CUIABÁ

“Cuiabá não pode parar e não vai parar”, assegura José Roberto Stopa

Publicados

em

 

As  informações Secom

Luiz Alves

Clique para ampliar 

“Cuiabá não pode parar e não vai parar”. Respaldado por essa premissa, José Roberto Stopa, foi empossado como prefeito de Cuiabá interinamente, em ato realizado na Câmara Municipal de Cuiabá na tarde desta quarta-feira (20).

“Nossa meta é fazer ainda mais. A população confiou a nós, a gestão Emanuel Pinheiro, que foi eleita democraticamente em processo legítimo, essa responsabilidade. Vamos fazer ainda mais”, asseverou.

Em primeiro ato após a posse, Stopa manteve um diálogo com a equipe de secretários e reiterou que não haverá mudança no staff. Ele recomendou que o trabalho seja intensificado, em benefício da população.

“O alicerce de nossa gestão será mantido. Atuamos respaldados pela oferta do serviço de qualidade. Essa é a gestão que já entregou mais de 300 km de asfalto, mais de 160 praças, que entregou o hospital mais moderno que o Estado já viu. Inexiste nesse país, uma gestão que não necessite recorrer a contratações em caráter de excepcionalidade”.

Leia Também:  Oposição acusa mesa diretora de manobrar para não votar Comissão para investigar Emanuel Pinheiro

O presidente da Câmara Municipal, vereador Juca do Guaraná, destacou que o Legislativo continuará fortalecendo a parceria com a Prefeitura de Cuiabá, que tem resultado em grandes avanços para Cuiabá.

“Que essa gestão continue trabalhando em prol da população mais humilde. Vamos continuar lutando para que Cuiabá siga avançando. Lutando por grandes obras como o Contorno Leste, como os viadutos, como o novo HMC. Temos um compromisso com o povo cuiabano. Que a Prefeitura continue contando com Câmara de Cuiabá”, disse.

COMENTE ABAIXO:

CUIABÁ

Prefeito Emanuel Pinheiro diz que é o homem mais injustiçado de MT

Publicados

em

Por

JB News

Alisson Gonçalves

Em discurso durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira dia 1/12,  o Prefeito Emanuel Pinheiro (MDB)  disse que é o homem mais injustiçado de MT.

Emanuel apresentou trechos de sua defesa em slides para afirmar que foi “injustiçado”.

E afirmou categoricamente que o Ministério Público de Mato Grosso (MPMT) se baseou em “ilações” para pedir seu afastamento.

Questionado sobre as contratações Emanuel afirma,que todas as contratações que foram feitas são de responsabilidade do Secretário Huark Douglas Correa,o mesmo que também foi nomeado na Gestão de Mauro Mendes em 2013″

Emanuel Pinheiro havia sido afastado por suspeita de irregularidades na secretaria municipal de Saúde e passou 38 dias afastado da função.

Ainda com seu retorno se sentido injustiçado Pinheiro encaminhou um projeto de lei à Câmara Municipal que prevê a criação do “Dia do Perdão”, a ser comemorado anualmente no dia 26 de novembro, mesma data em que a Justiça autorizou o retorno dele ao cargo.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  MPMT requer fechamento de Fort Atacadista inaugurado nesta sexta
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA