Política Nacional

Caso Marielle: oposição no Congresso pede nova perícia em gravação da portaria

Publicados

em

source
mulher falando arrow-options
Agência Brasil

Marielle

Líderes da oposição no Congresso , o deputado Alessandro Molon (Rede-RJ) e o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) pediram ao Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) uma nova perícia do sistema de gravação da portaria do condomínio Vivendas da Barra , no Rio. Em um ofício encaminhado ao procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro, José Eduardo Gussen, os dois parlamentares cobram “medidas urgentes” para “resguardar” os computadores que armazenaram os áudios.

Molon e Randolfe afirmam que a cautela é importante para que uma “futura perícia possa ser feita pelo órgão técnico oficial”. O condomínio é o mesmo em que moravam o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o suspeito de matar a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), Ronnie Lessa , na época do assassinato.

Leia também: Promotora afastada do caso Marielle pode ser punida 

O documento cita ainda as lacunas da perícia e o fato de que o vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente e que também mora no condomínio, teve acesso ao sistema para contradizer a fala do porteiro. Por fim, o ofício fala sobre a declaração de Bolsonaro, feito dadas no último sábado, de que teria pego os áudios do sistema antes que “fossem adulterados”.

Leia Também:  POR MT: Arthur Lira defende duplicação da BR 163, licenciamento e Lei Kandir

“Diante de extrema gravidade do exposto, medidas urgentes devem ser tomadas, dentro das atribuições do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, para resguardar o sistema de gravação e computadores utilizados, com a finalidade de garantir que futura perícia possa ser feita pelo órgão técnico oficial”, afirma o documento.

Porteiro do depoimento não é o que aparece em áudio

O porteiro que disse à Polícia Civil do Rio ter liberado a entrada do ex-policial militar Élcio de Queiroz no condomínio Vivendas da Barra após ter sido supostamente autorizado pela voz do presidente Jair Bolsonaro não é o mesmo profissional que aparece na gravação que foi analisada por peritos do Ministério Público (MP) estadual, responsável pela investigação do assassinato da vereadora Marielle Franco . A informação foi antecipada pela coluna de Lauro Jardim.

Leia também: Porteiro que aparece em áudio de Carlos não é o mesmo que falou com ‘seu Jair’ 

Esse áudio, que foi cedido pelo síndico do condomínio ao MP e é o mesmo que foi divulgado pelo vereador Carlos Bolsonaro na última quarta-feira, mostra um porteiro anunciando a Ronnie Lessa a chegada de Élcio ao condomínio — Lessa e Queiroz estão presos desde março sob acusação de terem executado Marielle.

Leia Também:  Após eleição de Arthur Lira presidente da câmara, Dr. Leonardo é escolhido líder da bancada de MT em Brasília no lugar de Neri Geller

O GLOBO apurou que a Polícia Civil já ouviu todos os porteiros que trabalharam na guarita do condomínio no dia do crime. Enquanto isso, o Ministério Público do Rio (MP-RJ) aguarda os resultados de mais perícias feitas no material apreendido pela Delegacia de Homicídios (DH) da Capital.

COMENTE ABAIXO:

POLITICA

Após eleição de Arthur Lira presidente da câmara, Dr. Leonardo é escolhido líder da bancada de MT em Brasília no lugar de Neri Geller

Publicados

em

Por

Após eleição de Arthur Lira presidente da câmara Dr Leonardo se torna líder de bancada

JB News

Da Redação

Uma reunião que está acontecendo já na manhã desta terça feira 02, nas dependências da do gabinete do senador Jayme Campos (DEM), escolheu o deputado Dr. Leonardo do Solidariedade de Cáceres como o novo líder da bancada de Mato Grosso Em Brasília.
Essa função era ocupada pelo deputado Neri Geller (PP).


Ainda ontem 01 de fevereiro, aconteceu a eleição para presidente da mesa diretora do congresso, onde Lira foi o vencedor. Neri foi um dos grandes articuladores da campanha do deputado a presidência, que passa agora o cargo a Dr Leonardo. Até o momento não tem a informação de qual cargo o deputado Neri vai ocupar no congresso nacional, uma vez que foi da linha de frente na composição.
Participam da reunião os senadores Jayme Campos (DEM), Welington Fagundes (PL) Carlos Fávaro (PSD), os deputados federais Dr Leonardo (DS), Nelson Barbudo (PSL) e Juarez Costa (MDB).
Mais Informações em Instantes.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Senador Carlos Fávaro destaca que burocracia em excesso atrapalha de vacinas à regularização fundiária
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA