Mato Grosso em Chamas

Baixada cuiabana amanheceu totalmente coberta pela fumaça nesta manhã de quinta-feira

Publicados

em

JB News

A baixada cuiabana amanheceu totalmente coberta pela fumaça nesta quinta-feira, (13.08).


O fogo que já consumiu mais de 185 mil hectares da reserva no Pantanal mato-grossense, agora se transformou num grande caso de saúde pública por conta da quantia de fumaça que esta sobre toda grande Cuiabá.
O fogo que destrói o Pantanal mato-grossense desde julho, e junto com a  fumaça e a poeira tornam o cenário inóspito para respiração, uma combinação de vegetação seca, baixa umidade e calor, uma faísca que se desprende dá início a novos incêndios.


Segundo o governo de Mato Grosso, 101 homens estão na região, empregados na Operação Pantanal II, lançada na última sexta-feira (07.08), para conter os focos de incêndio.
Bombeiros Militares de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, militares da Força Aérea Brasileira e da Marinha e funcionários do Sesc Pantanal, se arriscam e se dedicam ao objetivo único de extinguir os incêndios.
Ainda nessa quarta-feira, (12.08), foi anunciado que reeducandos da Penitenciária Ahmenon Lemos Dantas, em Várzea Grande, também irão se juntar aos brigadistas, militares e voluntários para conter o fogo na região do Pantanal, entre as cidades de Poconé, Nossa Senhora do Livramento, Santo Antônio de Leverger e na estrada da Guia.
A  previsão do tempo para esta quinta-feira, é de a máxima chegar a 39 graus e a umidade relativa do ar de 13%, muito preocupante para a saúde dos mato-grossenses.

Leia Também:  Risco de inflação alta não freia intenção de consumo dos cuiabanos, que registra mais um aumento em setembro

 

COMENTE ABAIXO:

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA