COVID-19

Desembargador Rui Ramos precisou ser intubado por ser hipertenso

Publicados

em

JB News

Por Nayara Cristina

 

A situação do desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Rui Ramos Ribeiro, 62 anos, que está internado em São Paulo desde a última terça-feira (15.06), para tratamento da Covid-19, ainda continua sobre cuidado intenso por parte da equipe médica que o acompanha.

As últimas informações do boletim médico dessa sexta-feira (25.06), diz que o desembargador precisou ser intubado, por conta de ser hipertenso.

Segundo sua assessoria, a equipe médica optou por intubar o desembargador para que sua recuperação possa acontecer o mais rápido possível.  Mas seu quadre merece cuidados , ainda segundo sua assessoria, a família pede orações.

Rui Ramos está tomando todos os cuidados e medicamentos necessários para controlar seus sinais vitais, e conservá-lo estável, por isso o procedimento.

Após ser diagnosticado com Covid-19, o desembargador estava recuperando em sua residência. E por conta de outras complicações de saúde como a hipertensão, o quadro poderia se agravar ,diante de uma possível gravidade de uma complicação,  os médicos optaram pelo tratamento em SP.

Leia Também:  ALMT debaterá "Passaporte da Vacina" em audiência pública na quinta-feira

Um outro boletim médico sobre a situação da saúde do desembargador pode sair ainda no final da tarde deste sábado.

COMENTE ABAIXO:

COVID-19

Vacinação da ALMT já imunizou mais de 200 mil pessoas: “Atuação do Parlamento faz a diferença”, diz Russi

Publicados

em

Por

JB News

Legislativo abriu 5 polos de vacina, sendo 3 na baixada cuiabana, 1 em Rondonópolis e 1 em Tangará da Serra.

Mato Grosso já vacinou mais de 40% de sua população, contra a Covid-19, conforme os últimos dados do consórcio de veículos de imprensa. No total já foram aplicadas 3.823.526 doses de vacinas, de acordo com levantamento da Secretaria de Estado de Saúde. Dessas, 239.756 pessoas foram imunizadas nos cinco postos de vacinação, instalados pela Assembleia Legislativa em Cuiabá, Várzea Grande, Tangará da Serra e Rondonópolis. “Esses pontos de vacinação estão sendo essenciais para acelerarmos esses processo de imunização e diminuir o número de óbitos em nosso Estado. Uma ação, que teve a participação de todos os deputados”, avalia o presidente do Legislativo, deputado Max Russi (PSB).

O parlamentar foi um dos entusiastas e um dos principais articuladores para a implantação e ampliação de novos postos de vacinação em MT, na parceria entre Assembleia, prefeituras e parceiros.

“São recursos da Assembleia, que contribui com estrutura, servidores e servidores, dando condições de trabalhar e prestar esse serviço para a população”, complementou.

Leia Também:  Várzea Grande fecha o Ginásio do Fiotão por dois dias para dessanitização

No caso do polo de vacinação da Assembleia Legislativa, segundo o quantitativo da Supervisão de Saúde e Qualidade de Vida (SGP), já foram aplicadas 91.921 doses de imunizantes, até o dia 13 deste mês. No de Rondonópolis foram 71.646, Tangará da Serra 40.000 e Várzea Grande 36.189, somados os dois polos da baixada.

De acordo com a gerente de Saúde e Assistência do Legislativo, Ivana Mara Mattos, a vacinação segue normalmente, atendendo a todos os protocolos preconizados pelas autoridades de Saúde e conforme a chegada de mais vacinas.

“Já estamos vacinando, aqui na Assembleia, adolescentes de 12 a 17 anos. Além disso, a terceira dose já está disponível par a faixa etária de 70 anos e profissionais da Saúde. Isso tudo de acordo com a chegada de vacinas”, esclareceu.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA