Eleições 2020

Emanuelzinho confirma que vai concluir Parque Ambiental Bernardo Berneck

Publicados

em

JB News

Emanuelzinho elencou ainda as principais propostas para melhorar e modernizar Várzea Grande, caso eleito gestor da cidade no próximo dia 15 de novembro_

O candidato a prefeito de Várzea Grande, Emanuelzinho (PTB), recebeu o apoio dos moradores do Bairro Parque do Lago, em reunião dos candidatos do partido Republicanos.

Centenas de pessoas estiveram presentes e contou com a participação do candidato a vice-prefeito, Wilton Coelho, o Wiltinho (PTB), além dos candidatos a vereadores Paulo Silva, Luciano Magalhães, Edson do Parque do Lago, Alessandra Moura, José Augusto e a enfermeira Daieli Dias.

Em seu discurso Emanuelzinho elencou as principais propostas para melhorar e modernizar Várzea Grande, caso eleito gestor da cidade no próximo dia 15 de novembro.

Entre os principais projetos, estão a pavimentação das ruas, a revitalização dos pontos de ônibus da cidade e a construção e climatização do Terminal André Maggi.

“Vamos criar o projeto ‘Minha Rua Bem Cuidada’, para concluir aquelas ruas que estão asfaltadas pela metade e levar asfalto para onde não tem. Mas não é só isso, é fazer drenagem pluvial, para quando chover não alagar a casa de ninguém, é fazer meio-fio para dar estética e beleza na rua, garantir a calçada bem trabalhada, com acesso para cadeirante. O transporte coletivo também é uma das maiores reclamações que venho ouvindo nas ruas e por onde andamos vemos somente um pau escrito ônibus. Nós vamos fazer uma parceria para revitalizar todos os ônibus”, disse.

Leia Também:  Prefeito Zema Fernandes articula caminhões, maquinários e carros para a agricultura familiar de Nortelândia

O candidato também falou sobre o problema crônico da falta e água na cidade e afirmou que em seu governo irá construir uma nova ETA (Estação de Tratamento de Água) na região do Chapéu e reservatórios também na mesma região e no Bairro São Matheus.

“Eu acredito que apesar das descrenças, é possível fazer uma Várzea Grande moderna, onde o prefeito governe pela confiança e não pelo medo. Quero ser um prefeito que verdadeiramente ouve as pessoas. Eu não estou aqui para atacar ninguém, estou aqui para atacar os problemas de Várzea Grande, que fazem as pessoas infelizes. Quero resgatar a felicidade de morar aqui”, disse.

Outra proposta que agradou os moradores, foi a conclusão do Parque Ambiental Bernardo Berneck, localizado na Avenida Júlio Campos, que está com as obras inacabadas há anos.

“Não vai ser fácil, mas é questão de prioridade. Eu acredito que é possível, e se eu estou dizendo isso é porque eu já estudei, e sei que dá para cumprir. A população não aguenta mais ser traída, não aguenta mais que o candidato venha aqui, prometa e depois não faça. Eu quero ter a oportunidade de quando terminar os quatro anos poder olhar nos olhos das pessoas e elas falem que valeu a pena acreditar e confiar no Emanuelzinho”.

Leia Também:  Mauro Mendes mostra força de sua gestão em evento em Cuiabá

Com a coligação “Um Novo Tempo Para Várzea Grande”, Emanuelzinho tem além do apoio dos partidos PTB e Republicanos, também do PT, PMB, MDB e PSD.

COMENTE ABAIXO:

Eleições 2020

Prazo para eleitor justificar ausência ao 2º turno termina hoje

Publicados

em

Por

ELEIÇÕES 2020

JB News

Por Denise Niederauer

Termina na nesta quinta-feira (28.01) o prazo de 60 dias para que o eleitor justifique a ausência às urnas nas localidades onde houve segundo turno para prefeito e vice-prefeito nas Eleições 2020.

 

O cidadão que não compareceu à urna deve apresentar justificativa fundamentada, com o motivo que o impediu de votar.

 

A justificativa pode ser apresentada nos cartórios eleitorais, pelo Sistema Justifica ou pelo aplicativo e-Título. O cidadão pode baixar o app no Google Play ou na App Store.

 

Devido às restrições impostas pela pandemia de Covid-19, muitos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) optaram pelo atendimento de maneira virtual, que também pode ser feito pela ferramenta Título Net, disponível no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A medida busca evitar aglomerações nos postos de atendimento da Justiça Eleitoral.

No dia 14 de janeiro encerrou o prazo para que o eleitor justificasse a ausência à urna no primeiro turno, realizado no dia 15 de novembro. De acordo com os dados do TSE, cerca de oito milhões de eleitores apresentaram justificativa por não comparecerem para votar no primeiro turno do pleito.

Leia Também:  Prefeito Zema Fernandes articula caminhões, maquinários e carros para a agricultura familiar de Nortelândia

 

Como fazer:👇

A justificativa pode ser feita pelo Sistema Justifica, no qual o eleitor deve preencher o “requerimento de justificativa” e informar os dados pessoais exatamente como registrados no cadastro eleitoral, declarar a razão da ausência à urna e anexar documentação comprobatória digitalizada.

 

Com o campo preenchido corretamente, será gerado um código de protocolo para acompanhamento, que será transmitido à zona eleitoral a que o eleitor pertence, para que seja examinado pelo juiz competente.

O eleitor será notificado da decisão ou poderá consultar a situação também pelo Sistema Justifica.

No caso de justificativa presencial, o eleitor deve entregar o requerimento em qualquer cartório eleitoral ou enviar por via postal ao juiz da zona eleitoral na qual é inscrito. Além do formulário, deve apresentar documentação que comprove os motivos alegados para justificar a ausência.

Consequências:👇

Na última quinta-feira (21.01), o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, suspendeu, por meio da Resolução TSE nº 23.637, as consequências previstas no artigo 7º do Código Eleitoral para os eleitores que deixaram de votar nas Eleições 2020 e não apresentaram justificativa eleitoral ou não pagaram a respectiva multa. A resolução deverá ainda ser referendada pelo Plenário do Tribunal após o recesso forense.

Leia Também:  Mulher arma barraco, joga cerveja na cara de policial e acaba presa em Cuiabá

 

A resolução suspendeu os seguintes efeitos: o impedimento de o eleitor obter passaporte ou carteira de identidade; inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública, e neles ser investido ou empossado; renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo; e receber remuneração de função ou emprego público.

A medida vale enquanto permanecer vigente o plantão extraordinário previsto pela Resolução TSE nº 23.615/2020 para prevenir o contágio pelo novo coronavírus.

Com informações do TSE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA