Política Estadual

Dr.João destina emenda parlamentar para Casa do Idoso de Tangará da Serra

Publicados

em


Foto: MICHELLE MOURA / ASSESSORIA DE GABINETE

O deputado estadual Dr.João (MDB) destinou uma emenda parlamentar no valor de R$ 110.883,00 reais para a Associação Nosso Lar – Casa do Idoso do município de Tangará da Serra. O recurso possibilitou a compra de equipamentos para a reforma e modernização da lavanderia industrial do local.

O parlamentar foi pessoalmente na Casa do Idoso na segunda-feira (24), sendo recepcionado pelo presidente do Lar, Rubens Jolando, pela vice, Ieda Pscheidt, pela diretora, Dirce Lorenzetti, e pelo vereador por Tangará da Serra, Eduardo Sanches, que é engenheiro civil e realizou o termo de referência dos equipamentos que foram adquiridos.

Os administradores da Casa aproveitaram para agradecer ao deputado Dr.João pela emenda destinada para o local, tendo em vista a importância de equipar com máquinas mais modernas e eficientes a lavanderia industrial da Casa do Idoso.

“Estou muito feliz com a visita que fiz a Casa do Idoso de Tangará da Serra, e mais feliz ainda em saber que o valor que destinei ao local, já possibilitou a compra dos equipamentos, e sai da visita com a certeza de que vamos trabalhar juntos para conquistar ainda mais e proporcionar melhorias aos 38 idosos acolhidos na casa, bem como aos funcionários dedicados que trabalham no local,” ressaltou o deputado.

Leia Também:  Deutado Botelho diz que pacote de medidas aprovado pelos deputados promoveu equilíbrio fiscal de MT

O parlamentar disse que as demandas do lugar ainda são grandes e firmou um compromisso com os administradores de que irá continuar acompanhando o funcionamento da Casa do Idoso, não medindo esforços para contribuir com melhorias e benefícios para o local, que cuida e ampara os idosos do município de Tangará da Serra e região.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:

Política Estadual

Condenados por maus-tratos contra animais podem ser proibidos de novas adoções

Publicados

em

Por

Foto: PEDRO LUIS VELASCO DE BARROS

A prática de maus-tratos a animais domésticos, silvestres, nativos ou exóticos no Brasil é crime previsto na Lei 9.605/98, com pena de 2 a 5 anos de prisão, além do pagamento de multa e inclusão do nome no registro de antecedente criminal, para quem for condenado.

Além do dispositivo legal, tramita na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o projeto de lei nº 500/2022, desenvolvido pelo deputado estadual Valdir Barranco (PT), que garante que pessoas condenadas pelo crime de maus-tratos aos animais no estado não poderão adotar outros animais.

“Esse projeto é uma grande vitória de todos nós, protetores e ativistas. Ela é clara ao vedar aqueles que tenham sido condenados, com sentença transitado em julgado, pelo crime de maus-tratos, de adotar animais”, disse o parlamentar.

A proposta tem como objetivo principal fortalecer a defesa dos direitos dos animais e sua efetiva proteção contra toda e qualquer forma de maus-tratos. Conforme o texto, o Poder Executivo poderá regulamentar a lei para garantir a execução do texto.

Leia Também:  Parceria com Associação Ampara Elas reforça o combate à violência doméstica

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA