CULTURA

Cena Onze encerra mais um curso de teatro e dança no presídio Feminino Maria do Couto May

Publicados

em

 

Há 30 anos, a Associação Cultural Cena Onze, dirigido por Flávio Ferreira, realiza projetos inclusivos, um deles é o Projeto de Teatro e Dança no Presídio Feminino Maria do Couto May. O projeto traz para as alunas o ser artístico como pessoa e o entretenimento com a arte.

A professora de teatro e coordenadora do projeto, Janaina Borges, trabalha com teatro e inclusão social através das aulas e da arte. Trabalhando com as alunas com didática criativa e leve, aprofundando o conhecimento teatral prático e teórico.

O trabalho de inclusão feito pelo projeto traz pessoas com reinclusão à sociedade para o mundo cultural. “É um projeto de grande aceitação, que a gente se torna um”, ressalta Janaina Borges. Além da professora de teatro, as alunas, têm como monitoras as profissionais Jéssica Medeiros e Isabelle de Castro.

Além do curso de teatro, a dança traz um movimento de liberdade e prazer nas coreografias do professor Frank Ribeiro, que não mede esforços para que as alunas possam se tornarem perfeitas.

O curso de teatro e dança teve dois módulos no período de 01 de março a 29 de novembro, encerrou suas atividades de 2019 com um espetáculo realizado na OAB-MT, no II Seminário dos Direitos Humanos, com entrega de certificados para as aulas, com certificação da Associação Cultural Cena Onze.

Leia Também:  Jovem escritor lança “Dinheiro: até a física explica” na Academia Mato-Grossense de Letras

De acordo com o diretor geral do Cena Onze, Flávio Ferreira, o projeto seyrve de lição para as famílias das participantes. “Projetos como esse ensinam a cada família sobre o valor da vida e da inclusão”, finaliza.

Yod Comunicação

 

COMENTE ABAIXO:

CUIABÁ

Vereadora entrega moção de aplausos ao grupo Flor Ribeirinha

Publicados

em

Por

A parlamentar foi recepcionada pela fundadora do grupo e conheceu o espaço onde acontece os ensaios de dança e o ateliê de costura
Com objetivo de reconhecer e valorizar ações que exaltam a cultura cuiabana, a vereadora Maria Avalone (PSDB) entregou na terça-feira (14) uma moção de aplausos ao grupo Flor Ribeirinha.
A parlamentar foi recepcionada pela fundadora do grupo, Domingas Leonor da Silva, e conheceu o espaço onde acontece os ensaios de dança e o ateliê de costura, onde são feitos os figurinos do grupo e também ocorre oficina de costura.
Domingas destacou a alegria em receber a homenagem da Câmara Municipal. Ela comentou que a Associação Flor Ribeirinha existe há mais de 27 anos e trabalha no resgate e difusão da cultura cuiabana, principalmente do Siriri e Cururu.
“Eu me sinto muito feliz, em nome do Flor Ribeirinha, da nossa comunidade, eu quero agradecer a vereadora e a Câmara por esta homenagem”, comentou Domingas.
A parlamentar destacou a importância de reconhecer os projetos que preservem e valorizem a cultura regional.
“O intuito de realizar essa homenagem é o valor cultural que eles representam ao nosso país, estado e município, e também pelas conquistas, já que nos últimos anos venceram festivais internacionais levando para o conhecimento de todo o mundo a nossa rica cultura”, destacou a vereadora.
Homenagem – Na tarde de terça, a vereadora também entregou uma moção de aplausos a  Maria Telma de Mello Albuquerque Melli. A entrega aconteceu no gabinete da parlamentar.
Maria Thelma é  integrante do grupo feminino de motociclistas “Club Onças MT”, que realiza diversas ações sociais nas comunidades carentes da capital. “Que suas atitudes sirvam de exemplo para as futuras gerações, pois é uma mulher de coração nobre, excelente profissional, mãe e esposa dedicada”, disse a vereadora.

Veja o vídeo 👇

Leia Também:  Live Dança Brasil será apresentada neste domingo

 

 Ela fotos 👇
https://flic.kr/s/aHsmWEbmr9
Fotos Relacionadas
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA