Infraestrutura

“Ferrovia vai representar uma nova era e cumprirá papel histórico, garantindo mais investimentos a MT”, afirma Welligton Fagundes

Publicados

em

O início da construção do modal está previsto para o segundo semestre de 2022

Carlos Celestino | Secom-MT

Senador Wellington Fagundes. – Foto por: Marcos Vergueiro/Secom

A produção agrícola do Estado que mais exporta grãos do País ganha um novo caminho com a construção da 1ª Ferrovia Estadual, que garantirá ainda mais investimentos para Mato Grosso. É o que destaca o senador Wellington Fagundes.

“Vamos poder transportar grãos até o Porto de Santos por uma ferrovia totalmente modernizada e, sem dúvidas, essa ferrovia vai representar uma nova era e cumprirá um papel histórico, garantindo mais investimentos para o Estado”, afirmou o parlamentar.

Fagundes destacou ainda que esta é uma obra inédita e que o projeto passou pela Assembleia Legislativa e contou com o apoio dos 24 deputados.

“Essa obra é resultado do trabalho entre a bancada do Parlamento junto com Executivo. O investimento estimado para implantação do modal é de R$ 11, 2 bilhões, sem nenhum custo ou prejuízo para o Estado”, assinalou.

A Ferrovia

A construção da ferrovia prevê 730 quilômetros de linha férrea, que vai interligar os municípios de Rondonópolis a Cuiabá, além de Rondonópolis com Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, conectando-se à malha ferroviária nacional, em direção ao Porto de Santos (SP). O projeto prevê investimento de R$ 11,2 bilhões, com recursos 100% privados.

Leia Também:  MPE pede no STJ novo afastamento de Emanuel Pinheiro

O início da construção do modal está previsto para o segundo semestre de 2022.  O trecho entre Rondonópolis e Cuiabá deve ser concluído e entrar em funcionamento no ano de 2025, enquanto a operação no trecho Cuiabá a Lucas do Rio Verde deverá começar em 2028.

Uma vez implantada a ferrovia, a Rumo S/A fica autorizada a explorar a ferrovia pelo prazo de 45 anos, sendo que a infraestrutura ferroviária poderá ser compartilhada pela empresa vencedora com outra empresa de transporte ferroviário que venha a prestar serviços no Estado.

Ao todo, 26 municípios serão impactos positivamente com os trilhos da ferrovia, são eles: Sinop, Vera, Nova Ubiratã, Sorriso, Santa Rita do Trivelato, Paranatinga, Diamantino, Nobres, Rosário Oeste, Chapada dos Guimarães, Várzea Grande, Santo Antônio do Leverger, Jaciara, São Pedro da Cipa, Juscimeira, Pedra Preta, São José do Povo, Poxoréu, Primavera do Leste, Campo Verde, Planalto da Serra, Nova Brasilândia, Cuiabá, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum e Rondonópolis.

 

COMENTE ABAIXO:

Destaque

Governador Mauro Mendes destaca os avanços e investimentos na área de infraestrutura e atrativos turísticos

Publicados

em

Por

 

JB News

Por Alisson Gonçalves

 

Ainda sobre o balanço realizado nesta quarta-feira 01.12, o governador Mauro Mendes (DEM),  falou  sobre os avanços e os investimentos na  infraestrutura por todo estado, e ressaltou que “Desde a sua posse, foram entregues mais de 1.241,62 km (2019 a 30 de novembro 2021) em Asfalto novo e mais de 1.003,87 km de Asfalto recuperados entregues”

Ainda no de 2021,o governo assinou o contrato e que foi autorizada a construção da 1ª Ferrovia Estadual de Mato Grosso. Foram investidos para a construção R$ 11,2 bilhões onde vai interligar os municípios de Rondonópolis a Cuiabá, além de Rondonópolis com Nova Mutum e Lucas do Rio Verde,conectando-se à malha ferroviária nacional, em direção ao Porto de Santos (SP). Estudos apontam que serão gerados mais de 230 mil empregos com a construção da Ferrovia.

Em máquinas o governo entregou aos municípios 194 novas máquinas entre elas.

• 124 motoniveladoras
• 36 escavadeiras
• 34 pás-carregadeiras.

” Vamos trabalhar para que MT receba novos investimentos e que cresça a economia do nosso Estado” Disse.

Leia Também:  Sindicatos recorrem a Botelho pela reestruturação de carreira

Mauro ainda falou sobre o convênio que foi assinado de R$ 25 milhões para construção de estação de tratamento de água em VG , além disso para o Estado de MT será feita um investimento a construção do Parque Novo Mato Grosso,  investimento que irá atrair entretenimento e gerar mais empregos, e investimentos na cultura e no esporte e no turismo.

Veja :

O governo divulgou na sua agenda que nesta sexta-feira 03/12 irá assinar 30 novos convênios e contratos no valor de R$ 173,5 milhões, para investimentos na Região Oeste nesta sexta-feira 03.11, durante assinatura Mauro irá aproveitar a ocasião para vistoriar as obras do Estado na localidade.

A agenda do governador inicia a partir das 7h, com vistoria às obras da Zona de Processamento e Exportação (ZPE). A obra era aguardada há décadas e saiu do papel na atual gestão.

A ZPE tem uma área de aproximadamente 240 hectares no Distrito Industrial de Cáceres. Até o momento, o Governo do Estado já executou 80% da obra de construção dos oito blocos das unidades administrativas.

Leia Também:  Estado teve a ousadia de fazer a infraestrutura continuar crescendo”, diz secretário do Ministério da Infraestrutura

Só em Cáceres, o Estado vai investir R$ 11,5 milhões para executar cinco obras: reforma do Estádio Municipal Luiz Geraldo da Silva; revitalização da Praça Duque de Caxias; urbanização e reforma interna do Ginásio Municipal Didi Profeta; reforma do Mini Estádio De Futebol Jardim Paraíso; e implantação e asfaltamento de estrada vicinal, no trecho Avenida Via Aeroporto, com extensão de 4,05 km.
Os demais convênios serão firmados com o Consórcio Nascentes do Pantanal e com os municípios de Porto Esperidião, Pontes e Lacerda, Lambari D’Oeste, Salto do Céu, Mirassol D’Oeste, Nova Lacerda, Araputanga, Vila Bela da Santíssima Trindade, São José dos Quatro Marcos, Curvelândia e Conquista D’Oeste.

Entre os novos convênios, estão os 30,88 km de asfalto novo entre Porto Estrela e o entroncamento da MT-246 em Barra do Bugres. O Estado irá investir R$ 14 milhões na obra.

Também será assinado um contrato com 17 municípios para a conservação de rodovias pavimentadas e não pavimentadas, no valor de R$ 12 milhões.

Veja mais :

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA