Entretenimento

Estado decreta novas regras para funcionamento de bares, cinema e esporte

Publicados

em

O decreto nº 655/2020 foi publicado em edição extra do Diário Oficial desta sexta-feira (25.09)

Lorena Bruschi

Com informações Secom-MT

Cine Teatro Cuiabá – Foto por: Junior Silgueiro/GComMT
A | A

Com a redução na média móvel de casos confirmados de covid-19 no Estado, o governo publicou novas regras para regulamentar a prática de esportes e a abertura de cinemas e bares em Mato Grosso. O decreto nº 655/2020 foi publicado em edição extra do Diário Oficial desta sexta-feira (25.09).

De acordo com o governador Mauro Mendes, planejamento para a retomada das atividades econômicas no Estado está acontecendo de forma responsável, com o objetivo de preservar os postos de trabalho e a economia de Mato Grosso.

“Estamos fazendo essa retomada de forma gradativa. Com a redução da contaminação e da ocupação de UTIs, já é possível permitir que essas atividades possam ser realizadas, sempre de forma segura. O setor cultural e esportivo foi muito prejudicado pela pandemia e cabe ao Governo auxiliar esses profissionais a restabeleceram sua fonte de renda”, afirmou o governador.

Leia Também:  Jovem escritor lança “Dinheiro: até a física explica” na Academia Mato-Grossense de Letras

“É importante exaltar a sensibilidade do governador que permitiu essas atividades culturais e esportivas, que foram as primeiras afetadas pela pandemia e assim minimizar os impactos a quem vive do setor. Tudo isso paralelamente à ampliação da rede pública de saúde, com criação de leitos de UTI em todo estado, assim como pelas ações de tratamento precoce, a exemplo da criação do Centro de Triagem na Arena Pantanal e do envio de medicamentos e  300 mil testes rápidos aos municípios”, completou o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado.

Novas regras

A prática de esportes coletivos das categorias amador e profissional pode funcionar, desde que respeitado o limite de público externo de, no máximo, 30% da capacidade total do local do evento. Também deve ser observado o espaçamento de 1,5 metro entre os assentos.

Já os cinemas, museus e teatros, podem abrir as portas ao público, desde que respeitado o limite de pessoas correspondente a 50% da capacidade máxima do local. Para este cálculo, é necessário usar como base o metro quadrado e o espaçamento de 1,5 m entre as pessoas.

Leia Também:  Preço médio da gasolina terá redução de até R$ 0,16 a partir de janeiro de 2022 em Mato Grosso

Os bares, shows, casas noturnas e congêneres, precisam respeitar o limite de público sentado, que não deve ultrapassar 50% da capacidade máxima do local, utilizando o mesmo critério para cálculo dos cinemas, teatros e museus.
Para a edição do decreto, o governo considerou a tendência de estabilização nos registros de casos de infecção pelo coronavírus, conforme os dados do último Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde n° 32. Também houve a redução da média móvel de casos confirmados, e de hospitalizações e óbitos.

Confira o decreto na íntegra clicando aqui.

COMENTE ABAIXO:

Entretenimento

Exposição Vale dos Dinossauros é aberta no Parque Berneck em Várzea Grande 

Publicados

em

Por

 

No coração do Centro Ecológico de Recreação e Lazer Parque Bernardo Berneck de Várzea Grande foi aberta a exposição “Vale dos Dinossauros”, onde foram instaladas 11 réplicas das mais importantes espécies de dinossauros encontradas pela arqueologia mundial. Entre elas estão o dinossauro Chapadense (Pycnonemassaurus nevese) encontrado na região de Chapada dos Guimarães e o Uberabatitan Ribeiror, o maior dinossauro do Brasil descoberto em Minas Gerais.
A exposição que comemora o Dia das Crianças e da Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, acontece justamente na semana que no Maranhão foi descoberto um fóssil de dinossauro. A descoberta está sendo apontada como uma das mais importantes da ciência.
A abertura da exposição ocorreu com a presença do prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, da primeira-dama e promotora de Justiça, Kika Dorilêo Baracat, vereadores, secretários municipais, visitantes e alunos da Rede Municipal de Educação e está aberta a população até o final do mês de outubro e marcam não apenas as festividades das crianças como desperta a atenção delas para a questão ambiental, já que o Parque Berneck é uma das maiores áreas de preservação ambiental urbana do Brasil.


O Vale dos Dinossauros foi montado com intuito de oferecer lazer a população do município e de conhecimento educacional. O projeto foi viabilizado pelas secretarias municipais de Educação, Cultura, Esportes e Lazer – SMECEL e Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável – SMADRS e conta com a Parceria do Governo do Estado de Mato Grosso, da Assembleia Legislativa de Mato Grosso e pelo Instituto Mato-Grossense de Desenvolvimento Humano – IMTDH.


A criação e execução é do Instituto Mato-grossense de Desenvolvimento Humano. Até o dia 28 de outubro, todas as escolas municipais estarão visitando a exposição guiada por professores das áreas de Ciências, Geografia e Meio Ambiente.
O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat agradeceu a parceria com o Governo de Mato Grosso e a Assembleia Legislativa e do Instituto Mato-grossense de Desenvolvimento Humano. “Estamos no mês das crianças e a exposição é muito focada no público infantil e no lazer de toda a família. O parque é um lugar aconchegante e a exposição é mais uma alternativa de lazer e de oportunidade para que as crianças conheçam um pouco da história dos animais pré-históricos”, concluiu.
Ele lembrou que no momento de pandemia que assola o Planeta, desenvolver relações sociais mais próximas onde todos se respeitam é a demonstração mais clara de que a vida segue e vai se constituir com um novo normal, respeitando normas, mais reafirmando o conceito brasileiro de viver em comunidade, frisando ainda a importância do Parque Berneck que em parceria com a Assembleia Legislativa se tornou um dos polos de vacinação contra a COVID 19 mais eficientes e de resultados positivos.
O vice-prefeito, José Hazama lembrou como fundamental a integração da Administração Municipal com a população frisando que eventos como estes despertam o conhecimento das pessoas, reforçam as políticas públicas e assinalam pela boa relação.
“Uma gestão não é feita apenas de grande e importantes obras, mas de ações sociais, educacionais e que despertam valores nas pessoas”, disse José Hazama sinalizando que Várzea Grande sempre foi conhecida pelos eventos realizados e principalmente pela forma de atender as pessoas apesar dos problemas que existem e que estão sendo resolvidos com trabalho e determinação.
A história dos dinossauros tem sido contada e comprovada pela Arqueologia em todo o mundo através dos vestígios materiais como fonte documental. “No meio escolar, possibilita o desenvolvimento de atividades voltadas para a sensibilização de alunos e professores sobre a importância do conhecimento do mundo material e do mundo das imagens como parte fundamental do processo educativo”, comentou o secretário de Educação, Cultura, Esportes e Lazer de Várzea Grande, Sílvio Fidelis.
Em cada uma das 11 réplicas instaladas na exposição é mencionado o nome da espécie, data em que foram encontrados os vestígios e a era em que existiram na Terra. Os dinossauros são animais que viveram em nosso planeta há milhões de anos. Entre os organismos que existiram no passado e que temos registro de sua ocorrência, com certeza, os dinossauros são aqueles que mais impressionam crianças, jovens e adultos”, explicou a pedagoga de educação infantil do programa Escola em Tempo Ampliado, Taiane Barros Ferreira Leite. Parte desse interesse é devido ao tamanho de algumas espécies desses animais, assim como a ferocidade de alguns deles.
A professora comentou ainda que o estudo dos objetos como um vetor para a compreensão das transformações da vida do homem ao longo do tempo propicia a vivência de processos investigativos e contribui para a manutenção da curiosidade infantil inata como elemento motivador da aprendizagem.
Durante a abertura da exposição Vale dos Dinossauros as crianças observavam atentas a réplica do dinossauro chapadense (Pycnonemassaurus nevese) que viveu há 70 milhões de anos, durante a era Mesozóica, no período Cretáceo, na região onde hoje está localizada Jangada Roncador, no município de Chapada dos Guimarães. O animal tinha 15 metros de comprimento, cerca de 4 a 6 metros de altura e tinha um peso estimado entre 15 a 18 toneladas. Conhecido também como dinossauro de mata fechada, tinha dentes muito afiados.

Leia Também:  TCE-MT e UFMT buscam soluções para saneamento básico no estado


O secretário de Meio Ambiente de Várzea Grande, Celio dos Santos, responsável pelo funcionamento do Parque Municipal Bernardo Berneck enfatizou que a unidade de conservação é a maior do município (28 hectares de mata nativa do cerrado) e possui atividades de lazer para toda a população. “É um espaço para toda a família”, anunciou.
A exposição Vale dos Dinossauros estará aberta ao público todos os dias, das 17h30 às 19h00 e no sábado, domingo e feriados das 07h30 às 19h00. A entrada é gratuita.
Serviço
– Exposição Vale dos Dinossauros
– Local: Parque Bernardo Berneck – Avenida Governador Júlio Campos, S/N entre bairros – Jardim Paula I, Várzea Grande – MT
– Horário de funcionamento: Todos os dias das 17h30 às 19h00 e no sábado, domingo e feriados das 07h30 às 19h00.
A entrada é gratuita.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA