Saúde

Governador define local em Confresa para construir Hospital Regional do Araguaia

Publicados

em

Unidade de média e alta complexidade contará com 141 leitos de enfermaria e 40 UTIs

Por Lucas Rodrigues

Secom-MT

Foto Mayke Toscano

O governador Mauro Mendes decidiu que o Hospital Regional que atenderá a Região do Araguaia será construído na cidade de Confresa.

 

A decisão foi tomada na noite de quarta-feira (16.06), e foi baseada em parecer técnico da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT).

“O Araguaia finalmente terá um hospital regional. Já temos dinheiro em caixa, dentro do programa Mais MT, para construir esse hospital para a população do Araguaia, que há muitos anos vive uma triste realidade de ter que deslocar mais de mil quilômetros para conseguir atendimento de média e alta complexidade”, afirmou o governador.

De acordo com o governador, a obra vai seguir o padrão de qualidade do Governo de Mato Grosso, para oferecer toda a estrutura necessária para o atendimento digno à população, bem como os equipamentos de trabalho aos profissionais de Saúde.

“Com mais essa unidade, já são quatro novos hospitais em processo de construção no interior do Estado, porque também vamos ter em Alta Floresta, Juína e Barra do Garças. Sem contar que estamos construindo os hospitais Julio Muller e Central aqui em Cuiabá. E todos com padrão de excelência, à altura dos mato-grossenses”, ressaltou.

Leia Também:  Cuiabá já imunizou mais da metade da população elegível com a primeira dose

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, explicou que o Hospital contará com 111 leitos de enfermaria e 40 UTIs, entre adultas, pediátricas, neonatal e unidade semi-intensiva neonatal, para atendimento na média e alta complexidade.

A unidade de Saúde também vai ter 10 consultórios médicos, 2 consultórios para atendimento a gestantes, 6 salas de centro cirúrgico, além de espaços para banco de sangue, banco de leite materno e realização de exames, como tomografia e colonoscopia.

A previsão é que após a licitação e a definição da empresa que irá tocar a obra, o hospital seja entregue em até 24 meses.

“A região do Araguaia ganha muito com esse Hospital Regional. A equipe técnica entendeu que o município de Confresa reúne aspectos técnicos e necessários para o funcionamento desta unidade, que atenderá diversos municípios da região. Esse será o mais moderno hospital do Araguaia”, frisou o secretário.

COMENTE ABAIXO:

Saúde

Em inauguração de leitos, Max Russi cobra repasse de 3 mi para Hcan e reafirma compromisso da ALMT

Publicados

em

Por

 

O deputado explica que já fazem dois anos que o dinheiro saiu do caixa do Legislativo, por conta das economias que o órgão vem fazendo para investir na Saúde, entretanto, devido a burocracias, infelizmente não chegou até hoje ao hospital

Por Márcia Martins

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB) participou, nesta segunda-feira (02/08), da cerimônia de inauguração da Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTI) no Hospital de Câncer de Mato Grosso, com capacidade para 10 leitos infantis. Ao destacar a importância da obra, para os pacientes que na maioria das vezes têm no hospital a única oportunidade de apoio de atendimento, o parlamentar cobrou da Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá agilidade na devolução dos R$ 3 milhões de reais, que o Poder Legislativo disponibilizou para a construção de mais unidades.

Max lembrou que já fazem, aproximadamente, dois anos que o dinheiro saiu do caixa da Assembleia, por conta das economias que o Parlamento vem fazendo para investir em diversas áreas, principalmente na Saúde.

Leia Também:  Grupo de apoio materno organiza “Carreata pela Amamentação” em Cuiabá

Ele disse ainda que o aporte foi para secretaria estadual de saúde, porque devido à legislação a Casa não poderia destinar o recurso diretamente para o hospital. Por fim, o Executivo teria repassado o dinheiro para Cuiabá. Entretanto, devido as burocracias, até hoje ainda não foi repassado ao hospital.

O deputado também reforçou que foram realizados todos os trâmites legais para a destinação do repasse, porém não entende porque o município não repassa. “A burocracia muitas vezes atrapalha. A Assembleia vai cobrar para saber por que o município está tendo dificuldade para repassar o dinheiro. Determinamos que esse recurso seja investido no Hospital de Câncer. É uma pequena contribuição que a Assembleia através de todos os seus deputados, faz ao hospital para que ele possa continuar mais fortalecido, salvando vidas e fazendo o trabalho de excelência que realiza diariamente”, ponderou Russi.

Para o presidente do hospital, Laudemi Moreira Nogueira, a prefeitura dar uma solução para o imbróglio, pois o benefício é fundamental para o funcionamento do hospital. Moreira avalia que a liberação desse recurso trará mais segurança no planejamento e na execução das atividades da UTI. O total do capital, segundo o gestor, são 3 milhões repassados pela Assembleia Legislativa e mais dois milhões e 400 mil, retido no Fundo Municipal de Saúde, desde dezembro de 2019.

Leia Também:  Para o Governador Mauro Mendes “O programa Imuniza Mais MT vai dar reconhecimento aos prefeitos que mais trabalham pela vida da população”

“Nós queremos esse recurso chegue ao hospital. Vamos continuar cobrando. Pedimos ao prefeito Emanoel Pinheiro que converse com a Secretaria Municipal de Saúde e libere essa verba. Na dúvida, que ele venha conhecer de perto as necessidades do hospital de Câncer”, cobrou o gestor do estabelecimento de saúde.

Por fim, Max Russi, parabenizou a gestão do hospital que, felizmente, mesmo sem o aporte da Assembleia conseguiu avançar e concluir a UTI. “Nós estamos inaugurando hoje, mas tem a manutenção, uma série de despesas, esperamos que o prefeito possa vencer essa etapa da burocracia e repassar o mais rápido possível esse dinheiro a unidade hospitalar. Já tiveram várias cobranças. A parte que dependia da Assembleia era a economia do recurso e o repasse e isso foi feito. Agora aguardamos o repasse”, concluiu.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA