Destaque

Companhia Sinfônica encanta cuiabanos em projeto do Sesc – “Ouça da Janela”

Em cima do Trio Elétrico

Publicados

em

Em cima do trio elétrico, Companhia Sinfônica encanta cuiabanos em projeto do Sesc – “Ouça da Janela”

O Sesc Mato Grosso é uma das principais instituições de fomento à cultura no estado, e na impossibilidade de promover os tradicionais shows musicais diante do cenário imposto pela pandemia da Covid-19, realizou o primeiro show itinerante: “Sesc Ouça da Janela”.

A ação, em parceria com a Fecomércio-MT, foi realizada no sábado (15), ao entardecer e percorreu diversas regiões da capital ao som da Cia Sinfônica, uma das grandes referências musicais de Mato Grosso, onde, em cima do trio elétrico, apresentou um repertório com diferentes estilos, do erudito ao popular.

De acordo com o diretor regional do Sesc, Carlos Alberto Rissato, “os músicos encantaram os cuiabanos, que apreciaram da janela de suas casas, na segurança e conforto de seus lares. Essa é mais uma das muitas ações culturais realizadas pelo Sesc nesse novo cenário”.

“Durante o trajeto, pode-se ver a adesão daqueles que assistiram o espetáculo. Diversas vezes, as luzes das janelas, e sacadas eram ligadas e desligadas para sinalizar toda a empolgação que a apresentação trazia”, afirmou José Wenceslau de Souza Júnior, presidente da Fecomércio, Sesc e Senac em Mato Grosso.

Leia Também:  Sefaz promove audiência pública para elaboração do PLOA 2022 no próximo dia 27

Pensando no público que não seria contemplado na rota oficial, a Fecomércio e o Sesc-MT transmitiram todo o trajeto em  live pelo Facebook, que contabilizou mais de 10.000 visualizações e quase 1.000 reações e comentários.

A rota do show percorreu os bairros Porto, Duque de Caxias, Goiabeiras, Pico do Amor, Consil, Terra Nova, Jardim Aclimação, Centro-Sul, Quilombo e Bairro Popular.

COMENTE ABAIXO:

Destaque

Governador recebe medalha: “Temos compromissos assumidos com Várzea Grande e vamos honrar todos eles”

Publicados

em

Por

Mauro Mendes ressaltou projetos em andamento para melhoria do tráfego e da falta de água

Lucas Rodrigues | Secom-MT

Governador Mauro Mendes recebe medalha Couto Magalhães – Foto por: Christiano Antonucci/Secom

O governador Mauro Mendes, ao ser condecorado com a Medalha Couto Magalhães, em Várzea Grande, citou as dezenas de ações já entregues e em andamento que o Governo de Mato Grosso realiza em prol do município.

A honraria foi entregue na noite da última quinta-feira (23.09), pela Câmara Municipal de Várzea Grande. A medalha traz o nome do fundador de Várzea Grande e é entregue para pessoas que tenham contribuído de forma significativa para o desenvolvimento da cidade.

“O reconhecimento vem ao encontro de um sentimento muito caro e precioso, que é a gratidão. Muito mais do que um reconhecimento do que já fizemos, é uma expectativa do que ainda podemos fazer por Várzea Grande. Depois de consertamos o Estado, conseguimos retomar a maioria das obras paralisadas e iniciar outras. Nós temos compromissos assumidos com Várzea Grande e vamos honrar todos eles”, afirmou.

Mauro Mendes citou que, desde o início da gestão, o Governo do Estado tem trabalhado pelo desenvolvimento da cidade industrial, e já foram entregues muitas ações estruturantes, a exemplo da ampliação do Hospital Metropolitano; a duplicação da Avenida Filinto Muller; asfalto novo em 13 km da MT-351; ponte sobre o Ribeirão do Cocais; entrega do Residencial Santa Bárbara; nova Penitenciária de Jovens e Adultos; entrega da Escola Arlete Maria; entre outras.

Leia Também:  O que muda com a nova MP da venda direta do etanol?

Também estão em andamento, conforme o governador, novos projetos para a melhoria da infraestrutura e também para a resolução do problema de falta de água.

“Para a construção da ETA [Estação de Tratamento de Água] na região nova da cidade, no bairro Chapéu do Sol, estamos repassando R$ 25 milhões. Temos a avenida que vai ligar o Parque do Lago até a Avenida Leôncio, naquela duplicação, que vai ligar a Ponte do Atalaia, e aí vamos precisar de uma avenida dupla, que vai criar fluidez no trânsito. Também vamos fazer duas interferências com viadutos, estamos esperando apenas o estudo que está sendo feito sobre o melhor local, o melhor tráfego para melhorar o trânsito, o ir e vir. E ainda vamos repassar R$ 30 milhões para asfaltar bairros aqui em Várzea Grande, junto com a Prefeitura”, adiantou.

Outro grande projeto citado pelo governador foi a obra do BRT, que já está entrando em fase de edital de licitação. No município, o BRT será vantajoso por amplia a possibilidade de novas rotas, além de ser não-poluente pelo uso de baterias recarregáveis e ter tarifa ao usuário estimada em R$ 3, ou seja, R$ 2 mais barato do que o VLT.

Leia Também:  TV Assembleia MT inicia transmissão em Libras: Max Russi avalia como grande conquista

“Vão ser aproximadamente R$ 600 milhões de investimentos para construir esse modal, que agora vai ter muito mais funcionalidade aqui em Várzea Grande. Pelo VLT o trajeto ia até o aeroporto e depois dava marcha ré, que não tem função nenhuma. O passageiro que pagou por uma passagem aérea vai ficar arrastando mala para pegar um VLT e depois arrastar mala de novo para chegar no hotel? Não vai. Aquilo não foi pensado para a cidade, todo mundo sabe no que pensaram, que foi um dos grandes crimes de corrupção cometidos em Mato Grosso”, finalizou.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA