Entretenimento

Conrado e Aleksandro prometem agitar o aniversário de São Pedro da Cipa

Publicados

em

 

A cidade mato-grossense completa 30 anos de emancipação no próximo domingo (19)

Robson Fraga

São Pedro da Cipa (distante 153,8 km de Cuiabá) vai completar 30 anos no próximo domingo (19). Para comemorar, a prefeitura preparou uma super festa que promete trazer muita diversão com o melhor da música sertaneja e das batidas eletrônicas que tocam em todo o país.

A atração nacional é a dupla Corando e Aleksandro. Formada em 2003, na cidade de Dourados, Mato Grosso do Sul, a dupla mistura sertanejo universitário com muito modão, música influenciada por Tião Carreiro & Pardinho e Milionário & José Rico.

Entre os sucessos, “Só Se For Gelada”, “Camionete Inteira”, “Tô Bebendo de Torneira” e “Ao Vivo em Curitiba” que ficou mais de seis meses entre as 30 mais tocadas no Brasil. Tem ainda “Tô Bebendo Demais” que se destacou entre as 20 mais tocadas segundo ranking da Billboard. O novo sucesso, “Tereré e Narguilé” já soma mais de 1 milhão de visualizações no Youtube.

Leia Também:  Marcha para Jesus em Várzea Grande acontece a partir das 16h deste sábado

Atrações regionais

No card de atrações regionais estão os cantores cuiabanos Fernanda Leite e Geandro Moura, além do DJ Val, de Jaciara, conhecido por “só tocar as melhores”. Tem ainda, o cantor goiano Heitor Carvalho.
Os shows acontecem neste domingo (19.12), a partir das 20h30.

Acesso Controlado

A prefeitura informa que o uso de máscaras é obrigatório e que vai cobrar a apresentação do comprovante de vacinação contra a covid-19 ou exame RT-PCR negativo com resultado de até 48h. A cidade já vacinou 5.556 pessoas contra a covid-19, atingindo 61,7% da população. Deste total, 2.406 tomaram as duas doses ou a dose única.

SERVIÇO

Evento: Aniversário de São Pedro da Cipa – 30 anos
Data e Horário: 19 de dezembro, das 20h30 às 2h
Local: Praça Beira Rio

COMENTE ABAIXO:

Entretenimento

Cine Teatro Cuiabá recebe neste sábado Projeto Literamúsica

Publicados

em

Por

LITERAMÚSICA

Intercâmbio Cultural

JB NEWS

Por Jonas da  Silva

O Cine Teatro Cuiabá recebe neste sábado (14/5), às 20 horas, o Projeto Literamúsica, com apresentações e intercâmbio de músicos, escritores e plateia. O produto cultural foi idealizado pelo maestro da Orquestra Sinfônica da UFMT, Fabrício Carvalho, e o deputado Professor Allan Kardec (PSB-MT), por meio da destinação de emenda parlamentar.

O público em casa também poderá acompanhar o projeto pelo canal do YouTube do Cine Teatro Cuiabá. O ingresso para a entrada será 1 Kg de alimento não perecível, que pode ser trocado a partir das 19 horas no local do evento. A limitação de assentos é de 60 pessoas.

Junto com o maestro Fabrício no palco estarão as compositoras e cantoras Pachá Ana e Si Azevedo; o escritor, ator e poeta Caio Ribeiro, o percussionista Cleiton Bolacha e o músico, compositor e instrumentista, Oliveira Filho, que fará a direção musical do evento.

Até o fim do ano, o projeto será um verdadeiro circuito cultural sempre nos campi da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), em Tangará da Serra (23/6); Cáceres (25/8) e Sinop (10/11), sempre mediada pelo maestro. As apresentações e performances com participação do público nos locais onde ocorrer o projeto serão no formato de programas de auditórios de TV.

O deputado Professor Allan Kardec afirma que a ideia do Literamúsica é levar arte e cultura ao público jovem e apresentar a eles novos artistas mato-grossenses. E permitir o acesso de modo mais fácil, de forma popular, e fazer simultaneamente a divulgação das diversas manifestações de artistas e escritores do Estado.

“É a prática da cultura e circulação da arte. Um intercâmbio, troca de experiências entre novas plateias e divulgação da geração de novos artistas mato-grossenses. Desenhamos isso, junto com o maestro Fabrício e o Flávio Ferreira do Cena Onze, para promover, principalmente aos jovens, nossa qualificada cultura de novos músicos, escritores, compositores, cantores e artistas de Cuiabá e de todo Mato Grosso”, descreve a importância do projeto.

Leia Também:  Lançamento oficial do “Carnaval da Gente 2020” é nesta quinta-feira

*Público e artistas jovens*

Para o maestro da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Fabrício Carvalho, o projeto cumpre a finalidade de proporcionar a troca de experiências entre o público jovem em especial e artistas mato-grossenses. Pois, ele afirma que as áreas de literatura, da música, do teatro, do audiovisual tem crescido muito em Mato Grosso, em todas as plataformas artísticas.

“O deputado Allan Kardec, eu e o professor Flávio Ferreira, do Cena Onze, também entusiasta dessa ideia, sentamos, pensamos e planejamos um grande projeto que tivesse interação e participação dos estudantes. E principalmente que eles tivessem acesso a essa nova formação dos jovens artistas de Mato Grosso”, descreve como foi formatado o projeto. “É um público que precisa de novas ideias. E tem novos artistas que precisam de um novo público e divulgar seus trabalhos”, resume o objetivo do Literamúsica.

Maestro Fabrício acrescenta outro objetivo do projeto de divulgar aos estudantes universitários a música e literatura fora do eixo cultural da “industrialização de massa”. “Não é só o que passa na televisão aberta, só o que toca no rádio. A ideia é que eles conheçam outros artistas também. Principalmente os artistas de Mato Grosso”, afirma.

O diretor musical do Literamúsica, destaca o projeto como inédito e necessário e que compõe a harmonia perfeita para promover e mostrar a rica cultura mato-grossense. Ele se diz honrado com a oportunidade de participar do projeto.

Leia Também:  Filho acusa pai presidente da Aprosoja de ser corrupto

*Música e literatura para a vida*

“O projeto já soa poesia e música já vem com sonoridade, o Litera Música. O que seria do mundo sem a literatura e sem a música, algo tão maravilhoso para nossas vidas ?”, comemora o multi-instrumetista. “E temos a música que considero o complemento indispensável dessa festa cultural. A música pode, através dos ouvidos de quem as ouvem penetrar nos lugares talvez nunca visitado com palavras. Mas, com a letra vai chegar, isso é conhecimento para nosso intelecto e música para nossos ouvidos, para nossa alma e vida. Sou muito grato de participar deste encontro cultural”, registra Oliveira Filho sobre o impacto do Literamúsica.

Oliveira Filho é músico, compositor e instrumentista há mais de 20 anos em Cuiabá. Ele veio do Rio de Janeiro trompetista, músico da Escola Villa Lobos. Nas décadas de 1980 e 1990 começou a tocar na Escola Técnica Federal, ETF, (IFMT), com os lendários Bolinha e Juca de Mestre Albertino na banda marcial da escola.

Depois foi levado por Bolinha para as festas do Senhor Divino da Catedral de Cuiabá e Festa de São Benedito na Igreja do Rosário. Com as experiências, firmou carreira com o samba e pagode na Banda KAARADOGOL. Ali tocou cavaquinho e violão. Oliveira Filho foi ainda vocal em várias bandas em Mato Grosso há 20 anos. Um dos destaques foram os hits dos Garanhões da Madrugada, bloco histórico e ícone de Santo Antônio de Leverger que embalou e embala vários carnavais na cidade.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA