POLITICA

Acordo por criação de piso salarial da enfermagem pode sair semana que vem, acredita Fávaro

Publicados

em

JB News

Por Glaucio Nogueira

O senador Carlos Fávaro (PSD-MT) afirmou acreditar ser possível um consenso para a aprovação do Projeto de Lei (2564/2020), que institui um piso salarial nacional para os profissionais da enfermagem. Ao tratar do tema, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), marcou para a próxima quarta-feira (25) uma reunião com lideranças das entidades que representam a categoria para tratar do tema. Fávaro é favorável ao projeto.

Ao defender a discussão e a aprovação do piso, o senador mato-grossense destacou a atuação destes profissionais ao longo dos anos, em especial nos dias de hoje. “É uma pauta muito meritória, ainda mais lembrando o contexto da pandemia, o enfrentamento que estes profissionais fizeram e ainda fazem salvando vidas. São verdadeiros heróis e uma forma de reconhecer isso é criar um piso salarial que é tão sonhado para a categoria”.

Fávaro ponderou, no entanto, que as discussões com a categoria, na próxima semana, precisam buscar um consenso no sentido de assegurar um piso salarial que respeite as diferenças nas contas públicas da União, Estados e municípios. “Vamos buscar um valor que possa de fato ser pago. De nada adianta criar um piso impagável, um cheque sem fundo”.

Leia Também:  Bezerra já sugere MDB, PP E PSD na cabeça de chapa nas eleições 2022 com Mauro Mendes ao governo

O senador destacou que a intenção dos senadores é levar o texto ao plenário já com um consenso a respeito deste e de outros aspectos da proposta, de modo a assegurar uma aprovação célere. “Tenho certeza de que conseguiremos concluir as tratativas deste projeto muito em breve”.

*O projeto –* A proposta foi apresentada em maio do ano passado pelo senador Fabiano Contarato (REDE-ES) e prevê o piso salarial nacional dos enfermeiros, para uma jornada de 30 horas semanais, será de R$ 7.315 mensais. O valor servirá de base para a definição dos demais pisos, sendo 70% para técnicos de enfermagem e 50% para auxiliares de enfermagem e parteiras, aproximadamente R$ 5,1 mil e R$ 3,6 mil, respectivamente.

Ao justificar a necessidade de definição do piso salarial, Contarato destacou que a Constituição Federal, em seu artigo 7º estabelece que é direito dos trabalhadores a definição de um piso salarial compatível com a complexidade do trabalho executado. “A fixação do piso salarial nacional a profissionais da enfermagem e das atividades auxiliares é um reparo imprescindível de ser feito”.

COMENTE ABAIXO:

POLITICA

Nesta manhã de sábado, 23, o deputado federal Neri Geller oficializou o convite para que Nestor Fidelis se filie ao PP

Publicados

em

Por

JB News

 

Geller vem recebendo apoios de partidos como o PP, MDB, PSD, dentre outros para candidatar-se a uma vaga no Senado Federal nas eleições de 2022 e, por isso, busca fortalecer seu grupo político.

“O Nestor Fidelis, além se excelente advogado com mais de 20 anos dedicados às causas públicas, é uma liderança natural, vem de uma família que historicamente atua no meio político e jurídico em favor dos mato-grossenses e tem muito a agregar ao nosso projeto”, enfatizou Geller.

Por sua vez, Fidelis agradeceu o convite e já manifestou interesse de caminhar com Neri Geller. “Estou aqui com meu irmão e meu primo conversando com o deputado Neri, que tem visão progressista e de respeito ao cidadão, por isso nossa família  se sente honrada com essa possibilidade. Para nós, Neri tem todas as condições de atuar no Senado com equilíbrio e afinco pelo povo de Mato Grosso”, disse.

Assim como Neri Geller, Nestor Fidelis tem marcado presença nos municípios, onde ouve demandas e trabalha na formação de um novo projeto para o bem das pessoas.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Patrulhamento Rural recupera 81 cabeças de gado, dois caminhões e prende duas pessoas em flagrante
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA