Destaque

Interação pode ser o caminho para crianças com problemas na fala

Publicados

em

 

 

Com menos contato com outras crianças, pais precisam estimular a fala dos filhos

 

A comunicação é um fator de extrema importância para as pessoas, desde a mais tenra idade, seja através de gestos, olhar, sons e fala. É através da comunicação que é possível expressar desejos, como fome e dor.

Com a pandemia, o isolamento social foi necessário para a preservação da saúde e redução do contágio, com isso, muitas famílias com crianças pequenas, em fase de desenvolvimento da fala, se viram afetadas. Sem acesso à escola ou ao convívio com outras crianças, muitas crianças de 1 aos 4 anos, retrocederam ou estagnaram a fala. A fonoaudióloga do Hapvida Ana Beatriz Pinho, esclarece sobre o assunto.

“Então é necessário que os pais, tenham um tempinho, tirem uma hora para brincar com essa criança, para contar histórias, fazer com que essa criança interaja e estimule essa fala. Com cantigas de roda, com alimentação adequada, pois a mastigação auxilia nesse processo de desenvolvimento. É importante a interação com os pais para que os filhos possam desenvolver a fala”, explica.

Leia Também:  Detran-MT reabre unidade do Shopping Estação após reforma

É importante que os pais e responsáveis observem o desenvolvimento dos filhos, e ao notar a dificuldade da fala com a idade avançada, procure os especialistas para iniciar os acompanhamentos necessários.

COMENTE ABAIXO:

Destaque

MPMT instaura procedimento para apurar declarações homofóbicas de padre durante missa em Tapurah

Publicados

em

Por

 

JB News

Em relação às declarações homofóbicas feitas durante uma missa por um padre da Igreja Católica no município de Tapurah (451 Km de Cuiabá), o Ministério Público do Estado de Mato Grosso informou que instaurou procedimento investigatório para apurar os fatos e colher os subsídios necessários para adoção de medida judicial cabível.

O Ministério Público Estadual, por meio do Centro de Apoio Operacional de Defesa dos Direitos Humanos e Diversidades, repudia qualquer tipo de discurso de ódio. Reitera que as declarações efetuadas pelo padre extrapolaram a liberdade religiosa e que podem até mesmo resultar na propositura de medidas extrajudiciais, de ação civil pública por dano moral coletivo causado à sociedade, bem como ação penal, por eventual crime cometido.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Oficinas de Incentivo ao Acesso à Informação e à Consciência Cidadã do TCE chegam a mais quatro municípios
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA