CULTURA

Encerraram as inscrições para as cadeiras 2 e 26 da Academia Mato-Grossense de Letras

Publicados

em

JB News

Por Mariza Bazo

  Encerraram hoje, dia 12 de julho, as inscrições para duas vagas na Academia Mato-Grossense de Letras- AML. Ao todo 11 candidatos se inscreveram, sendo seis para a Cadeira 2, cujo Patrono é  Joaquim da Costa Siqueira, político, escritor e cronista e a última ocupante a advogada, professora e escritora, Marília Beatriz de Figueiredo Leite e cinco para a Cadeira 26, cujo Patrono é o médico, político e intelectual  Joaquim  Duarte Murtinho, sendo o último ocupante o professor e escritor Benedito Pedro Dorileo. Segundo a presidente da instituição, Sueli Batista, o número de inscritos  superou as expectativas.

Sueli Batista disse que na manhã desta terça-feira, 13 de julho, as Comissões de Admissibilidade e de Mérito já começam a analisar os documentos e obras, emitindo os seus pareceres, dando prosseguimento ao processo eleitoral, cujo sufrágio ocorrerá no dia 7 de agosto.

Candidatos para a Cadeira 2 (Por ordem alfabética)

Caio Augusto Ribeiro

Celso Ferreira da Cruz Victoriano

Gabriel Augusto Leal

Kleiber Leite Pereira

Marli Walker

Rui Matos

Candidatos para a Cadeira 26 (Por ordem alfabética)

Leia Também:  Dia 1º de agosto, os eleitores de Acorizal, Matupá e Torixoréu irão às urnas novamente para eleger um novo prefeito e seu vice

Allan Kardec Pinto Acosta Benitz

Antônio Ernani Pedroso Calháo

Bruno Lima Barcellos

Josué Ribeiro da Silva Nunes

Mário Cézar Silva Leite

Todos os candidatos inscritos receberam a lista dos acadêmicos com seus dados e já começaram a fazer os contatos. “Serão  concorridas as disputas, não só pelo número dos inscritos, mas também pelos méritos”, frisou a presidente da AML.

COMENTE ABAIXO:

CULTURA

Live Dança Brasil será apresentada neste domingo

Publicados

em

Por

JB News 

Por Malu de Souza

As manifestações folclóricas de cinco regiões brasileiras serão apresentadas através de Live neste domingo, 01 de agosto, ás 8h, 10h, 17h e 20h, com uma hora de duração cada, pelo dançarino Michel Brito, e transmitida por meio das redes sociais, Instagram e YouTube do dançarino.

O evento que marca a abertura do mês do folclore, será realizado através do projeto da Lei Aldir Blanc, aprovada pelo Congresso, que foi instituída no ano passado pela Secretaria Especial de Cultura e Ministério do Turismo. Michel Brito foi selecionado por meio do projeto cultural da Prefeitura de Cuiabá.

Durante a Live serão abordados vários pontos com explicações teóricas da cultura popular das regiões brasileiras. Será transmitido o conhecimento sobre as danças populares tradicionais, como principais experiências, o desenvolvimento de ações de manutenção e divulgação da cultura popular brasileira.

Michel ressalta que estes saberes e vivências culturais se dão com a participação efetiva nas atividades realizadas desde o ano de 2010, através da Associação Cultural Flor Ribeirinha e no ponto de cultura Quintal da Domingas, localizados na comunidade de São Gonçalo Beira Rio em Cuiabá.

Leia Também:  Florada dos Ipês é atração em galeria de fotógrafo cuiabano

Através dessas experiências, ele mergulhou em ensino aprendizagem do conhecimento popular estimulado através da dança que tem como influência a ancestralidade indígena, africana e europeia expressa no Siriri, Cururu, Rasqueado e outras formas de manifestações da cultura popular.

O dançarino que integra o grupo de dança Flor Ribeirinha, já participou de intercâmbio cultural em vários festivais nacionais e internacionais de danças populares.

Junto com o grupo, o dançarino participou do Festival Internacional de Dança de Joinville em 2013, do Festival Internacional de Folclore do Ceará em 2015, no evento das Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016, no Festival Terranostra na Itália em 2015, no Festival Internacional de Dança da Coréia do Sul em 2016, no Festival Internacional de Dança da Turquia em 2017, onde o grupo Flor Ribeirinha conquistou o prêmio mundial. Em 2018, participou de apresentação na Rússia e França. Posteriormente integrou a turnê nos Festivais na Bélgica, Holanda, França e Alemanha em 2019. Este ano, participou de forma remota do Festival Internacional de Danças Folclóricas da Polônia.

Leia Também:  As 3 habilidades de pessoas com alta 'inteligência emocional' no trabalho

Além das apresentações nos festivais da cultura no território nacional e internacional, Michel Brito, também integra os projetos de formação de novos dançarinos do grupo Flor Ribeirinha. ‘trocando experiências e saberes, contribui para a formação de jovens e adultos na aprendizagem e desenvolvimento motor, cognitivo e afetivo’, destaca o dançarino, oportunizado pela tradição e processos de criação de espetáculos artísticos.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA