agronegócio. “O Brasil tem um papel fundamental nos próximos anos. Muitas oportunidades serão abertas para todos que atuam no agro. Estimo que teremos, em média, 15 milhões de novos hectares de grãos nos próximos 10 anos sendo cultivados, abrindo oportunidades”, aposta o engenheiro agrônomo.

Leia Também:  Rede Cegonha em Várzea Grande realiza 123 nascimento, 836 consultas e mais 234 pacientes são internados

Programação

A empresa mantém o formato virtual em concordância com as recomendações feitas pelos órgãos da saúde do Brasil e da OMS. O Master Meeting Soja é a segunda edição do evento indoor que a Proteplan realiza e será transmitido do município de Sorriso para todo o país. De acordo com Ivan Pedro Araújo, pesquisador e sócio proprietário da Proteplan, é uma oportunidade de expandir o networking, tirar dúvidas da safra 20/21 e se receber informações eficientes para o planejamento da safra seguinte.

Confira aqui a programação completa, que segue até o dia 24 de junho, sempre às quintas-feiras, no mesmo horário.

Sobre a Proteplan

A Proteplan é uma empresa de pesquisa que realiza testes de produtos no campo. Com sede em Cuiabá/MT, conta com estações experimentais nas cidades de Sorriso, Campo Verde e Primavera do Leste/MT.

A Proteplan tem como missão desenvolver soluções integradas na agricultura e difundir conhecimento técnico e experiência para a cadeia produtiva.

Acesse nossos canais de mídia

Site

https://www.proteplan.com.br/

Instagram

https://www.instagram.com/proteplan/

Linkedin

https://www.linkedin.com/company/proteplan/

Youtube

https://www.youtube.com/proteplan

 

 

Julianne Caju

COMENTE ABAIXO:

AGRONEGÓCIOS

Exportações ajudam produtores de aves a superar alta nos custos

Publicados

em

Por

JB News
Com as intensas valorizações da cotação do milho desde setembro/20, a avicultura não poderia ficar de fora da tendência altista de custos. O poder de compra do avicultor frente ao grão atingiu o menor patamar no mês de abril de 2021.

Ainda que com ligeiro aumento, o mês de maio registrou o segundo pior índice de poder de compra da série histórica do Cepea Esalq/BM&FBOVESPA. Esta redução no poder de compra está atrelada à quebra de safra e, sobretudo, pelo receio do repasse dos custos de produção para os consumidores nesse período.

O levantamento realizado pela Neo Agro Consultoria, com base nos dados do Cepea/Esalq aponta que em maio/21, para cada quilo do frango congelado vendido pelo avicultor paulista, era possível comprar 4,15 quilos do milho. A relação de troca ficou 15,4% inferior ao que foi registrado em maio/20.

A realidade dos avicultores com relação aos custos e a situação do mercado está desafiadora, especialmente para os pequenos e médios produtores. Na avicultura integrada, os desafios são compartilhados entre produtores e agroindústria. Os insumos, em abril, compuseram 75,3% do custo total dos avicultores, segundo o Índice de
Custo de Produção da Embrapa.

Leia Também:  Programa AgriSciences da UFMT e Senar-MT renovam parceria para mais um ano

O respiro para os criadores vem com o resultado das exportações de frango congelado, que compensaram os entraves da produção no período. De acordo com os dados da Secex, em maio foram exportadas 383,2 mil toneladas de carne de frango in natura, número 5,6% maior que o volume escoado em abril/21.

Mesmo com a notícia positiva das exportações, o avicultor deve procurar medidas para driblar o preço do cereal.
Com a chegada do milho safrinha e as culturas de inverno, como sorgo, somado com o planejamento, os embarques aquecidos e o recuo do dólar frente ao real, as perspectivas na produção avícola podem ser mais animadoras para os próximos meses.

📈 A análise completa está disponível em www.neoagroconsultoria.com.br

Lá também é possível acessar análises técnicas, notícias e outros artigos de opinião produzidos pela equipe da Neo Agro.

  1. Por Laís Costa Marques
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA