Luto

Bruno Covas, prefeito de São Paulo, morre vítima de câncer

Publicados

em

LUTO SÃO PAULO

JB News

Por Denise Niederauer

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, 41 anos (PSDB), morreu neste domingo (16.05), em São Paulo. Ele lutava contra um câncer no sistema digestivo com metástase nos ossos e no fígado, desde 2019.

Ele era pai de Tomás Covas, de 15 anos. Bruno Covas estava internado no Hospital Sírio-Libanês, no Centro da capital paulista, desde 2 de maio, e estava licenciado da prefeitura. Ricardo Nunes (MDB), o vice que hoje é prefeito em exercício, irá assumir definitivamente o cargo.

Na sexta-feira (14.05), a equipe médica que acompanhava o prefeito dacapital paulista, informou que seu quadro era irreversível.

Homenagens.

O corpo do prefeito de SP, será levado para o Edifício Matarazzo, sede da Prefeitura, onde, às 13h, haverá no hall monumental do 3º andar uma cerimônia breve para familiares e amigos.

Depois, seguirá em carro aberto em um cortejo até a Praça Oswaldo Cruz. O enterro será na cidade de Santos-SP, em cerimônia restrita à família. Em Nota oficial o PSDB lamenta morte de Bruno Covas Bruno Covas: coragem, respeito à democracia, realização; PSDB perde uma liderança brilhante.

Leia Também:  Advogado criminalista Waldir Caldas morre vítima da Covid-19

Nota Oficial  – 16/05/2021

 

O PSDB perdeu uma de suas mais promissoras e brilhantes lideranças: o prefeito Bruno Covas. Depois de lutar bravamente, ele nos deixou nesta manhã. Jovem, mas com a bela história de alguém que muito construiu e muito ensinou. Deixa conosco o exemplo do trabalho pelo bem comum, do esforço para transformar e melhorar, da defesa inequívoca da democracia, da liberdade e do respeito. Deixa também a certeza de que “é possível fazer política sem ódio, fazer política falando a verdade”.
Bruno pode ser definido pela coragem, pela alegria, pela juventude, pela dedicação e, claro, pelo sobrenome. Era neto de Mário Covas e, assim como o avô, jamais se omitiu, deixou-se abater ou desistiu diante das dificuldades. Também como o avô, nos fará uma enorme falta.
Bruno Covas nasceu na política e dela nunca se distanciou. Foi presidente da nossa Juventude, deputado estadual ainda com 26 anos e Secretário de Meio Ambiente. Deputado federal eleito em 2014, reforçou a nossa bancada na Câmara num momento extremamente importante e decisivo para o Brasil.
Ser prefeito de São Paulo, dizia ele, foi o maior desafio de sua vida. Mas foi também onde mais se viu seu firme propósito de garantir uma vida melhor para todos os cidadãos. Bruno Covas pôs o coração a serviço dos paulistanos. Novas escolas, novas creches, hospitais, moradia. A São Paulo de Bruno Covas é sustentável, inclusiva, conectada e solidária.
Ele nos deixa cedo, mas nos deixa muito. É e sempre será sinônimo de realização.
Nós, seus amigos tucanos, abraçamos o filho Tomás, seu inseparável companheiro de todos os momentos; os pais Renata e Pedro, e toda a família Covas. Neste dia triste, há, em cada canto deste país, muitos de nós lembrando e agradecendo a imensa alegria chamada Bruno Covas.
Bruno Araújo
Presidente Nacional do PSDB

COMENTE ABAIXO:

Luto

Ex-prefeito Diamantino Eduardo Capistrano e esposa morrem em acidente de moto próximo a Mato Grosso do Sul

Publicados

em

Por

Da Redação

É com muito pesar que nós do Grupo JB NEWS de Comunicação informamos o falecimento do ex-prefeito de Diamantino Eduardo Capistrano (PDT), e da ex-primeira dama Suzana Dalmolin, na manhã deste domingo 03.10.

As informações são de que o casal estavam em uma excursão com amigos e acabou batendo com a moto em uma carreta na BR 163, Km 299, próximo a Nova Alvorada do Sul no interior do estado do Mato Grosso do Sul. O casal deixou três filhos menores.

Eduardo administrou a cidade de Diamantino entre 2017 e 2020. Ele disputou a reeleição no ano passado, mas acabou derrotado.

Eduardo era filho do ex-prefeito e ex-deputado Erival Capistrano.

A família ainda não sabe exatamente o motivo é  como aconteceu o acidente.

O JB NEWS lamenta os mais  profundos sentimentos de pesar pela grande perda.

 

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Morre o jornalista Wanderley Oliveira
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA