POLITICA

Aprosoja e Assembleia doarão cestas básicas para famílias: Max Russi comemora parceira

Publicados

em

 

JB News

Parlamentar está otimista quanto aos encaminhamentos do projeto de distribuição de alimentos, que poderá ser colocado em prática nos próximos 40 dias.

Mais de 100 mil famílias em situação de vulnerabilidade, que tiveram problemas econômicos agravados devido aos efeitos da pandemia, serão atendidas com a distribuição de alimentos em Mato Grosso. O projeto da ação social, que fará parte do Agrosolidário e terá parceria da Assembleia Legislativa, foi apresentado, nesta quarta-feira (09), pelo presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Fernando Cadore e pelo diretor executivo, Wellington Rodrigues de Andrade, ao presidente do Parlamento Estadual, deputado Max Russi (PSB). Os deputados Eduardo Botelho (DEM) e Janaína Riva (MDB) também participaram da reunião.

Ainda no mês de abril, Max Russi havia sugerido ao Fórum Agro MT pareceria nos trabalhos sociais desenvolvidos no Estado. Ele está otimista quanto aos encaminhamentos do projeto de arrecadação, que tem expectativa de ser colocado em prática nos próximos 40 dias, ou seja, início do segundo semestre.

Leia Também:  Mobilização de estudantes reúne grandes líderes brasileiros em evento online para inspirar a nova geração

“A gente se alegra com uma notícia dessas e estamos felizes com essa parceria, que levará alívio para os lares de muitas pessoas, nesse momento difícil que muitas famílias estão passando. Para cada cesta doada pela Aprosoja, a Assembleia entrará com mais uma. Tenho plena certeza que esse será um trabalho, que terá a aprovação de todos os deputados” assegurou.

Conforme a Aprosoja, o Agrosolidário atua em parceria com creches, asilos, hospitais, entidades filantrópicas, APAE, entre outros. Atualmente são 86 instituições beneficiadas que estão distribuídas em mais de 38 cidades mato-grossenses. São três frentes de atuação: distribuição de alimento à base de soja para crianças, idosos e enfermos; orientação nutricional para mães de baixa renda; e ajuda financeira para iniciativas culturais que dão oportunidades às crianças carentes.

COMENTE ABAIXO:

Economia

Botelho confirma reunião com Governo sobre Previdência

Publicados

em

Por

JB News

Reunião de análise global da Previdência na  próxima quinta-feira  convocada por Mauro Mendes e o chefe da Casa Civil Mauro Carvalho com o Conselho da Previdência pode definir novos descontos e benefícios para aposentados e pensionistas de Mato Grosso.

 

Por Denise Niederauer

Jota de Sá

O Deputado Eduardo Botelho (DEM) confirmou para a próxima quinta-feira (24.06) uma reunião de análise global da Previdência convocada pelo governador Mauro Mendes e o secretario- chefe Casa Civil Mauro Carvalho com o Conselho da Previdência para definir a possibilidade novos descontos e benefícios para aposentados e pensionistas de Mato Grosso. Niederauer

Jota de Sá

O deputado estadual Eduardo Botelho (DEM), primeiro secretário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, e presidente da Comissão da Previdência da ALMT, informou nesta quinta-feira (17.06), que após reunião com o governador Mauro Mendes (DEM), e o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, que na próxima quinta-feira, (24.06) o chefe do Executivo irá apresentar o custo total da proposta que prevê novas regras para a contribuição previdenciária aposentados e pensionistas.

Leia Também:  Estado combate garimpo ilegal com fiscalização e regularização, afirma secretária de Meio Ambiente

Os números serão apresentados à Comissão Especial da Previdência e ao Conselho.

A reunião definiu essa data para um ajuste final de avaliação de tudo que está pendente e depois poder entrar em pauta.

“Na Casa Civil, fechamos para o dia 24, uma reunião final da comissão da previdência, e o governador vai levar toda análise global dos custos das doença raras, dos militares e de quem sofre o desconto dos 14%. O Executivo irá apresentar o custo total da proposta que prevê novas regras para a contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas”, destacou.

Botelho pondera que pelo tempo que está sendo discutido esse assunto, o Conselho da Previdência seja mais ágil. O presidente da Comissão Especial da Previdência da Assembleia Legislativa, ressaltou a necessidade de uma força-tarefa para que as propostas da Previdência, para portadores de doenças raras e para os que ganham até o teto de R$ 9 mil, sejam votadas antes do recesso parlamentar, no mês de julho.

“Será uma reunião para definir e o governador dar uma análise global do assunto. Peço ao conselho que nos ajude a ser ágil e possamos aprovar este projeto em benefício dos servidores. Vamos dar celeridade para chegar o mais rápido possível para as pessoas que precisam. E ver o tamanho deste custo para o governo”, encerrou Botelho.

Leia Também:  Senador Wellington: “O Estado está com contas em dia, recursos em caixa e grandes perspectivas”

Ouça o audio:👇

 

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA