COVID-19

Kalil Baracat anuncia vacinação contra a Covid-19 para jovens de 12 a 17 anos em Várzea Grande

Publicados

em

Após vacinar adultos de 18 anos acima, Várzea Grande anuncia pré-cadastro e aguarda autorização para vacinar jovens

Após reunião de avaliação com a área técnica da Saúde Pública de Várzea Grande, o prefeito Kalil Baracat e o secretário Gonçalo Barros, anunciaram a decisão de abrir preventivamente o pré-cadastro para novas faixas etárias abaixo dos 18 anos que já está desde o final de semana passada sendo vacinados em Várzea Grande a segunda maior cidade de Mato Grosso.

“Como nosso planejamento tem funcionado com resultados positivos, decidimos abrir o pré-cadastro para três novas faixas de idade porque entendemos que todos devem ser vacinados diante de uma pandemia da COVID 19 que a ciência e a medicina não conhecem em toda sua realidade”, disse Kalil Baracat.

Desde às 24 horas desta quinta-feira, 26 de agosto, estão abertos os pré-cadastros para as seguintes faixas de idade;

•         12 a 17 anos com comorbidades;

•         15 a 17 anos sem comorbidades;

•         12 a 14 anos sem comorbidades.

O prefeito e o secretário de Saúde, Gonçalo Barros, frisaram que essas novas faixas dependem de novas remessas de doses de vacinas entregues pelo Ministério da Saúde e autorização do mesmo para essas novas faixas etárias além da definição dos mesmos no Plano Nacional de Imunização – PNI.

Leia Também:  Retomada das obras do IFMT em Várzea Grande vai potencializar o Parque Tecnológico

“Seguimos a risca as determinações dos Governos Federal e Estadual, tanto que já formalizamos os pedidos para podermos avançar, então é necessário que as pessoas compreendam que aguardamos a autorização e a entrega para essas novas faixas, o que em nosso entendimento não deverá demorar mais do que alguns dias”, explicou Gonçalo Barros.

O titular da Saúde de Várzea Grande frisou também que a estrutura da Secretaria de Saúde do Município está preparada para a aplicação de doses de reforço para idosos de 70 anos ou mais e aquelas pessoas imunossupressoras.

“Existindo a vacina disponível e autorização do Ministério da Saúde, nós iremos cumprir todas as determinações e vacinar a todas as pessoas, até porque os números têm demonstrado que as vacinas têm efeitos e salvam vidas”, disse Gonçalo Barros.

Já o prefeito Kalil Baracat acrescentou que para se manter a ordem das coisas é necessário que a coordenação central do Ministério da Saúde seja eficiente e tenha disponível os imunizantes para vacinar as pessoas.

“Estamos em contato direto com o Ministério da Saúde e com o Governo do Estado através do secretário de Saúde Gilberto Figueiredo para que as decisões sejam coordenadas e os resultados buscados que a vacinação das pessoas aconteçam sem atropelos”, disse Kalil Baracat.

Leia Também:  Max Russi homenageia vítimas de Covid e reforça atuação em Jaciara: 17 mi já foram destinados

Tanto o prefeito de Várzea Grande como o secretário de Saúde, o avanço na vacinação e os índices baixos de contaminação não podem e não devem ser estímulo para as pessoas relaxarem nos cuidados pessoais que todos devem ter como manter o distanciamento, uso de máscara e meios de higienização como álcool em gel e muita água e sabão.

“Se possível iremos flexibilizar ainda mais as regras de funcionamento de setores da economia, mas tudo com muito planejamento, cuidado e principalmente resguardando a vida das pessoas”, frisou Kalil Baracat alertando que não se furtará em adotar medidas mais endurecidas caso haja novo descontrole na pandemia da COVID 19 e as pessoas deixem de compreender suas responsabilidades em todo este processo da doença que tomou conta de todas as pessoas em todo o Mundo.

Kalil Baracat reforçou o pedido para que as pessoas procurem seus direitos de serem vacinados e evitem que o vírus possa se multiplicar e novas variantes surjam pela propagação do mesmo. “Eu perdi parentes e todos conhecem vidas que foram ceifadas, portanto, é importante não relaxar e seguir as regras e ser vacinados, por isso apelo que todos procurem pois estaremos prontos para imunizar a todos desde que existam as vacinas necessárias”, disse Kalil Baracat.

COMENTE ABAIXO:

COVID-19

Vacinação da ALMT já imunizou mais de 200 mil pessoas: “Atuação do Parlamento faz a diferença”, diz Russi

Publicados

em

Por

JB News

Legislativo abriu 5 polos de vacina, sendo 3 na baixada cuiabana, 1 em Rondonópolis e 1 em Tangará da Serra.

Mato Grosso já vacinou mais de 40% de sua população, contra a Covid-19, conforme os últimos dados do consórcio de veículos de imprensa. No total já foram aplicadas 3.823.526 doses de vacinas, de acordo com levantamento da Secretaria de Estado de Saúde. Dessas, 239.756 pessoas foram imunizadas nos cinco postos de vacinação, instalados pela Assembleia Legislativa em Cuiabá, Várzea Grande, Tangará da Serra e Rondonópolis. “Esses pontos de vacinação estão sendo essenciais para acelerarmos esses processo de imunização e diminuir o número de óbitos em nosso Estado. Uma ação, que teve a participação de todos os deputados”, avalia o presidente do Legislativo, deputado Max Russi (PSB).

O parlamentar foi um dos entusiastas e um dos principais articuladores para a implantação e ampliação de novos postos de vacinação em MT, na parceria entre Assembleia, prefeituras e parceiros.

“São recursos da Assembleia, que contribui com estrutura, servidores e servidores, dando condições de trabalhar e prestar esse serviço para a população”, complementou.

Leia Também:  Réu que usava perfis falsos no facebook para aplicar golpe é condenado a oito anos e quatro meses de reclusão por estelionato

No caso do polo de vacinação da Assembleia Legislativa, segundo o quantitativo da Supervisão de Saúde e Qualidade de Vida (SGP), já foram aplicadas 91.921 doses de imunizantes, até o dia 13 deste mês. No de Rondonópolis foram 71.646, Tangará da Serra 40.000 e Várzea Grande 36.189, somados os dois polos da baixada.

De acordo com a gerente de Saúde e Assistência do Legislativo, Ivana Mara Mattos, a vacinação segue normalmente, atendendo a todos os protocolos preconizados pelas autoridades de Saúde e conforme a chegada de mais vacinas.

“Já estamos vacinando, aqui na Assembleia, adolescentes de 12 a 17 anos. Além disso, a terceira dose já está disponível par a faixa etária de 70 anos e profissionais da Saúde. Isso tudo de acordo com a chegada de vacinas”, esclareceu.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA