POLITICA

A pedido de Max Russi, ALMT vai instaurar CPI pra apurar concessão da BR-163

Publicados

em

 

Parlamentar alega alto número de acidentes, no sentido Posto Gil, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde. O presidente da Assembleia Legislativa cita insegurança, com a falta de investimentos, e defende interrupção na cobrança dos motoristas, enquanto problemas perdurarem.

A Assembleia Legislativa deve instaurar, nos próximos dias, uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para apurar a concessão da BR-163 à Rota do Oeste. A proposta é do presidente do Parlamento, deputado Max Russi (PSB), e já tem aval de boa parte dos deputados estaduais.

“É um BR que é dentro do nosso estado, que foi dada uma concessão, que está faturando aí mais de R$ 500 milhões, por ano, cobrando pedágio, que toda semana você vê um acidente, uma insegurança muito grande”, argumentou.

Max Russi refere-se ao trecho no sentido Posto Gil, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, que, nos últimos meses, tem registrado alto índice de acidentes, principalmente com vítimas fatais.

O presidente do Parlamento contesta a cobrança do pedágio, que chega a custar R$ 7 reais em uma das praças. “Não é possível, essa duplicação já devia estar pronta em 2019 e não vemos avanços”, complementou.

Leia Também:  Mauro Mendes reúne imprensa e faz balanço dos três anos de gestão "Estou mais que feliz pela virada de página do nosso estado"

No último sábado (16), em entrevista a uma rádio de Sorriso, o deputado Max Russi reforçou a cobrança por uma solução. Ele alega que os motoristas pagam a taxa para utilizar a rodovia, no entanto não recebem um serviço de qualidade por parte do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e da concessionária responsável pela manutenção.

“A gente tem que saber quem está ganhando com isso, porque essa obra não sai. A Assembleia pode fazer esse papel e eu não posso estar nessa sozinho. Queríamos não precisar fazer isso, que já tivéssemos uma solução”, destacou.

Após a manifestação de Max Russi, na busca de uma justificativa, tanto da cobrança dos motoristas, quanto da falta de investimentos na rodovia por parte da concessionária, a Rota do Oeste emitiu uma nota, alegando a tramitação de um Termo de Ajustamento de Conduta, junto a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), apontado como uma solução para o reinicio dos trabalhos.

“O Termo de Ajuste de Conduta (TAC), parte importante da solução para a retomada das obras de duplicação na BR 163, de Mato Grosso, segue seu curso administrativo na Agência Nacional de Transportes Terrestres, ANTT. Não há risco de perda de validade do documento antes da assinatura pelas partes, que deve ser efetivada após a aprovação de seu conteúdo final pela diretoria do órgão federal. A concessionária ressalta ainda que confia na efetivação da proposta pela Agência e acredita que esta é uma solução melhor para os usuários da rodovia, independentemente da data exata da assinatura, o reinício das obras para o próximo período seco não se altera”, diz a nota oficial.

COMENTE ABAIXO:

Destaque

Mauro Mendes reúne imprensa e faz balanço dos três anos de gestão “Estou mais que feliz pela virada de página do nosso estado”

Publicados

em

Por

JB News

Alison Gonçalves e Jota de Sá

 

O Governador Mauro Mendes (DEM), reuniu  com imprensa nesta quarta-feira (1/12), para fazer um balanço dos 3 anos de sua gestão.

Mauro elogiou  os profissionais de imprensa pelos serviços prestados e destacou  os problemas enfrentados desde a sua posse quando assumiu seu mandato, entre elas as dificuldades enfrentadas pelo servidores públicos no pagamento de seus  salário atrasados, onde o Estado conseguiu gerar confiança aos servidores públicos, fazendo a quitação deixando em dia os salários e décimos, e ainda fazendo repasses aos municípios.

Ainda em discurso o governador explica sobre os motivos de aumentos da gasolina no Estado de MT.

“Infelizmente a Petrobrás, a refinaria subiu mais de 50% a gasolina, isso é verdade, não tem como falar diferente disso. O ICMS de Mato Grosso nunca subiu na minha administração e nunca subiu ao longo dos últimos dez anos, então se subiu, e está subindo na bomba, está muito caro, a Petrobrás é a responsável por todos os aumentos”

Ainda sobre o aumento da gasolina Mauro não garantiu que os donos de postos de combustíveis iram reduzir na bomba o valor combinado para o próximo para 23%, e se essa redução chegará no bolso do consumidor.

Leia Também:  Mauro Mendes destaca investimento em infraestrutura e as perspectivas do estado para os próximos anos e afirmou que Governo de Mato Grosso tem alavancado o setor econômico e social

Sobre a educação Mauro informou que ao todo 8 escolas foram entregues e afirma que até o final de 2022, trezentas escolas de MT estaram 100% Climatizados.

Mauro ainda quer investimentos para que todo aluno e professor tenham acesso a internet,para que a sala de aula seja mais atrativa,e com um ensino qualificado.

Ao todo,foram investidos mais de R$ 110 milhões na compra de notebooks e
pagamento de pacote de internet
por 3 anos para 23 mil professores.

Sobre infraestrutura foram entregues 1.241,62 km de asfalto novos,entre (2019 a 30 de novembro 2021).

Asfalto novo em execução: 1.623,2 km
Asfalto em elaboração de projeto: 1.477,30 km

Asfalto em licitação: 837,70 km

Asfalto recuperado entregue: 1.003,87 km

Asfalto recuperado em andamento: 615,7 km

No Meio-Ambiente Mauro falou  que foram investidos mais de R$ 73 milhões, para combate ao desmatamento e incêndios florestais,aplicando mais de R$ 2 milhões em multas ambientais até novembro de 2021.

Em segurança o pública o governo investiu R$ 135.369.877,91 em viaturas novas no ano de 2020 a 2021.Em armamentos para os agentes foram investidos.R$ 41.950.041,83 (2020 e 2021).Para Construção e reforma de delegacias,
batalhões e unidades prisionais e
socioeducativas foram investidos
R$ 144.379.886,78.

Leia Também:  Abílio deixa pra decidir em janeiro seu destino partidário

No Esporte e na Cultura os investimentos total foi de R$ 141.304.841,06. Um balanço realizado mostra que nesses 3 anos de posse foram investidos um total de R$ 46.954.422,46
•2019 – R$ 6.088.771,61
• 2020 – R$ 7.882.857,34
• 2021 – R$ 32.982.793,51
Incentivado a cultura e esporte fazendo com que MT receba mais investimento.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

POLÍTICA

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA