CUIABÁ

Decreto revoga toque de recolher e aumenta capacidade de público em celebrações religiosas e cursos livres

Publicados

em

A Prefeitura de Cuiabá editou nesta quinta-feira o Decreto nº 8.189, com novas medidas emergenciais voltadas para o enfrentamento do novo coronavírus (Covid-19). O documento, que deve ser publicado na próxima edição o Diário Oficial de Contas e passa a valer a partir do 1º de novembro, traz como uma de suas determinações a revogação do toque de recolher no território da Capital.

Além disso, a partir da data estabelecida, as celebrações religiosas passam a ser permitidas no período das 6h às 20h, sendo no máximo duas por turno e com intervalo de 1 hora entre uma e outra. Em relação à ocupação, deve-se respeitar a lotação máxima de 70% da capacidade total do local, bem como distanciamento mínimo de 1,5m entre uma pessoa e outra, com exceção de membros da mesma família.

As novas medidas substituem os incisos I e III, do art. 1º do Decreto nº 7.887, que indicavam o intervalo mínimo de 1h30 entre as celebrações e a ocupação máxima de 30% da capacidade total de público do ambiente.

Leia Também:  Confira como será a vacinação na segunda (11) e no feriado de terça-feira em Cuiabá

O novo decreto altera também a capacidade de atendimento dos cursos livres em geral, pós-graduação e congêneres, permitindo a presença de 35 alunos por turma e 50% da capacidade do espaço ocupado. Antes, o art. 8º do Decreto nº 8.106 instituía o limite de 14 estudantes por turma.

COMENTE ABAIXO:

CUIABÁ

Projeto social vai capacitar 300 mulheres de baixa renda com curso de gastronomia

Publicados

em

Por

O projeto “Mães Cuiabanas” capacitará 300 mulheres em situação de vulnerabilidade social e econômica com curso de gastronomia, durante o mês de novembro, na capital, possibilitando a autonomia financeira e a geração de renda.
A medida é uma parceria entre o Centro Pedagógico de Ensino Especial Regina Maria da Silva Marques (Cenper), em parceria com a Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Dilmar Dal Bosco (DEM), Secretaria de Cultura de Mato Grosso e a David Melo Culinary School.
O curso começa no dia 01 de novembro e segue até 31 do mesmo mês, com aulas presenciais e on-line semanais divididas em 12 turmas dentro das normas sanitárias ao combate a Covid-19, com um total de seis módulos e mais 60 dias de suporte as alunas, pós-encerramento das aulas, abrangendo desde o ensino técnico prático, empreendedorismo, marketing, e noções de educação financeira.
As inscrições podem ser feitas a partir do dia 18 (segunda-feira), das 13h30 às 16h30, pelo telefone (65) 3624-1298, de segunda à sexta-feira. As interessadas podem comparecer na sede do Cenper localizado na R. Fenelon Müller, 897 – Dom Aquino, Cuiabá – MT, é necessário o comprovante de endereço e documentos pessoais.
De acordo com a diretora da unidade, Jacy Bom Despacho dos Anjos e Castro, a iniciativa visa desenvolver o senso empreendedor nas participantes, e o espírito de trabalho em grupo na comunidade.
“Essas mulheres estão fora do mercado de trabalho, precisamos proporcionar a inclusão na comunidade, estimulando sua capacidade de conhecimento cultural e gastronômico. Dentro do curso elas vão ter acesso ao manuseio desde equipamentos profissionais, a itens básicos na cozinha de qualquer lar. O objetivo é que elas possam empreender de sua própria casa gerando renda extra”, afirma Jacy.
O Chef David Melo, coordenador do curso de gastronomia pontua que o plano de aula foi elaborado de acordo com a necessidade da empreendedora autônoma.
“As alunas vão aprender sobre higiene e saúde na manipulação de alimentos, logística básica e armazenamento de insumos, cozinha prática de como preparar os ingredientes para elaboração das produções culinárias, elaborar e preparar cardápios para comidas congeladas e resfriadas, introdução ao empreendedorismo com delivery em plataformas digitais e aula de campo, na visão de como empreender na crise com renda extra”, ressalta David.
Melo complementa que para garantir o sucesso das alunas, sua equipe deve acompanhar por mais 60 dias oferecendo suporte ao aluno pós-encerramento das aulas, aquelas que desejam ter o próprio negócio no segmento.
O deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM) é o autor da emenda que viabilizou o projeto, “por meio desta parceria, vamos realizar o projeto Mães Cuiabanas, no qual cerca de 300 mulheres serão capacitadas no segmento de gastronomia. Essa articulação mostra que o Cenper está cada vez mais forte na sua missão de promover a assistência social, capacitação profissional e a empregabilidade das mães dos alunos”, disse o parlamentar.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Primeira-dama Márcia Pinheiro vai atender filhos de vítimas de feminicídio
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA