COVID-19

Defensoria de Mato Grosso já exige comprovante de vacinação contra Covid-19 para atendimento presencial

Publicados

em

A nova regra foi estabelecida em resolução que circulou no Diário Oficial desta quinta-feira (13/01). Para os não vacinados, o órgão prestará atendimento virtual por meio de telefone, aplicativo de celular e também pelo site da Instituição

Marcia Oliveira 

Atendimento presencial será limitado aos cidadãos vacinados que comprovarem

A partir de ontem quinta-feira (13/01) a Defensoria Pública de Mato Grosso atenderá presencialmente apenas o cidadão que comprovar, por meio virtual ou cartão, que recebeu a vacina contra Covid-19. Aos não vacinados o órgão oferecerá o atendimento virtual por telefone, mensagens de aplicativo de whatsapp ou pelo site, via o serviço de Atendimento Online. 

A Instituição atende à população presencialmente desde 19 de novembro de 2021, e diante do aumento do número de casos, as novas regras foram estabelecidas. A Resolução 003/2022, publicada no Diário Oficial de hoje, define medidas de prevenção e redução do risco de transmissão da Covid-19 para membros, servidores e para a população que faz uso dos serviços da DPMT, público que, em sua maioria, vive em extrema vulnerabilidade.

No documento é reforçada a necessidade do distanciamento mínimo de um metro e meio entre as pessoas; o uso obrigatório de máscaras e a higienização das mãos e dos ambientes, de forma constante, dentro dos prédios da DPMT. O órgão lembra ainda que monitora diariamente a situação do avanço e da gravidade da doença, para rever ou estabelecer novas regras.

Leia Também:  Crianças da cidade de Paraíba receberam doses da vacina infantil vencida

Além das novas condições para o atendimento do público externo, o documento também estabelece regras específicas para servidores, defensores e estagiários que frequentam os prédios nas 51 comarcas onde a Instituição está presente atualmente.

Público Interno – Os trabalhadores da Defensoria Pública que comprovarem contágio pelo coronavírus, por meio de exames laboratoriais e atestado médico, deverão trabalhar de casa, caso tenham sintomas leves, pelo período de dez dias consecutivos, a partir da data dos sintomas. Aqueles cujo trabalho não pode ser desempenhado de forma remota, serão dispensados da atividade pelo prazo de dez dias, mesmo que apresentem sintomas leves.

A resolução ainda explica que as novas regras são válidas para servidores, defensores e estagiários que vivem no mesmo ambiente com pessoas doentes de covid, a partir da comprovação do diagnóstico, por meio de testes laboratoriais ou atestado médico do acometido pela doença.

Atendimento Ininterrupto – A partir do estabelecimento das medidas de restrição em função da pandemia da Covid-19, em 2020, a Defensoria Pública de Mato Grosso estabeleceu e de forma rápida aperfeiçoou formas de prestar atendimento virtual ao seu público, por meio do uso de tecnologias. Com a atual estrutura, o cidadão consegue apresentar sua demanda ao órgão, enviar documentos, ter abertura e o andamento de processos ou medidas administrativas, todos de forma virtual e eficaz. Para ter acesso à íntegra da resolução acesse aqui.

Leia Também:  Decreto do governador para congelar IPVA em Mato Grosso é aprovado
COMENTE ABAIXO:

COVID-19

Emanuel Pinheiro anuncia data de vacinação para crianças de 5 a 11 anos em Cuiabá

Publicados

em

Por

JB News

Por Alisson Gonçalves

 

Em live nesta segunda-feira o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro anuncia data de vacinação para crianças de 5 a 11 anos.

A live será realizada às 19 horas pelo Facebook(emanuelponheiromt).

Além do anúncio das datas de vacinação para o público infantil, durante a live Emanuel também vai ouvir demandas de bairros.

Para quem deseja vacinar seu filho, deverá realizar o pré-cadastro no site “Vacina Cuiabá”,em estudo realizado a estimativa é que cerca de 66 mil crianças sejam imunizadas nesta primeira etapa.

Além disso é necessário que os pais ou responsáveis, acompanhem a dose para que não tenha erro.

Ainda na tarde de ontem VG anúnciou também cadastro para vacinação de crianças de 5 a 11 anos.

Os locais de vacinação escolhidos são:
• Clínicas Médicas do Centro Universitário Várzea Grande – UNIVAG no Grande Cristo Rei;
• Escola Estadual Adalgisa de Barros no Centro da Cidade;
• Escola Estadual Jayme Veríssimo de Campos Jr (Grande Mapim/Imperial).

Leia Também:  Nova variante do coronavírus de nome Deltacron é descoberta

Para realizar o cadastro em VG será necessário acessar o site da Prefeitura de Várzea Grande, pelo endereço www.varzeagrande.mt.gov.br na aba Imunização Várzea Grande, apresentar documentos pessoais como Certidão de Nascimento, CPF e RG se tiver ou dos pais, mas principalmente o Cartão do SUS e comprovante de endereço.
Para receber a dose, a criança deve estar acompanhada dos pais ou responsável, que precisa apresentar documento pessoal ou enviar autorização assinada.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA