Destaque

Crea Mato Grosso marca presença na Soea Connect

Publicados

em

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT) está presente de forma virtual na Semana Oficial da Engenharia e Agronomia 2021 de 15 a 17 de setembro.  Através de um estande virtual, o profissional poderá encontrar no espaço do Crea-MT, vídeos e cartilhas como: Cadastro Urbano, Barragens, Acessibilidade, Avaliação de Bens, Livro Programa Crea Mulher 2021, Livro do Mérito de 2021, Água e Mineração, além do Código de Ética e Agenda parlamentar.

Para o presidente do Crea-MT, engenheiro civil Juares Samaniego, o evento que está sendo realizado online pela primeira vez, nessa edição destacará os aprendizados e desafios dos profissionais da Engenharia, Agronomia e Geociências durante a pandemia. Mesmo virtual, além do estande, o Crea-MT está sendo representando por meio da participação da diretoria, conselheiros, Entidades de Classe que compõem o conselho e profissionais registrados no Sistema de Mato Grosso.

“ A expectativa até o final da Soea, segundo informações da organização do Confea , é  a  presença  de 11 mil participantes na plataforma digital para prestigiar homenagens aos profissionais do setor e debater assuntos do momento com palestrantes que são referência em assuntos  ligados as modalidades do Sistema Confea/Crea”, detalhou Juares.

Leia Também:  Ex-secretário vai pagar R$ 18 mil por descumprir Plano de Imunização

O presidente do Confea explica que serão destacados durante os três dias de evento sobre o desenvolvimento econômico, inovação, governança e gestão, ressaltando que ainda dá tempo para fazer inscrição no maior evento voltado para as Engenharias, Agronomia e Geociências.

Acesse http://soeaconnect.com.br e faça sua inscrição gratuitamente.  Na plataforma virtual, o profissional poderá visitar os estandes dos Creas, do Cden, do Pacto Global, da Mútua e dos anfitriões Confea/Crea-GO.

Homenagem

A solenidade de abertura contou com a participação de lideranças políticas e do Sistema profissional. A cerimônia do Mérito também será nesta noite, quando 24 profissionais e três instituições serão agraciados por terem dado sua contribuição para a melhoria da qualidade de vida e progresso da sociedade, desenvolvimento tecnológico e aprimoramento técnico das profissões. A memória daqueles que tiveram a vida abreviada pela covid-19 também será reverenciada durante a solenidade.

Palestrantes renomados

Com o tema “A pandemia: aprendizados e desafios para a Engenharia, Agronomia e Geociências”, a agenda de palestras magnas acontece no período da manhã, nestes dois próximos dias.

A apresentação do empresário da construção civil Paulo Octávio abre a programação às 10h, na quinta-feira (16/9). Às 10h30, será a vez de Maimunah Sharif, diretora executiva do Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat), e às 11h será a palestra do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas.

Leia Também:  Chuck Berry faria hoje dia 18, 95 anos

No último dia, as palestras magnas terão início às 9h, com participação de Leandro Karnal, doutor em História Social, escritor e apresentador. Às 10h, Luiz Borges, estudante e pesquisador em Engenharia Biomédica, falará ao público. Bento Albuquerque, ministro de Minas e Energia, e Paulo Domingues, secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energéticos, ocupam o palco virtual às 11h.

Salas de debate

O período da tarde dos dois dias está reservado aos 40 debates em salas virtuais. Entre eles, o “Painel Mulher – desafios e oportunidades da mulher engenheira no pós-pandemia”; “Política, estratégia e desenvolvimento para o estado brasileiro”; “Engenharia mundial no pós-pandemia”; e “Brasil celeiro do mundo – inovação e tecnologia no agronegócio”. Todos estes painéis terão a presença do presidente do Confea.

Contecc

A exposição dos trabalhos selecionados para o Congresso Técnico-Científico da Engenharia e da Agronomia (Contecc) tem espaço especial na agenda vespertina. O horário de cada apresentação pode ser conferido na programação.

Encerramento

A solenidade de encerramento dos trabalhos está marcada para 19h, da sexta-feira, com participação dos líderes do Confea, Creas e Mútua.

COMENTE ABAIXO:

Destaque

Justiça determina que Mercado Livre apague foto de Influenciadora de MT por uso indevido de imagem

Publicados

em

Por

 
Foto de Jhenyffer Martins foi retirada de sua conta no instagram e estava sendo usada ilegalmente por loja especializada em venda de biquínis

O juiz Júlio César Molina Duarte Monteiro, do 6º Juizado Especial Cível da Capital, concedeu liminar em favor da influenciadora digital Jhenyffer Pamela Martins Da Silva, de Cuiabá (MT) que acionou na Justiça o portal de vendas Mercado Livre e a loja anunciante por uso indevido de imagem.

As fotos utilizadas foram retiradas do seu perfil no Instagram @essajhenymartins onde a influenciadora divulga marcas de roupas, produtos de maquiagem, biquínis e outras peças, atividade que está diretamente vinculada à sua imagem.
O uso indevido das imagens foi percebido no dia 13 de agosto de 2021 quando, ao adentrar à página do Mercado Livre usando login e senha para pesquisar produtos de beleza e vestuário, a jovem foi surpreendida com as suas imagens sendo utilizadas no referido portal pela empresa Feminices Modas para divulgação de biquínis, sem seu consentimento.
“A divulgação de imagens sem a devida autorização para fins comerciais é ilícita, arbitrária, ilegal e abusiva, e tem gerado prejuízos financeiros à Jhenyffer, além de colocar em risco o relacionamento com seus patrocinadores”, pontua Ademir Júnior, advogado da ação.A influenciadora narra que manteve contato telefônico tanto com o Mercado Livre quanto com a anunciante reportando os fatos, inclusive ressaltando que não autorizou através de qualquer forma ou documento o uso de sua imagem, sem sucesso. “As divulgações permanecem e não me restou outra saída a não ser recorrer à Justiça”. Jhenyffer registrou um Boletim de Ocorrências e ingressou com ação por danos morais.

Leia Também:  Virginia Mendes apresenta ações e programas sociais do Governo para prefeitas e primeiras-damas

Ao justificar a reparação por danos morais, o advogado Ademir Júnior cita o art. 5º, incisos V e X da Constituição Federal que consagra o dever de indenizar por atos ilícitos, especialmente como proteção aos direitos individuais.

“Assim, é garantia Constitucional o direito de a Reclamante ser indenizada frente aos danos morais que afetaram o seu patrimônio pessoal. A imagem de uma pessoa é de tamanha relevância no nosso ordenamento jurídico que ganhou status de direito fundamental e está expressamente previsto na Constituição Federal”, pontua.

Em outras palavras, Ademir Júnior esclarece que a imagem é sumariamente inviolável, de maneira que a sua violação enseja a reparação pelos danos morais e materiais decorrentes de uso não autorizado ou indevido, cuja responsabilidade civil por danos se sujeita também ao art. 186, do Código Civil Pátrio, assim como nas disposições dos art. 11 e 20 da mesma Lei.

“A Reclamante não autorizou as Reclamadas a utilizarem sua imagem em campanha publicitária ou de venda de produtos em qualquer plataforma, mídia ou meio de comunicação, de forma que aufere lucro e benefícios econômicos com a venda de seus produtos. É de clareza solar que não se pode sair por ai divulgando a imagem das pessoas por nenhuma forma ou mecanismo, impresso ou digital, sem a sua autorização, sob pena de caminhar ao arrepio do chamado direito da personalidade que atinge a todos, inclusive a Reclamante”, alega o advogado na ação.

Leia Também:  MPMT repudia “PEC 5” e alerta sobre riscos à atuação funcional
A liminar, com data de 14 de outubro de 2021, determina exclusão das imagens da influenciadora da página da anunciante e do Mercado Livre em 24 horas sob pena de multa de até R$ 5 mil pelo não cumprimento. A ação requer ainda indenização por danos morais.Jhenyffer faz questão de deixar claro que não busca enriquecimento sem causa ao acionar a Justiça, mas apenas que a conduta do anunciante e do Mercado Livre tenha efetiva reprovação e que a reparação seja compatível com o constrangimento sofrido.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA